Paradise

E se tudo fosse apenas uma enganação ? e se a vida perfeita que ela imaginou que teria em outro lugar não seria tão perfeita assim? e se a felicidade dela acabasse toda em um passe de magica ? e se ela fosse iludida ao achar que poderia ser amada ?
Depois de ter tantas decepções e descobertas, ela decide ficar fora por alguns dias, voltando muito mais pior, voltando como uma fera, sem sentimentos e fria, ela mudou e as pessoas não esperavam isso dela.
Ela consegue descobrir oque ha atrás das mascaras de seus amigos, ou pelo menos ela achava que eram, e decide usar isso para virar o jogo e tornar ele do seu jeito, usando isso contra eles.
Tudo mudara em apenas duas noites, noites completamente separadas porém com a mesma lua.
Sua hora está chegando.

8Likes
8Comentários
749Views
AA

4. Piquenique... and party

Acordei muito cansada, queria ficar na cama mais um pouco, até que me lembrei que estava em London, e que não tinha emprego, o bom de estar aqui é que quanto você mais descobre, mais você quer investigar, as coisas aqui são muito legais, não que lá em Los Angeles não sejam, quer dizer, eu amo Los Angeles, mas a rotina de lá era chata de mais, eu podia fazer alguma coisa para tornar ela incrível, mas preferi deixar a minha família e ir pra London com minha melhor amiga. 

-Acorda -disse Jessie me balançando brutalmente, igual a uma assassina maluca - as meninas me ligaram e disseram que elas irão fazer piquenique no Hyde Park, é seu parque favorito, anda logo vamos tomar café ! - ela disse me puxando, eu ainda estava sonolenta. 

Me levantei, fiz minhas higienes, coloquei um chapéu, um short jeans escuro, um top, uma blusa preta colada, sem mangas, e uma jaqueta azul neon por cima, e por fim um all star de cano alto. 

Jessie estava com uma blusa vermelho escuro neon, com babados, e no fim um cinto preto segurando a blusa para que não fique muito larga, uma calça preta e por fim um salto vermelho. 

-Vamos? - ela disse, assenti com a cabeça, pequei meu celular e enfiei no bolso do short, o cartão estava na carteira, guardado com um trident de canela. 

Chegamos ao salão onde estavam sendo servidos o café da manhã, logo peguei uma bandeja e comecei a me servir com Jessie. 

Logo sentamos a uma mesa, estávamos comendo até que eu vejo na outra mesa, dois meninos, um alto do cabelo cacheado, e um baixo do cabelo loiro, eles estavam nos fitando, ou deve ter visto algo atrás da gente, me virei pra olhar também, curiosidade não mata, não tinha ninguém atrás da nossa mesa, voltei e fiquei fitando eles também, com uma cara de quem está desinteressada, o cacheado arregalou as sobrancelhas, e o loiro riu. Voltei ao meu café como se nada tivesse acontecido, passou um minuto, os encarei, estavam comendo e nos encarando ainda. 

-Você gostou daquela nova musica do Justin Timberlake com o Michael ? - Jessie disse do nada, me fazendo a encarar. 

-Como não gostar? - eu disse com um sorriso brincalhão nos lábios.

-Baby, love never felt so good,  And I doubt if it ever could, Not like you hold me, hold me - ela disse cantarolando um verso bem baixinho. - ele é um sexy, gostoso, garanhão -ela disse sorrindo.

-Quem? o Michael? - fiz uma cara muito estranha. 

-Não sua lerda, o Justin - ela disse, suspirando. 

-Bieber ou Timberlake ? - disse tentando conter o riso, ela olhou pra mim com uma cara como se fosse obvia. - Ta bom - eu ri 

Olhei de novo para os dois garotos, e eles estavam encarando segurando o riso, não aguentei. 

-Perdeu algo aqui? - disse fazendo uma cara de nojo. 

-Não, é que meu amigo aqui tem certas intenções com uma de vocês - o cacheado disse olhando para o loiro. 

-Mas não v... - eu ia dizer algo, até que a Jessie tampou minha boca e disse:

-Mas não sabemos nem o nome de vocês - ela disse - não conhecemos vocês. 

-Eu sou o Christopher,  e esse é o Joseph - o cacheado, digo Chris, disse. 

-Ta mas e dai? - eu disse fazendo um ar de ironia. 

-Só estava resolvendo a pergunta que sua amiga fez - ele disse com um tom mais ironico ainda. 

-Ela não fez uma pergunta, foi uma afirmação, mereço, vai ficar com ele? - eu disse perguntando a ela. 

-Não, mas você vai - Jessie disse me dando um sorriso. 

