Paradise

E se tudo fosse apenas uma enganação ? e se a vida perfeita que ela imaginou que teria em outro lugar não seria tão perfeita assim? e se a felicidade dela acabasse toda em um passe de magica ? e se ela fosse iludida ao achar que poderia ser amada ?
Depois de ter tantas decepções e descobertas, ela decide ficar fora por alguns dias, voltando muito mais pior, voltando como uma fera, sem sentimentos e fria, ela mudou e as pessoas não esperavam isso dela.
Ela consegue descobrir oque ha atrás das mascaras de seus amigos, ou pelo menos ela achava que eram, e decide usar isso para virar o jogo e tornar ele do seu jeito, usando isso contra eles.
Tudo mudara em apenas duas noites, noites completamente separadas porém com a mesma lua.
Sua hora está chegando.

8Likes
8Comentários
749Views
AA

10. A Proposta

Jessie Well - ON 

Era 06 AM... Eu já tinha pegado tudo, exatamente tudo sobre a vida do pobre infeliz, eu quero acabar com a vida dele simplesmente arruinar com tudo de bom nela, pelo simples ódio que eu tenho sobre ele mas ao mesmo tempo quero conseguir informações necessárias para tudo oque ira acontecer, eu posso ser tão ruim quanto eles disso todos já sabem, deveria existir uma placa em frente a minha casa "Cuidado, garota vingativa", ou algo assim. Quando se metem comigo eu posso tornar a vida da pessoa um inferno, faço algo mil vezes pior do que qualquer um faria. Mas agora minha concentração não era nisso e sim em Niall dentro do Starbucks, adentrei o local e logo me sentei em uma mesa longe dele, apenas a observar se vai ter alguém que vai dificultar as coisas, digo uma garota que irá se meter e se foder. Estou pensando aqui comigo, se não seria mais fácil ir até lá e fazer o jogo de perguntas e respostas,  mas está obvio que não. 

Um grande lembrete para se lembrar de momentos como esse é: Nunca, jamais, nem em um milhão de anos, deve se confiar em um assassino. 

Acho que essa frase também serve para mim, oh sim eu seria capaz de matar qualquer um que venha a interromper meu caminho para a vitoria, até matar qualquer um de meus inimigos se for possível, ameaçar de morte quem sabe. Nesse momento você pode achar que sou tão maluca quanto eles, talvez seja verdade, aos 14 anos eu e uma amiga minha sempre fazíamos as maiores merdas que você pode imaginar, uma conta que também se deve aprender é que: Psicopata + Jessie = Morte, aquele ano foi o mais maluco de todos, ah sim no tempo eu morava em Las Vegas e incendiei uma casa junto de minha amiguinha. Mas isso não vem ao caso. 

Depois que ele tomou seu café e se levantou para pegar a conta foi ai que meu plano começou a ativa, peguei meu café e me levantei cuidadosamente para não deixar nenhum ruido escandaloso a ponto de o chamar a atenção, caminhei até certo ponto e me sentei próximo ao caixa o observando pelo canto dos olhos. 

-Ah sim, eu também quero o seu número - ele deu um sorriso irresistível, pelo menos a parte dela, nada com oque se preocupar com um namorador. A menina instantaneamente corou, e eu fiquei com uma vontade de rir imensa porque realmente, parecia aquela coisa de fanfic, eles conversaram mais um tempo e logo quando ele se preparou a se virar, me virei rapidamente e dei dois passos a frente até que ele se virou ao mesmo tempo e eu acabei caindo e derrubando café em mim mesma. 

Tudo de acordo com o plano Jessie, tudo de acordo com o plano. - a voz se repetia em minha mente várias vezes. 

Logo ele me ajudou a levantar, e também pegou meu gorro caído no chão. 

-Me desculpa - eu disse pegando meu gorro. 

-Ah não não tem de... você é a garota da festa certo, amiga da Eliza? - ele disse dando um sorriso encantador, pelo menos na vista de outras pessoas, esse sorriso iria sumir no seu ultimo segundo de vida. 

