The Teacher

Uma amizade pode virar um amor? Muitos creem que sim. Mas e se essa amizade for com uma professora? E se ela sentir o mesmo? Será que vai dar certo? Depois de descobrir uma traição, Juliana não acredita mais no amor. Ou ela acha que não. Mas um par de olhos verdes estará do seu lado para faze-lá voltar a amar a todo custo.

0Likes
0Comentários
84Views

Author's note

Por favor, comentem o que acharam a cada capítulo, porque isso ajuda muito!
AA

1. Primeiro contato

 

Era final de verão, inicio das aulas.

Juliana era bissexual, tinha 16 anos e namorava Rodrigo. Começaria hoje o 2º ano do ensino médio.

* POV Ju*

-Papaaaaa! To indo!

-Tenha um bom dia filha!

-Obrigada!

Rodrigo sempre vinha me buscar em casa para irmos juntos ao colégio, que não ficava muito longe dali.

-Bom Dia Amor!

-Eai princesa, dormiu bem?

-Muito!

- Sonhou comigo?

-Deveria?

-Claro, eu sou maravilhoso!-(rimos)

-A humildade ficou em casa de novo?-rimos mais ainda e fomos pro colégio. Rodrigo e eu namorávamos à
5 meses e estávamos muito felizes.

Depois de uns 15 minutos, chegamos na escola e fomos logo conferir as turmas. Eu e mais 3 amigas minhas
ficamos na 2004, enquanto Rodrigo e o resto do pessoal ficou na 2007. O sinal tocou e fomos pra sala esperar 
os professores. A professora, que daria aula nos dois primeiros tempos, todos já conheciam: era Melinda, professora de
história. Depois teve português, Raphael, e por último entrou a nova professora de Inglês.

 

*POV Narrador*

 

      No momento que Juliana olhou aquele par de olhos verde-claro, sentiu seu coração bater mais rápido
e forte, sua respiração falhar e perceber que simplesmente não piscava ao olhar a professora falando toda 
sorridente.

-Meu nome é Marcela, tenho 22 anos, sou nova aqui na escola.

Depois da sua apresentação, Juliana perguntou timidamente..

-Professora, eu não to me sentindo muito bem, posso ir beber água?- ela estava começando a suar frio.

-Claro, só não demora tá?

-Ok.

*POV Ju*

Não demorei nem 5 minutos, aqueles olhos não saiam da minha mente. Por sorte (ou azar) a aula foi curta,
porque a diretora iria fazer um pronunciamento no pátio e todos teriam que estar presentes. Fomos liberados, eu
já estava na porta quando quando ouvi aquela voz...

-Juliana?- mandei as meninas irem na frente.

-Eu.

-Você já se sente melhor?

-Sim, acho que foi nervosismo. Primeiro dia sabe...

-Pior que sei, sou nova na escola e na cidade também.- ela sorriu sem graça.

-Que sorriso lindo...-pensei.

-Hãm?- pelo visto, pensei alto demais.

-A-aqui tem um la-lago li-lindo.- falei, coçando a nuca, muito sem graça.

-Ah sim...Gostaria de ir lá já que todos dizem isso....

-Eu te levo!- falei como num estalo, me arrependendo logo depois.

-Hãm...é...pode ser-(ela estava sem graça)- Me passa seu número pra gente marcar.

-Ok.- Depois de passar meu número pra ela, fomos para o pátio.


*POV Marcela*


Eu estava navegando pelos meus pensamentos quando ouço uma doce voz e um toque sutil no meu braço,
no mesmo instante senti uma leve corrente elétrica percorrer todo o meu corpo.

-O que está fazendo aqui?- Sua pergunta deixou-me intrigada.

-Esperando o pronunciamento da diretora ué.

-Aqui?- Nesse momento eu já não entendia mais nada.

-E por que não?

-Porque os professores ficam na ala oeste do pátio e estamos no meio.- depois de uma longa pausa ela constatou.

-Você não sabia disso, né?

-Não.

-Vem, eu te levo lá.

Quando segurou minha mão, senti a eletricidade percorrer meu corpo novamente. Pelo seu olhar, que foi um 
tanto quanto intenso e meio surpreso, que ela sentiu o mesmo. Depois de alguns segundos trocando olhares,
ela virou de costas e seguiu me puxando delicadamente pela multidão.


*alguns minutos depois*


-Chegamos.- Passei meu olhar pelo lugar e vi que vários professores estavam lá a espera da diretora.

-Obrigada Juliana.

-De nada prof. Tchau!

-Tchau!- Fiquei olhando ela sumir no meio das pessoas, provavelmente indo atrás de suas amigas.

Juliana era um pouco alta, mas não muito. Tinha cabelos compridos e cacheados até a cintura... seu corpo era
surreal, cheio de curvas nos lugares certos...simplesmente perfeito.



 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...