-Não, não vou! - eu disse fazendo uma cara horrível. 

-Ah qual é, você tem que aproveitar a vida, beijar muito, sair por ai, não pode ficar encalhada pra sempre - ela disse falando um pouco alto. 

-Eu não quero beijar ninguém, eu não vou ser uma vadia que acabou de conhecer o cara e já vai beijar ele, espalha pro resto do mundo que eu estou encalhada também - eu disse bufando. 

-Ok então podemos esquecer isso? - Jessie disse dando um sorriso meigo. 

-Ok, ok, e vocês dois, nem uma das duas está interessada em vocês. - eu disse me levantando, Jessie se levantou comigo e saímos antes de ele dar sua resposta. 

-Como vamos encontrar elas lá no parque se elas estão com o carro? - eu disse olhando para Jessie, estávamos andando pela Westminster Bridge, perto ao Big Ben.

-Ali perto do Big Ben tem um ponto de ônibus - Jessie disse olhando para o ponto, andamos até lá, estávamos olhando os pontos que tinham a ir ao parque, o oficial era o Via Park Ln/A4202, mas também tinha o Via A302 e N Carriage Dr, estávamos esperando pelo ônibus a 20 minutos até que chegou o ônibus Park Ln/A4202, entramos e fomos ao parque, demorou cerca de 14 minutos para chegarmos até lá, por mais que apé seja mais fácil, a gente não gosta de andar muito apé, e quando eu digo a gente significa Jessie, quer dizer, nem é tão longe, é só 3 km, chegamos até la, estava olhando as pessoas sentadas conversando animadamente, ou homens/crianças/mulheres jogando um frisbee, ou uma vareta a seus cães, pessoas dormindo com seus gatos, aqui parecia um ambiente tão feliz, até que ouvi um barulho de algo caindo na água e gargalhadas eufóricas de alguém que detectei ser Lindsay, me virei olhando para o lago, onde Nath estava tomando um banho magnifico, jogando água para cima. 

-Finge que não conhece, finge que não conhece - disse Jessie passando sem olhar no rosto delas eu ri, Nath saiu do lago e puxou Jessie pra ir com ela, no que deu nas duas dentro do lago, uma tentando afogar a outra, como uma guerra, isso é uma coisa normal do dia-a-dia quando se está com elas é sempre diversão, eu e Lindsay estávamos rindo que nem malucas chamando a atenção do parque inteiro. Até que: 

-Oque estão fazendo ai ? - disse um senhor que aparentava ter 40 anos, com um uniforme - aqui não é lugar para crianças ! - ele disse furiosamente. 

-Aqui também não é lugar para idosos - eu disse - aqui não é asilo, volta pra lá veio furico - eu disse um pouco alto, algumas pessoas ali riam baixo, já as minhas amigas ( encharcadas ) riam muito alto. 

-Nath acho que é a sua vez de negociar - eu disse rindo e a puxei. 

-Eu peço sinceras desculpas, a gente estava apenas fazendo uma brincadeira, aproveitando a vida... 

-Enquanto não ficamos velhas que nem o senhor - disse Jessie sussurrando, eu acabei rindo e Lindsay também. 

-Então a gente pode ficar por aqui? prometemos que não vamos atrapalhar mais, e se atrapalharmos pode nos expulsar do parque, hoje, eu sei que aquilo incomodou o pessoal, mas a gente está aqui para se divertir, esse é o objetivo certo? - disse Nath fazendo sua melhor cara de anja com seu cabelo molhado. 

-Certo, mas a próxima é expulsão na hora! - ele disse em tom raivoso e saiu de lá. 

-Chuta que é macumba - Jessie disse se referindo ao fato que Nath conseguiu convencer o guarda a nos deixar ficar no parque. 

Nath se curvou, como se fosse uma atriz de cinema sendo aplaudida, assim que ela o fez começamos a bater palmas. 

-Agora, quem quer me dar um abraço? - ela disse fazendo uma cara de psicopata e rindo. 

-Eu não, você está molhada - eu disse como se fosse obvio e todas olharam para mim com cara de taxo - oque eu disse? - perguntei a elas. 

-Ai meu Deus você é tão lerda -Jessie disse me encarando. 

-Ok ok, mas qual foi a graça? - eu disse. 

-Ela falou essa coisa de abraçar como se fosse obvio que ela ia deixar alguém molhada, e você não deve ter entendido, pelo que entendemos você fez um avá mais avá que avá - Lindsay disse fazendo uma careta. 

-Eu não entendi, mas vou fingir que entendi - eu disse afirmando com a cabeça e sorrindo. 