Eu não estava planejando mata-lo, não por enquanto - sorri com meu pensamento, e acho que ele acabou entendendo que o sorriso era pra ele pois alargou mais o sorriso dele. 

-Sim, sou - eu disse fingindo estar tímida, mas por dentro queria só rir. 

-Oque anda fazendo por aqui? 

-Ah to fazendo umas compras para a casa, e tomando meu café aqui como você pode perceber. - dei uma mexida no meu cabelo antes de colocar o gorro novamente. 

-Então eu posso te ajud... -ele ia continuar mas logo viu uma mensagem e olhou para fora, Zayn (o DJ, fiz uma pesquisa enorme no caso) estava lá parado encostado em seu carro, ótimo sempre alguém a atrapalhar e se meter no meu caminho. - ah me desculpa eu tenho um compromisso agora, tenho que ir, nos vemos outro dia, me liga - ele disse colocando um papel no bolso da frente de minha calça e me dando um beijo na bochecha e indo logo em disparada a fora. 

Bufei, sempre tinha alguém a estragar meu plano, grande merda. 

Megan Smith - ON 

Acordei e observei meu relógio, 10 AM, ainda era cedo, me virei e continuei a dormir, mas logo ouço uma voz me chamando. 

-Megan - identifiquei ser Harry - veste uma roupa, nos encontramos lá em baixo. 

"Veste uma roupa" não leve isso no mal sentido, eu estava de pijama, um pijama de ursinhos e enorme ok? eu to tão cansada, nem fiz nada de mais ontem eu sei, mas pra que me acordar a essa hora? eu ainda não me acostumei com o horário do trabalho e eu só vou trabalhar de vez em quando já que sempre dou desculpas esfarrapadas, e parece que meu chefe nem liga muito já que estou de excesso lá, e dependendo das minhas vindas e de meus comportamentos ganho meu salário e tal, nada a se preocupar. Na verdade existia uma coisa sim, mas parei de pensar logo que senti o duro e frio chão. Ele me derrubou da minha cama. 

-QUE MERDA !! Me deixa em paz - eu disse indo de volta para a cama, podia ser exagero mas eu odeio quando me acordam ou quando fazem essas brincadeiras. 

-Não é brincadeira - como se ele lê-se minha mente-  vamos seus amigos estão nos esperando, eu vim te chamar e pare de me tratar com desrespeito - ele disse e logo se sentou na cama - e Eliza, pare de ouvir a conversa. 

Logo me virei na cama e vi a Eliza entrando no quarto e Harry dando um sorriso vitorioso. 

-Como sabia que eu... - Eliza iria continuar mas foi interrompida pelo idiota, ou melhor Harry.

-Você é tão previsível - ele disse dando uma risada - logo quando me ofereci pra chamar a Megan você foi "tomar água" isso já não foi o suficiente ? agora me diz porque anda me seguindo pra todo lugar quando vou me encontrar com alguém? 

-Você sabe - ela quase sussurrou. 

-Que ciumes possessivo - ele deu uma gargalhada - você precisa esquecer essa merda toda. 

Ah sim, ela gostava dele, eu estou só de vela de uma briga idiota, sem razão e além de tudo isso nem comecei a me arrumar, fiquei sentada só os observando. 

-Que merda toda? - ela disse como se fosse obvio, o amor deixa as pessoas cegas, burras, e totalmente sem razão. 

-De correr atrás de mim, não existirá nada, eu repito NADA, entre a gente - ele disse calmamente se levantando e ficando maior que ela. 

-Não custava tentar - ela disse dando ombros.

-Não custava tentar? isso que você diz? você passa todo minuto do dia me seguindo, ou perguntando ao Zayn sobre mim, já não acha isso de mais? se fosse pra tentar você teria sei lá, dado o primeiro passo? 

-Eu posso sair? - eu disse mordendo meus lábios com força. 

-Sai - Eliza disse mas logo Harry respondeu: 

-NÃO, ela fica - ele disse com o melhor sorriso possível, que loucura que estava acontecendo ? não estou entendendo nada, provavelmente ele disse isso pra provocar a Eliza. 

