Os Peculiares


0Likes
0Comentários
994Views
AA

3. III

                         BONNIE

Passou-se meses e nada aconteceu, não apareceu acólitos e muito menos etéreos. Acabaram as aulas e já são férias de verão.

Srta. Peregrine: vocês terão que ficar aqui na escola até as férias de verão acabarem!

Todos: por quê?

Srta. Peregrine: porque eu recebi uma ameaça numa carta, e vinha de um acólito. Ele disse que agora que são férias será mais fácil nos capturar. Preciso que fiquem aqui, não estarão seguros lá fora!

Rosalya: ok, entendo!

Srta. Peregrine: então vão arrumar suas coisas, vocês terão que estar aqui antes das 5:00 da tarde!

Bonnie: mas...onde vamos dormir?

Srta. Peregrine: nas salas, por enquanto, até acharmos um lugar mais seguro. Agora, vão!

Todos correram para fora da escola e cada um foi para sua casa arrumar as coisas para encontrar a srta. Peregrine. Cheguei em casa e fui parada pela minha tia.

Marie: que pressa é essa?!

Bonnie: ah...eh...vamos acampar, é um passeio da escola!

Marie: e você vai?

Bonnie: sim, vou arrumar as coisas. Ah...e vamos ficar as férias de verão inteiro lá!

Marie: as férias inteiras? E eu?

Bonnie: desculpa, tia! Mas eu preciso ir!

Marie: se você diz...

Bonnie: obrigada!

Subi as escadas correndo, peguei as roupas, escova de dente, shampoo e condicionador, sabonete, e outras coisas necessárias. Parei um pouco para pensar, imagina tomar banho no chuveiro da escola, eehk, mas se a srta. Peregrine estava desesperada daquele jeito então a coisa é séria.

Fui embora correndo, quando cheguei todos estavam lá, acho que demorei um pouco.

A srta. Peregrine trancou o portão, as portas, a janela, e qualquer coisa que podia ser a entrada de um etéreo.

Ficamos lá trancados, só podíamos ler livros, porque a internet não pegava. Está bem chato, mas dá um calafrio só de pensar em um etéreo, será que eles virão mesmo? Será que eles irão nos matar? Será que eles irão raptar a srta. Peregrine?

Estava fazendo essas perguntas para mim mesma até que alguém me tirou de meus pensamentos.

Alexy: TEM ALGUÉM LÁ FORA!

Bonnie: o quê? Será que é um acólito?

Alexy: não sei, a srta. peregrine está conversando com eles!

Fomos correndo até o portão e vimos que tinha três meninas machucadas. Estou com dó delas, devem ter sido machucadas pelos acólitos.

A do lado esquerdo era loira, tinha mexas rosas e usava roupas pretas. A do meio tinha cabelo castanho e tinha estilo de rockeira. E a do lado direito tinha cabelo castanho e tinha jeito de certinha.

A do meio olhou pra mim da janela e na hora me deu uma tontura que tive que me apoiar nos armários que por sorte estavam do meu lado, senão teria desmaiado.

Não sei o porquê daquilo ter acontecido e nem o porquê dessa sensação estranha dentro de mim como se eu estivesse com uma dor no coração ou em todos os meus órgãos.

Ninguém percebeu que eu estava quase desmaiando ali, então tentei chamar a atenção de alguém para me ajudar.

A minha voz não saia e tudo começou a ficar em câmera lenta. Tentei andar até alguma sala próxima, dei alguns passos antes de desmaiar.

Tive um sonho estranho, não, não era um sonho e sim, um pesadelo. Eu estava presa com correntes e meus pulsos machucados.

Vi o Lysandre sendo machucado por pessoas que suponho serem acólitos.

Bonnie: por favor, pare, por favor... o Lysandre vai morrer, PAREM!

Vejo que aquelas meninas estavam no canto sorrindo pra mim, de repente me veio uma dor de cabeça.

Vejo o Lysandre morrendo na minha frente e não tive outra reação a não ser começar a gritar, chorar e tentar quebrar as correntes que me impediam de chegar até ele.

Quando olhei pra cima, vi todos os meus amigos e a srta. Peregrine pendurados pelo pescoço mortos.

Acordei gritando e percebi que estava chorando também.

Lysandre: o que aconteceu?

Bonnie: e-eu tive um pesadelo, eu acho.

Lysandre estava agachado na minha frente, olhando meu rosto.

Lysandre: estava gritando meu nome e pedindo para parar! Parar o quê?

Bonnie: é complicado! Acho melhor não falar agora, mas que bom que está vivo!

Abracei Lysandre que me abraçou também.

Kentin: ei, estamos aqui!