-Não vou nem explicar - Jessie disse colocando as mãos para o alto, e do nada Nath agarrou Lindsay e a abraçou deixando a menina toda molhada. 

-Se salve, Megan - Lindsay começou com seu drama. 

-Eu não vou sem você !! - eu disse, mas logo depois olhei para Jessie que tinha um olhar perverso em seu rosto, sai correndo o mais rápido que pude dali, Jessie saiu correndo atrás, ela estava um pouco longe de mim, então eu tinha tempo, mas mesmo assim neguei diminuir o ritmo da corrida, até que tropecei em algo e rolei na grama, parando na mesma deitada de costas para baixo, quando levantei a primeira coisa que vi foi Jessie passando a mão na cabeça de um cachorro um Golden, olhei para o outro lado e observei uma menina de cabelos loiros, muito mais do que o loiro da Lindsay, caída na grama, estendi a mão para ela ela a pegou e logo a puxei, onde ela parou de pé. 

-Desculpe, eu sou meio desastrada assim - fiz uma careta - é serio me desculpa mesmo - eu disse sem nem mesmo saber no que eu tropecei. 

-Tudo bem - a menina disse, ela quase caiu, só que eu a segurei, senti uma dor forte no meu tornozelo, quase que caio com a garota, só que Jessie a segurou também, e deixou o cachorro de lado, só que ela ainda estava segurando a coleira dele, acho que o cachorro é da menina que caiu. 

-Nossa tropeçar em uma coleira, que feio, quase que machuca o cachorro - Jessie disse. 

-Você está bem mesmo ? - eu disse. 

-Estou, estou - disse ela. 

-Como é seu nome ? - disse Jessie com um ar de curiosidade. 

-É Elizabeth, mas podem me chamar de Eliza - ela sorriu mostrando suas covinhas que mais pareciam crateras, elas eram lindas, queria ter essas covinhas. Logo depois que conseguimos acalmar Eliza, Nath e Lindsay estão chamando por nós. 

-Quer ir com a gente? - disse Jessie. 

-Se não for incomodo - ela sorriu, pegando a coleira/guia e sentando com a gente, nesse tempo que estivermos a acalmar a Eliza, as meninas organizaram o piquenique, ela prendeu o cachorro, ou Lillo na arvore, ou melhor no galho, ele ficava deitado e ar vezes perseguia as borboletas enquanto comíamos os sanduíches que nós mesmas preparávamos na hora, eu estou pensando nesses dias, e se eu não tivesse conhecido Nath? e se Jessie não tivesse abrido sua boca grande? será que saberíamos que aquela mulher que parecia tão séria é uma extrovertida, engraçada e ainda por cima responsável? eu acho que ninguém sabe dos problemas de ninguém por aqui, acho que ninguém sabe da vida de ninguém, só eu da Jessie e a Jessie da minha, só Nath da Lindsay e Lindsay da Nath, e da Eliza? ninguém sabe nada da vida dela, vai que por trás dessa pessoa bondosa existe o capeta em pessoa, isso é tão estranho. 

-No que está pensando ? - Jessie disse me olhando com uma cara de duvida enquanto Nath, Lindsay e Eliza conversavam, até que todas pararam para ouvir minha resposta: 

-A gente deveria fazer algo, como verdade ou desafio, estou pensando nisso - disse apenas a primeira coisa que estava em minha cabeça. 

Jessie deu um sorriso perverso, pegou uma garrafa e a girou sem esperar se os outros responderiam sim ou não para o jogo. 

-Jessie pra mim - disse Lindsay com um sorriso no rosto - escolho desafio. - coitada, tenho piedade da Lind. 

-Você vai ter que alimentar aquele cisne ali, perto do memorial Diana, com esse pedaço de pão - disse Jessie entregando um mini pedaço de pão para Lind, Lindsay me olhou com um olhar de espanto. 

-Vai ter que fazer querendo ou não. - Jessie disse com um sorriso maligno, Lind foi até o cisne e estava chegando bem perto, quando chegou bem perto mesmo, o cisne pulou encima de Lind que saiu correndo e acabou subindo encima da arvore para se salvar. 

-Parece um gato fugindo de um cão - Eliza disse rindo, rimos juntas de nossa amiga retardada encima da arvore que disse "MIAU". 

Eliza pegou a coleira/guia do seu cachorro que a puxou para correr atrás do cisne, o cisne saiu correndo, e entrou na água mergulhando sua cabeça lá e jogando água para trás, Eliza voltou e colocou a coleira/guia no galho outra vez enquanto Lind descia da arvore, logo estávamos todas juntas de novo quando uma musica "Sunshine" do Twista começou a tocar. 

