Amor sem escalas

Beatriz Albuquerque e uma moça de uma beleza invejável e muito carismática perdeu seus pais ainda nova e desde então começou a viver com os seus tios eles são ambiciosas e frios fazem qualquer coisa para poder sustentar a vida de luxo que eles levam, Beatriz cursa medicina sempre sonhou em se tornar uma médica renomada está cursando o último ano da faculdade e depois irá trabalhar em nova york cidade nova,vida nova era isso que ela tinha em mente mesmo longe de tudo seus problemas ainda insistem em persegui-las, mais ela não esperava que o destino podia lhe pregar uma peça. Luiz bacci e um renomeado jornalista e âncora chefe de um telejornal ,ele é frio mais ele não é frio por que ele quer é frio porque o destino o tornou assim, depois de um grave acidente ele perdeu as pessoas que mais amava sua mulher e sua filha, ele nunca se perdoou por ter deixado elas morrem,então ele usa as mulheres e as joga fora e tudo questão de prazer ele dá oque elas querem e vai embora, mais tudo muda depois que uma certa moça loira de olhos azuis cruza o caminho dele.sera que ele dará mais uma chance ao amor? Segredos serão revelados, mais a questão e,será que o amor é capaz de superar tudo ?

2Likes
1Comentários
931Views
AA

5. capitulo 5

P.O.V: Beatriz Albuquerque

3 meses depois

Acordo com um sorriso estampado no rosto, finalmente seria minha formatura vou para o banheiro tomar um banho e vou para cozinha comer alguma coisa hoje o dia será corrido tenho salão e depois vou buscar minha roupa de formatura que mandei fazer especialmente para esse dia, meu telefone toca e rebs combinamos de ir no salão juntas.

-então como é acorda e saber que agora será chamada de Doutora Beatriz?. Ela dá uma risada no outro lado da linha

-bem interessante, e você come se sente doutora Rebeca? . Ficamos conversando por bastante tempo, desligo o telefone e vou pegar meu carro para ir ao salão e encontro com minha tia.

-olá titia, irá a minha formatura? Falo com o sorriso estampado não rosto.

-minha obrigação é só te dar moradia e comida. Ela diz ríspida e saindo meu sorriso se desmancha, mais logo volto a por ele no rosto entro no carro e vou para o salão e encontro Rebeca, nos comprimentamos e entramos no salão logo vem uma moça muito simpática nos atender ela nos leva até uma sala onde estão nossas maquiadoras sentamos na cadeiras e então as moças começa a nos maquiar enquanto ela fazem seu trabalho eu mexo no meu celular e percebo que muitos estão me parabenizando por estar formando fico bastantes feliz quando a maquiadora acaba ela começa a fazer meu cabelo ela termina me olho no espelho e fico muito feliz com o resultando eu escolhi uma sombra doura com marrom nos olhos e deixei meus lábios com um batom rosinha claro e optei por usar meu cabelo semi preso ela faz uns cachos na ponta é prende meu cabelo atrás e coloca uma prisilha em forma de larco termino de me arruma e vou para meu carro e vou pegar meu vestido escolho um vestido tomara que cai com decote em coração a parte de cima e com bastante brilho e vem com alguns brilhos descendo até a calda que é bastante volumosa, quando termino de me arruma vou para o salão onde acontecerá a formatura logo na entrada tem dois jarros grandes de flores e um tapete vermelho e entrando temos fotos de todos nós com jalecos entrando ao salão a decoração está linda as cadeiras está bem organizado fileira a fileira encontro Rebeca e tiramos uma foto logo fomos conversa com outras pessoas que era da minha classe logo o salão começa a encher de gente não espero ninguém pois sei que meus tios não vão vim fico um pouco triste pois queria que meus pais estivessem aqui mais não vou deixar isso me abalar hoje, quando olho na entrada Vejo Julia entrando e vou logo vela.

-Júlia que surpresa. Digo abraçando bem forte e dando um beijo.

-não iria perde a formatura da minha pequena.Ela novamente me da um abraço e diz no meu ouvido que estou muito bonita, ela resolve se sentar e logo os orador de turma começa a falar e então começa a chamar os nossos nomes quando chega na minha vez me levanto e vou pegar meu diploma agradeço a todos e saio encontro Rebeca conversando com nossas amigas de classe e vou abraçá-las, a formatura acaba e então vamos para a festa chego ao local está tudo lindo e bem decorado o dj já começa a tocar umas musicas então eu resolvo ir pra Pista de dança e logo vem mais gente e a pista já está cheia e fico por lá dançando, sorrindo e bebendo.

1 semana depois....