-PORRA, eu cansei de correr atrás de você e você não me dar valor, e só da valor as garotas que nem te querem - ela disse apontando pra mim - eu não sei se você sabe mas eu estou completamente apaixonada por você, porque você não entende isso? que merda ! 

Ele mantinha seu rosto normalmente, com o sorriso sínico que o acompanhava. 

-Eu não estou dando encima dela, isso ai e coisa da sua cabeça porque você esta completamente possessiva por mim, e eu não sei se você percebeu mas se você esta correndo atrás de mim a muito tempo, e porque você acha que não ta dando certo ? - ele disse e eu já vi os olhos da Eliza se arregalarem - porque eu NÃO te amo. 

Logo ela pegou uma arma dentro de seu short na parte de trás e logo apontou pra própria cabeça. 

-ELIZA NÃO FAZ ISSO - eu disse - VOCÊ NÃO VAI FAZER NADA? ELA E SUA AMIGA PORRA. 

-Uma coisa que eu aprendi durante a minha vida é não ter sentimentos - ele disse dando um sorriso enorme. 

-Me desculpa Megan, me desculpa, você deve estar assustada com a arma e... 

-Ela já sabe - ele fez uma cara como se tudo oque ela estivesse fazendo fosse patético. 

-Como assim você contou tudo pra ela? - Eliza fez uma cara de indignada. 

-Ela estava no beco. 

-Ah claro, mais um motivo pra mim acabar com minha vida - Eliza disse dando um aperto fraco no gatilho. 

-Eliza, para com essa porra de drama, que merda, te enxerga esse garoto não merece alguém como você - nesse momento ele estava acendendo um cigarro e observando a situação calado - você não percebe ? que quem está de olho no que não pode ter é você não ele ! 

-Mas é qu... - nesse momento aproveitei a distração dela e fui até ela rapidamente jogando a arma no chão conseguindo assim dar um disparo para o teto que logo o mesmo pingou sangue. Nós três nos entreolhamos e fomos rapidamente para o andar de cima, conseguindo abrir a porta com o grampo de Eliza. Entrei no local primeiramente observando o corpo agora jogado no chão, era um homem parecia velho, Eliza foi a ultima adentrando o lugar e fechando a porta. 

-Ótimo, mais um pra minha coleção - Eliza disse revirando os olhos 

-Pare de reclamar, quem foi que começou com aquela merda toda foi você, a culpa é sua - Harry disse voltando a dar outra tragada em seu cigarro. 

-Não fui eu quem tentou tirar a arma da minha própria mão - ela vai jogar mesmo a culpa em mim, ok. 

-Eu não sei se você percebe mas, a dramática aqui é você ok ? você tentou se matar e eu só estava tentando impedir enquanto o seu amigo verdadeiro de merda estava parado sem fazer nada, você estava tentando se matar por uma possessão que você tem por esse cara - apontei para o Harry - então não jogue a culpa em mim, jogue a culpa em si mesma, você causou tudo isso, o problema é seu - eu disse passando pelos dois, ou melhor no meio deles e os empurrando um pouco pelo ombro, mas antes me virei pra ver a expressão que eles tinham, Harry estava sorrindo de um jeito diabólico porém orgulhoso para mim e Eliza mantinha sua cara fechada - é melhor alertarem logo a policia ou sei lá, ele ainda pode estar vivo e... - eu ia dizendo, mas logo o Harry pegou a arma atrás de sua camiseta e atirou no peito do cara, três tiros certeiros.

-Problema resolvido. - ele disse dando uma leve soprada na arma, e voltando a guardar atrás de sua camiseta. É impressionante como eles são equipados com silenciador e tudo mais. 

-Vou fingir que nada aconteceu - eu disse por fim. 

-Faça isso mesmo, provavelmente Harry está de vigiando não? - ela disse olhando pra ele e ele acenou com a cabeça - então qualquer falha sua, você morrerá. 