-Alô - Eliza atendeu o celular - Sim, estão prontas para a entrega - ela disse depois de alguns segundos - cala a boca !! eu não sou escrava alguma sua ok? - ela disse em tom raivoso - Ah que legal, posso levar umas amigas? elas irão adorar - ela disse em tom alegre, ela deve ser bipolar só pode. - vê se não come nenhuma delas, elas não são meninas de uma noite, beijos, te amo - ela desligou e voltou a nos encarar - bem era meu colega de trabalho, ele é bem pegador e eu sei que vocês não são...

-Eu sou menina de uma noite sim, ele e bonito? - Lind disse bem rápido

-Pra mim não. - Eliza disse rindo

-Deixa pra lá - Lind disse um pouco decepcionada. 

-Continuando, vai ter uma festa na casa de um amigo dele, que também é nosso colega de trabalho - ela disse mas Jessie interrompeu. 

-No que vocês trabalham ? - perguntou Jessie 

-Bem...é... trabalhamos... -senti um leve desespero no ar - a gente trabalha na Apple Store, e bem ali atrás, 235 Regent St, London W1B 2EL - ela sorriu. 

-Ata - Jessie disse com fascinação - eu amo a apple - ela disse sorrindo, seu sorriso era gigantesco.

-Continuando - Eliza disse - ele deixou eu convidar vocês para a festa que vai ter... então vocês aceitam? eu prometo que vai ser muito legal e divertido, vai ser essa noite- ela parecia desesperada por nossa amizade. 

-Eu aceito - Nath disse - quando eu chegar em casa a primeira coisa que vou fazer é escolher minha roupa. 

-Então somos duas meu bem - Lindsay disse fazendo um toca aqui com a Nath. 

-E eu também - Jessie disse, agora todas estavam olhando para mim. 

-Não vou ter escolha? - eu disse 

-Não - Jessie disse sorrindo. 

No resto da tarde (já que comemos o nosso almoço lá) ficamos brincando com o Lillo, jogávamos tudo, ele pegava e devolvia, quando cansamos deitamos na grama e começamos a formar nas nuvens varios desenhos estranhos até dar um certo horário em que Nath e Linds foram buscar algo pra comer e beber no Starbucks, que se eu estiver certa será donuts de chocolate, comemos e bebemos nosso café, brincamos que nem crianças bobas de pega-pega e esconde-esconde no parque, foi uma tarde emocionante, nos despedimos de Eliza, Nath e Linds foram embora e eu e a Jessie fomos de apé para a o hotel, essa semana estava passando tão rápida, cada vez mais, mas não estou nem um pouco preocupada sobre minha mãe mandar meu primo me buscar e me levar de volta a Los Angeles, eu estava me arrumando para a festa, eu coloquei uma calça preta colada, rasgada no joelho, uma blusa decotada, não muito, preta com o simbolo da Nirvana nela, e por fim um salto amarelo, meus cabelos soltos com um certo volume, Jessie estava com um vestido preto bem curto mostrando suas pernas grossas e lisas, e na parte dos bojo, no vestido, era bem avermelhado, ela colocou um salto vermelho, seus cabelos ruivos soltos, ondulados, quando abrimos a porta, Jessie, Nath, Linds e Eliza começaram a gritar, e eu só fazendo careta no meio de tudo aquilo, elas estavam gritando coisas como "prontas para a festa?" e "oh yeah" reparei bem nas roupas das meninas, Nath usava um vestido bem curto preto com a parte do bojo roxo, Linds usava um vestido preto com a parte do bojo verde, e Eliza usava um vestido preto com a parte do bojo amarela. E seus saltos com as determinadas cores do bojo. 

-Vocês combinaram? - eu disse com uma cara de nojo. 

-Yeah - Linds disse. 

-Quando isso? - eu disse indignada. 

-Quando você foi jogar o graveto pro Lillo, a ideia foi da Nath - Jessie disse. 

-Agora vai por o seu -Eliza nos mostrou a sacola, agora sei porque Jessie queria ir de apé, ela me fez parar em uma loja para comprar aquele vestido, e deve ter pedido para as meninas comprar um meu, já que perto dela eu iria negar, mas dado de presente eu iria aceitar, que peste. 

Eu peguei o tecido e o pus, mas antes de sair eu pus um short por baixo, eu odeio a sensação que o vestido curto me da, pus o salto azul, combinando com o bojo do vestido e sai, dando uma voltinha com a cara mais feliz e falsa que pude fazer, aonde recebi aplausos, bufei, entramos no carro...

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...