Hoje seria o dia que eu iria para nova york estou feliz e triste ao mesmo tempo pois estarei deixando Julia aqui sozinha, pego minhas malas e vou colocando elas no carro volto para dentro da casa Me despeço da Julia penso em despedir dos meus tios mais Júlia disse que eles não estão então vou embora chego ao aeroporto e vejo Rebeca ela me da um aceno e vou ao seu encontro.

-está pronta? Ela diz toda eufórica

-claro! Dou um sorriso e logo começa a chamada para o nosso voo entramos no avião e ficando batente papo adormeço e acordo com uma moça me cutucando.

-moça iremos aterrisar agora.agradeço a aeromoça e saio do avião a procura de Rebeca que nem para me avisar que já tínhamos aterrizados aquela vaca vou à procura da minha mala e vejo Rebeca procurando a dela também dou um bronca nela por ter me deixado sozinha no avião e pedimos um táxi, enquanto estamos a caminho do apartamento vejo como nova york é linda fico admirada com tudo,está fazendo um pouco de frio então resolvo colocar meu casaco chegamos ao nosso apartamento ele é bem bonito tem 3 quartos dois têm suíte uma cozinha bem grande e uma sala bem aconchegante vou para o mu quarto e Rebeca para o dela meu quarto e lindo tudo está decorado pois Rebeca que cuidou de tudo do apartamento da decoração e posso dizer que ela mandou muito bem deito na cama e logo Rebeca entra falando para me arrumar que vamos conhecer nova york concordo com a cabeça e começo a me arrumar quando termino fomos logo chamar um táxi e vamos para uma balada ficamos na fila mais por pouco tempo porque rebs começa a dar encima do segurança e ele deixa nos entrar percebo algumas pessoas resmungados mais não me importo vou para o bar e pesso um martini rebs pede o mesmo que eu.

-um brinde para nossa vida em nova york. Brindamos e fomos para a pista de dança começos a dançar ao som de Galantins percebo alguns olhares sobre nos mais não ligo hoje vou curti e encher a cara, depois de longas horas na balada chego em casa bêbada e dando risada por qualquer bobeira nem consigo chegar ao meu quarto me jogo no sofá e durmo, acordo com rebs me chamando.

-vamo acorda o bela adormecida.

-que horas são? Olho ao redor para ver se acho relógio.

-já são 14:30 minha querida. Olho assustada e minha cabeça começa a doer e vou procurar um remédio tomo e vou para meu quarto tomo um banho e coloco meu pijama para ver meus seriados já que não terei nada para fazer,engano meu rebs chega no quarto e diz que vamos sair para ver uma pessoa muito especial não falo nada apenas me arrumo pedimos um táxi e vamos para um restaurante bem chique quando vejo Bernardo sentando em uma mesa a nossa espera fomos até ele o comprimentar

-nem acreditei quando rebs falou que estavam em nova york. Ele diz chamando o garçom e pede o cardápio

-pois é be, agora é pra ficar. Eles nos olha surpreso achei que rebs tinha contado a ele que estamos morando qui agora.

-estão morando aqui?.Faço que sim com a cabeça e ele da um enorme sorriso.

-surpresa . Rebs fala sacudindo a mão e dando risada e ficamos conversando por longas horas resolvemos ir para casa Bernardo oferece carona e aceitamos ele nos deixa em casa e se despede vou para o meu quarto e tomo um banho e vou dormi, o despertado toca e vou me arruma hoje será meu primeiro dia de trabalho vou conhecer finalmente o hospital Mount sinai o hospital mais conceituado de nova york vou para a cozinha faço um misto e começo a comelo,então rebs a aparece na cozinha e começa a fazer uma vitamina para ela tomar, quando terminamos pedimos um táxi e fomos para o hospital.

-não esquece, temos que comprar um carro, porque viver de táxi não dá. Ela diz entrando no hospital e entro logo atrás dela nos separamos é uma moça me chama e diz que o dono do hospital deseja falar comigo fico apreensiva mais não deve ser nada ela me leva até uma sala e vejo um senhor meio velho sentando em uma cadeira lendo uns papéis ele se levanta e vem me comprimentar

-olá Beatriz, me chamo Benjamim Bacci dono do hospital espero que goste de trabalhar aqui. Ele diz com um sorriso bem aconchegante e logo começa me explicar como funciona o hospital .

-entendeu tudo?

-sim ,senhor bacci. Dou um sorriso e me levanto para ir embora.

-sem formalidade Beatriz pode me chamar de benjamim bem vinda ao hospital. Aceno com a cabeça e vou embora uma moça vem até e mim e diz que irá mostrar meu consultório e diz que não preciso me preocupar com minhas coisas de trabalho que o hospital fornece tudo ela me deixa sozinha e dou uma olhada no consultório e vejo um jaleco escrito com meu nome fico imensamente feliz e logo a enfermeira diz que já irei ter um paciente e começo a atender o hospital está bem cheio hoje então chega outro paciente ele está com um corte encima da sobrancelha e um corte pequeno nada grave então percebo que não estou com as coisas adequadas para fazer um corativo nele peso para que ele espere um pouco que vou pegar as coisas necessárias para fazer o curativo entro no elevador e vou até uma sala onde tem tudo que eu preciso e saio com presa quando estou saindo do elevador esbarro em alguém.