-Ele não é o único sem sentimentos por aqui - dei um sorriso provocador. 

-Ah não mesmo - ela disse sorrindo - e agora, Harry dê um jeito nisso tudo, vamos embora desse apartamento o mais rápido possível - é eu esqueci de mencionar que na verdade minha "casa" é um apartamento, mas vamos chamar de casa. - se descobrirem a gente, estamos fodidos. 

-Correção, vocês estão. 

-Provavelmente você esteja envolvida aliais quem tentou tirar a arma da mão dela foi você - Harry disse jogando seu cigarro no chão e pisando encima do mesmo. 

-Olha aqu... - eu ia começar a dizer várias merdas na cara dele porém Eliza me interrompeu: 

-Vamos rápido não temos todo tempo do mundo, Harry arrume as coisas vou lá pra baixo com a Megan. 

Harry bufou enquanto eu e a Eliza dávamos a meia-volta  e descíamos as escadas, quando no meio do caminho ela disse: 

-Oque eu disse é serio, qualquer erro e você estará morta - ela disse seria, ah ela achava que eu estava considerando tudo aquilo uma brincadeira ? eu já ia retrucar porém Nath chegou rapidamente dando um abraço em nós duas ao mesmo tempo. 

-Oi bixas - ela disse animadamente - nossa eu já estava indo procurar vocês - imagina se achasse, eu dei uma risada meio eufórica imaginando a situação. 

-Do que está rindo ? - Nath me perguntou e eu balancei a cabeça recebendo o olhar negativo de Eliza. 

-Não é nada não - eu disse

-Vocês estão aqui, mas e o Harry? vou lá chamar ele - Nath disse passando por nós duas. 

-Ele foi... - Eliza ia dizendo porém eu a interrompi. 

-Nath, pelo amor de Deus, quieta um pouco garota... ele só foi resolver umas coisas com um amigo dele do 8° andar, alguma coisa sobre ele dever o Harry sei lá - eu disse sorrindo, era melhor em mentiras do que Eliza isso é fato. Ela estava me olhando com uma cara de quem iria me assassinar a qualquer hora. Eu ri desse pensamento porque isso era verdade, ela poderia me assassinar a qualquer uma de nós a qualquer hora

-Ok Meggie, vamos?

-Ok Nath - eu respondi

Fomos logo para o local combinado, Hyde Park, ah merda como eu gostaria de estar longe desse lugar algumas semanas atrás, longe da Eliza que trouxe essa merda toda pra nossa vida, logo quando chegamos lá fomos bem recebidas pelo Niall, Zayn e Jessie.

-Oque vocês dois estão fazendo aqui? eu não lhes dei... - Eliza iria continuar mas logo percebeu que Nath e Jessie estavam a olhando fixamente, agora eu não sou mais um problema não é? 

-Eu encontrei a Jessie no Starbucks hoje de manhã e pensei em compensar ela em uma vinda no parque, já que eu não pude passar muito tempo com ela, ai o Zayn insistiu em vir junto e a Jessie teve a ideia de chamar a Nath, só que a Nath quis chamar vocês duas, o Harry e o Liam, o Liam recusou na hora mas o Harry aceitou e disse que estava perto da Megan e que poderia se dar o trabalho de chamar , e oque era pra ser um encontro entre duas pessoas acabou se tornando um encontro em grupo  - Niall disse revirando os olhos enquanto minha mente estava toda confusa. 

-Ah sim - Eliza disse tentando disfarçar a raiva oque não deu muito certo já que ela estava fechando seu punho com muita força, ela realmente não queria que tivéssemos nos envolvido com eles, a vida dela era uma loucura e ela não queria tornar a nossa uma loucura também. Ou pode ser o ciumes possessivo dela, eu vou mais na opção do ciume possessivo depois da cena que vi no quarto. 

Logo eles começaram a conversar assuntos aleatórios, e minha mente não saia de tudo que andou acontecendo esses dias, a perseguição, o beco, tudo, a desconfiança, realmente tudo porque minha vida andou tão rápido. Quando voltei a realidade percebi que a Eliza e Jessie estavam se olhando com um olhar mortal. 

