Mina Loka(volume 1)

Maria e Isabela sempre compartilham todos seus problemas, principalmente as decepções amorosas que colecionam a cada ano que passa. Após ambas serem iludidas por seus atuais namorados e levarem um pé na bunda dos galãs, Maria e Isabela se unem para construir um exército de garotas iludidas com um único objetivo, se vingar de seus ex-namorados.
Uma vingança divertida e ao mesmo tempo diabólica de lindas garotas que já foram sensíveis.
esse volume começa com a vingança de Rosa

0Likes
0Comentários
217Views

Author's note

uma ficção criativa para todas as garotas se divertirem um pouco lendo e esquecer esses caras que não sabem valorizá-las
AA

8. Crueldade

Não tive coragem de mexer no corpo, chamei a polícia que ao chegar, me afastou da cena do crime e começou a me interrogar suspeitando da minha pessoa. Mas sem se preocupar, acusei meu pai que tinha fugido do local, e relatei todas as agressões que minha mãe sofreu.

Sentada na calçada da rua, fiquei por alguns sem esboçar reação, olhava para o nada, tentando entender o que realmente estava acontecendo. E quando enfim entendi, comecei a chorar compulsivamente, deitada no chão com as mãos no rosto. Alguns vizinhos que não sabiam o que realmente estava acontecendo ali, correram em minha direção, me abraçando sem dizer uma só palavra. Eu não precisava contar a eles o que havia acontecido com minha mãe, afinal só eu não quis ver que um dia isso iria acontecer.

Poderia ter sido uma pessoa melhor, uma filha melhor, mas se preocupei apenas com os meus problemas, foquei meu tempo nas drogas e em outros refúgios que acabaram me afastando dela. A deixei sofrer nas mãos de um demônio, me acovardei como muitas mulheres que são agredidas e as que presenciam as agressões. Se tivesse coragem de ir até a delegacia e relatar o que estava acontecendo, tudo poderia ser diferente. Mesmo insegura por saber que o nosso país não exerce as leis como deveriam exercer, devia ter insistido. Teria sido melhor perder meu tempo procurando os direitos de mulher, do que se iludindo com a possibilidade desse sofrimento acabar de uma hora para a outra.

Deitada em cima de seu túmulo, minhas lágrimas tentavam infiltrar o cimento que separava a minha grande razão de existência. Uma mulher jovem, cheia de vida, que dedicou tudo para cuidar de mim, aguentou um covarde a maltratando para poder cuidar de mim, foi abandonada por todos, principalmente pela sua própria filha.

Deitada na mesma cama em que encontrei o corpo de minha mãe há alguns dias, fiquei trancada, sem ouvir e nem falar com ninguém. Tentei fugir de tudo, desse mundo que os homens maus estragaram. Não comia nada e nem bebia se quer um copo com água há mais de dois dias, logo perderia as forças que ainda restavam em meu corpo. Mas quando estava pegando no sono, com o som da chuva, uma pequena pedra foi lançada em minha janela, então despertei. Ao olhar, era Denis que se encontravam encharcado, dizendo que queria falar comigo. Pensei em deixá-lo lá, tomando chuva mas resolvi deixá-lo entrar.

- O que você quer Denis?

- Eu soube do ocorrido e queria sair um pouco com você, pra gente distrair.

- Não sei... não estou com vontade.

- Vamos no barzinho ali da esquina, só conversar um pouco. Você precisa sair... vem? - estendeu as mãos.

Peguei meu guarda-chuva e o acompanhei. Pra ser sincera, se divertimos muito, mas também bebemos muito, e quando já estávamos voltando para casa, começamos uma discussão boba e sem sentido, Denis me socou no rosto, me fazendo cair no chão. Ao ver que meu nariz sangrava, ele tentou me socorrer, com lágrimas derramadas sobre seu rosto, mas não teve tempo, levou uma pancada de madeira na cabeça e quando estava no chão, um trio de covardes começaram a espancá-lo, tentei apartar mas não consegui tocar em seu corpo.

Depois de alguns minutos de violência, vi Denis, já morto no chão, cheio de sangue, e sem poder fazer nada, se deitei em seu corpo, chorando muito. Sem entender a razão de tanta violência.

Todos os direitos autoriais da história Reservados ao autor Stefen Hermenegildo

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...