Fiquei envergonhada ao perceber que todos estava a minha volta e até mesmo aquelas meninas.

Levantei rapidamente e arrumei minhas roupas que estavam amassadas por causa do tombo.

Castiel: você desmaiou, você é mesmo fraca!

Aquelas três meninas deram uma risadinha irritante que todas patricinhas sabem fazer.

Bonnie: ei! Não sou fraca! Qualquer um desmaia! podem achar graça, não me importo com o que umas patricinhas como vocês pensam sobre mim!

Olhei com um olhar ameaçador para o Castiel e depois para as três meninas.

Srta. Peregrine: o que é isso, Bonnie? Isso é jeito de tratar suas novas amigas e seu amigo?

Agora que percebi que tinha um menino com elas, ele tinha cabelos pretos e olhos violetas.

Quando ele me olhou deu um sorrisinho e eu desviei o olhar com a melhor cara de séria que tentei fazer.

Bonnie: desculpa srtas. Chatinhas e que se acham as melhores, sejam bem vindas e por favor não me irritem mais do que já me irritam!

Saí dali e fui pra sala. Rosalya, Lysandre e Alexy me seguiram.

Da porta consegui ouvir a srta. Peregrine se desculpando com eles, depois disso entrei na sala e me virei para o Lysandre, para a Rosalya e para o Alexy.

Rosalya: amiga, o que deu em você? Não é normal você fazer isso!

Bonnie: eu sei, Rosa! Só que elas não me deram uma boa impressão.

Lysandre: não é bom você julgar eles antes de saber!

Olhei Lysandre, irritada.

Alexy: também não fui muito com a cara deles, mas melhor dar uma chance.

Lysandre: melhor você descansar!

Bonnie: sim, é melhor!

Eles saíram da sala e Lysandre olhou para mim com um olhar meio preocupado.

Deu uns 10 minutos que eles saíram e entraram aquelas meninas e aquele menino na sala, na hora levantei da "cama" e olhei para eles.

Bonnie: o que vocês estão fazendo aqui? não sabem bater, não?

???: desculpa!

Bonnie: olha, falem logo o que vocês querem!

???: só queremos te conhecer melhor.

Eu o olhei e depois respirei fundo pra não ficar nervosa.

Bonnie: tá, mas eu não quero! a saída está atrás de vocês!

Dei um sorriso sarcástico.

???: deixa a gente se apresentar!

Bonnie: tá, vai logo então!

???: meu nome é Nina!

???: meu nome é Debrah!

???: meu nome é Melody!

???: e meu nome é Evan! e o seu?

Bonnie: não me disseram que eu tinha que dizer o meu...mas ok. Meu nome é Bonnie, pronto?! Me deixem sozinha!

Evan: que nome bonito, Bonnie, que nem a dona.

Evan segurou minha mão para beija-la.

Bonnie: Não importa se meu nome é bonito ou se eu sou!

Tirei minha mão, bruscamente, da dele.

Saí da sala para me encontrar com Rosalya, encontrei ela com Alexy, Viollete e Lysandre

Bonnie: Rosa, não fui com a cara daquele pessoal! Ainda mais daquele menino esquisito. Como é o nome dele mesmo?

Rosalya: é Evan, eu acho.

Bonnie: isso mesmo!

Violette: mas o que aconteceu?

Lysandre: ele te machucou?

Bonnie: não, quem quase saiu machucado da sala foi ele!

Alexy: mas por que você está tão nervosa?

Bonnie: aquele cara teve a audácia de TENTAR beijar minha mão e falar que eu sou bonita, você acha? Aff!

Alexy: mas ele te elogiou, era para você ficar feliz!

Bonnie: não vindo dele!

Na hora sinto alguém me abraçar por trás, então vi a expressão da Rosalya mudar.

Não pensei em outra coisa a não ser em um acólito, verei-me e dei um soco.

Então percebi que não era um acólito e sim, o Evan.

Bonnie: ah...é só você!

Evan: Achei que ia ficar feliz com a minha presença!

Bonnie: Mas não fiquei, e que intimidade é essa que eu não te dei?

Evan: não consegui me controlar!

Então fiz uma chama com a mão e por um pouco que sobrou da minha paciência não queimei ele inteiro.

Percebi que o Lysandre parecia meio inquieto.

Bonnie: o que foi, Lys?

Lysandre: nada!

Evan: deixa ele pra lá! vamos dar um passeio, só nós dois!

Bonnie: não, valeu!

Evan: mas a srta. Peregrine disse para você me mostrar o terraço!

Bonnie: para você é Alma LeFay Peregrine...vamos logo!

Continua...

Até a próxima bbs

Bezus :D

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...