-Porque você não deixa a gente se comunicar ?? eu e os garotos?? - Jessie disse com raiva - eu sabia que a Nath não deveria ter te chamado, você é tão fresca que dói na alma, é só uma conversa para de encher o saco. 

-Você não sabe de nada. -Eliza respondeu rapidamente.

-Talvez eu saiba mais do que você acha que sei - Jessie respondeu com um sorriso. 

Eliza me olhou com raiva, ela estava pegando fogo, enquanto Nath conversava abertamente com o Zayn, e eu e o Niall ficávamos observando a briga, mandei um olhar pra Eliza e logo balancei a cabeça de um lado para o outro negando algo que ela ache que eu tenha contado a Jessie. Logo o Harry chegou e acabou todo o clima e todos voltaram a conversar normalmente e de vez em quando Jessie e Eliza trocavam olhares raivosos, oque eu achava daquilo tudo ? uma merda, estava separando nossas amizades, e impossibilitando da gente ter amizade com os garotos não que isso fosse possível, Eliza realmente tem defeitos e qualidades, mas a Jessie só vê o lado ruim das coisas e quase nunca o bom. Não sei oque está acontecendo com ela hoje. 

Jessie Well - ON 

Zayn me olhava fixamente, como se quisesse me dizer alguma coisa, ele não tirava os olhos de mim durante o "passeio" que fizemos se é que podemos chamar assim, mesmo quando ele conversava aleatoriamente com a Nath, ele dava olhares rápidos para mim e agora, retribuindo os olhares dele ele se levantou e disse: 

-Vou tomar água - ele disse e sorriu para Nath e logo deixou o grupo, indo para um lugar afastado, enquanto agora a Nath conversava alegremente com o Niall, a culpa não é minha se eu resolvi chamar a Nath pra não deixar o Zayn de vela e ficou esse excesso de pessoas. Mandei uma mensagem a Nath de brincadeira mas ela vai entender que eu estava falando sério. 

Jessie Well: Oh vadia !! sai, esse já é meu!! 

Demorou algum tempo até ela responder: 

Nathallie Roth: Já estou ligada em suas segundas intenções com ele Jessie.

Eu ri enquanto eu e Nathallie nos entreolhamos. 

-Então pessoal - disse Harry chamando a atenção de todos - eu e a Megan temos planos pra agora. 

-Oque é ? - Acho que vocês já sabem quem falou, se for Eliza, você acertou. 

-Não é da sua conta - Harry sorriu enquanto eu ainda buscava uma explicação pra eles estarem tão colados, logo Harry se levantou e olhou para Megan com um olhar... de duvida, mas logo ela se levantou e eles saíram de lá como o vento. 

Quase me esqueci de que tinha que conversar com o Zayn. 

-Então - eu disse me levantando também - eu vou no banheiro. - eu sorri e dei um beijo na bochecha do Niall, apenas para provocar Eliza e seguir com meu plano, no meio do caminho mandei uma mensagem pra ele: 

Jessie Well: Sabe, na próxima vez que nos encontrarmos ... espero que seja a sós ... :) 

Logo obtive a resposta. 

Niall Horan: Escondido de preferência ... hahahahahah -- meus amigos não largam do meu pé ¬¬ 

Ótimo, isso significa que eu ainda estava na jogada, eu estava andando em frente tentando achar o Zayn, e logo percebi que ele estava fumando próximo ao lixo, fui até ele e logo quando cheguei ele disse:

-Que bom que entendeu meu recado - ele disse com um sorriso torto.

-Com você me olhando o tempo todo, como não entenderia - eu disse revirando os olhos.

-Porque demorou tanto? 

-Porque se eu fosse logo depois de você iria deixar suspeitas.

-Esperta - ele disse sorrindo - gostei.

-Então... sobre oque você quer conversar ?

-Eu tenho uma proposta, acredite você irá gostar.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...