-desculpa moço.digo recolhendo minhas coisas que caíram no chão

-você é cega?poderia ter me machucado.Fico incrédula com a arrogância dele e começo a fuzilar com meu o meu olhar

-eu já pedi desculpa! É surdo ou sua arrogância não deixa você similar às coisas? Então reparo o quanto ele bonito ele e branco olhos castanhos e os cabelos escuros bem penteados e está com uma calsa é uma blusa polo verde e percebo que ele está me olhando e penso se tem algo errado comigo.

-não sou surdo, escuto muito bem como enxergo muito bem quando eu vi que quem saiu esbarrando nos outros foi você. Oque ele tem de lindo ele tem de chato fico perplexa com a grosseria desse cara

-você trabalha aqui? Dou uma risada, ele está achando oque que a nova tendência da moda e andar de médica por aí ?

-claro que não é porque está super em alta sair vestida de médica pela rua. Percebo que ele ficou boquiaberto com oque digo como se ninguém o tivesse o enfrentado

-você sabe quem eu sou? Percebo a raiva em sua voz mais não dou a mínima

-claro que sei, você é um ogro! Agora me de licencia mais se você não percebeu o hospital está muito lotado hoje. Digo já sem paciência o meu dia esta corrida e ainda tem um cara chato me irritando, dou as costas e saio rebolando posso sentir o olhar dele em mim

-peque você estava conversando com filho do dono do hospital? Ela diz e então fico em choque ai meu Deus eu xinguei o filho do dono do hospital mal cheguei e vou ser demitida.

-nada. Digo apreensivo e saio vou até meu consultório faço o curativo e fico no hospital até anoitecer quando estou indo embora encontro rebs.

-hoje o dia foi bem agitado né?

-agitado é apelido, estou morta de cansaço. Entramos no táxi e vamos para casa rebs diz para ir me arrumando que vamos comer fora pois nenhuma de nós estamos com vontade de fazer comida, chegamos ao restaurante ele é bem xique e está bem movimentado dou uma leve olhada pelo local e vejo o cara que esbarrei hoje no hospital ele está conversando com uma mulher com certeza deve ser a namorada dele desvio meu olhar quando rebs me chama e vamos sentar em uma mesa, pedimos nosso prato e começo a contar tudo para ela.

-você é louca ? Ela diz dando risada da minha cara

-louca ele começa a me xingar e eu vou ficar calada? Digo fechando a cara

-como você não sabe que ele é filho do dono do hospital até eu sei.

-a desculpa por eu não saber que ele é filho do dono do hospital tenho coisas melhores para fazer do que saber quem é o filho do dono do hospital. Falo bebendo meu suco

-ai grossa.

-desculpa, o dia foi bem estressante hoje.ela da um sorriso e solta um tudo bem e começos a comer e bater papo

-só pra você saber ,ele é âncora de um jornal muito conhecido aqui em nova york. Eu não entendo do que ela está falando ela percebe minha cara de confusão e fala

-o carinha que esbarrou hoje.

-mudou minha vida essa notícia.Digo não dando importância

-ele chama Luiz Bacci. Então falo para mudarmos de assunto mais mesmo assim ainda fico curiosa em saber um pouco mais dele, quando percebo que ele está indo embora com a mulher que estava o acompanhado,deu para percebe que ele está um pouco bêbado e fico o olhando até sumir da minhas vistas terminamos de comer pagamos a conta e fomos embora nos despedimos e cada uma foi para o seu quarto , tomo um banho e deito na cama pego meu notebook e vou procurar Luiz bacci na internet aparece várias fotos dele com uma mulher e uma criança que aparenta ter uns 4 anos mais não é a mesma que o estava o acompanhando hoje no restaurante ele parece bem feliz na foto e percebo que a criança na foto filha dele pois se paresem bastante vou procurando mais até que deparo com uma notícia "o âncora de jornal Luiz Bacci e sua família sofrem um acidente de carro nessa madrugada,até então não se tem mais informações "fico bastante curiosa então resolvo procurar mais sobre o assunto "13/05/2011 morre mulher e filha do âncora de jornal Luiz Bacci depois de serem internadas às pressas no hospital da sua família elas não resistem ao ferimentos e acabam morrendo"faz bastante tempo essa notícia mais posso sentir a dor que ele sentiu quando perdeu sua família resolvo desligar o computador e ir dormi pois amanhã tenho que trabalhar.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...