Last First Kiss

Okay, o que falar da Carol? Provavelmente a pessoa mais complicada e confusa que exista no universo. Sua vida é uma bagunça, não tem nada que ela olhe e diga "isso está certo". Por que obviamente, se não consegue nem botar os pensamentos em ordem, imagina sua vida. Zayn, Liam, Louis , Niall e Harry , são esses seres que dai sentido a vida da garota. Ela faz de tudo por eles, assim como eles a amam como a irmã mais nova...

39Likes
83Comentários
15074Views
AA

23. galinha

Niall's pov

Fazia muito tempo que ela não era minha, e parecia que ela estava com vergonha perto de mim. Ela se sentou de frente pra mim e logo mudei a cadeira pra mais próximo dela, ficamos o jantar inteiro conversando e dando uns beijos de vez em quando. Passei minha mão pela sua coxa e começamos um beijo calmo, totalmente apaixonado. E então meu celular tocou.

-CACETE- gritei tirando ele do bolso.

Nem olhei o visor, apenas desliguei o aparelho. Carol me olhava sorrindo.

-você é tão lindo. Porque gosta de alguém como eu?- ela perguntou docemente.

-você é a menina mais linda que eu já vi, e a mais nervosa, grossa e sem paciência que eu já conheci. E isso tudo fez eu me apaixonar por você.

Ela riu e voltamos a nos beijar.

-Carol?-perguntei totalmente extasiado pelo seu beijo.

-sim?-sua voz denunciava que ela não estava tão diferente de mim.

-eu to com medo de fazer algo errado.- falei enquanto ela se sentava no colo.

-eu sou toda errada- ri e voltamos a nos beijar.

Tirei sua blusa e ela já estava sem sutiã, em seguida tiramos o resto das roupas, ainda no meu colo, ela se abaixou na direção das minhas pernas (..) ela voltou, se sentando no meu colo e eu fazia movimentos lentos, como se fosse a sua primeira vez. Como se fosse a nossa primeira vez. "Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera".

Depois de ficarmos deitados no chão, apenas juntos, fomos limpar a louça.

-meu deus do céu-falei me referindo ao jeito que ela lavava louça- o que está fazendo?

-lavando a louça- eu ri e peguei a esponja da mão dela.

-deixa que eu faço isso

-você é muito malvado sabia?-Era sempre assim, as vezes eu achava que ela era uma criança, não sei como ela conseguia ser tão boba e tão madura ao mesmo tempo.

-sabia, e sabia que você tem uma bunda enorme?-ela riu e me abraçou por trás, enquanto eu passava água nos pratos. Ela me soltou e foi assistir tv.

-AÍ MEU DEUS NIALL OLHA ESSA PORRA- ela gritou e fui ver do que se tratava.

-... O novo casal teen foi visto ontem na saída do backstage do show, fontes disseram que já se conheciam a longa data...- simplesmente parei de prestar atenção na tv quando comecei analisar Carol, pra poder fazer algo que eu já estava planejando antes mesmo dela ir embora. Eu ia pedir ela em namoro.

-Carol eu, quero te pedir uma coisa.-falei e olhei em seus olhos verdes, tão cheios de mágoas e coisas boas- você...namora comigo?

-claro Niall,-ela respondeu tão calma que até me deu uma paz.- eu até casaria com você agora. Eu quero ficar do seu lado.

-eu também, eu só quero amar você, a única que me traz paz.- dei o anel pra ela e coloquei o meu.

Eram 4 da manhã quando, bem, "gozei" pela ultima vez antes de nós vestirmos e ir tomar banho pra dormir.

Liam's pov

-ACORDEMMMMM- gritei enquanto eu e a lari pulávamos na cama de hóspedes que eles dormiam.

-vão tomar no cu- carol falou puxando a coberta até a cabeça, e pude ver um anel dourado no dedo dela, conferi se Niall também usava. E sim, ele usava.

-ei alguém está namorandoooo- lari cantarolou e riu.

Os dois riram e Niall abraçou Carol por baixo do cobertor.

-aí meu deus- exclamei ao abrir a gaveta de camisinhas- vocês usaram mais da metade.

Carol olhou pro Niall que riu, eles não tinham jeito mesmo. Um bobo pra outro. Lari puxou Carol pra fora do quarto e foram conversar.

-é bom você manter o coração dela inteiro, porque se você quebrar ele, eu quebro a sua cara.-ele riu e concordou com a cabeça.

-a ultima coisa que eu quero é magoa-la, amo muito ela pra fazer isso.- eu sorri e apertei sua mão.

Liam's pov

Depois da conversa de Carol com lari, o que durou aproximadamente 46 anos, eu pude falar com Carol.

Ela me contou como tudo aconteceu ontem, inclusive a parte que eles fizeram aqueles tipos de coisa, claro que não entrou em detalhes. Depois de tanto tempo eu pude sentir que nada mudou, nossa confiança mútua continuava a mesma. Eu falei que alertei o Niall sobre a dolorosa porrada que ele vai receber se cometer algum deslize e ela riu. Nesse tempo lari bateu na porta do quarto.

- Niall acabou de ir- disse ela mexendo no celular- duas revistas entraram em contato querend...

Oi? Sim ela mesma, olha vou lhe passar meu email e entramos em contato pode ser? Okay então- ela disse o email e deu bom dia- corrigindo, três revistas ligaram. Todas querem nossos pronunciamentos sobre a Carol

Eu assenti, lari cuidava da minha vida literalmente, depois da fama, ela acabou sendo a nossa empresária, junto com adam, um cara que, particularmente, eu não gosto nenhum pouco.

-uma nós não vamos- ela continuou- a ultima vez que harry foi fizeram ele jogar o "jogo da intimidade" o que sujou bastante a imagem dele. As outras duas eu ainda estou negociando. Ela se deitou na cama e apoiou os pés na minha perna.

-é Carol, é corrida essa vida.

Carol deu um sorriso.

Ficamos em silêncio, e só deu pra ouvir lari jogando aquele joguinho irritante que ela tanto joga.

-qual é o tempo de vida das hermacias?

Ela sempre vinha com aquelas perguntas que não interessa e nem nunca vai me interessar

-sei lá, um dia? -perguntou Carol

-120 dias, erramos- disse lari

-próxima pergunta- disse Carol

-aproximadamente, quantos reais em camisinha Carol vai ter que reembolsar

-quais são as opções ?-perguntei rindo

-opção um, 10% do dinheiro que ela ganhará na vida inteira. Opção dois, ela será nossa escrava por dívida assim como na Grécia antiga. Opção tres,quatro Meses de greve de sexo. E opção quatro, como liam e lari são os melhores amigos da face da terra, ela do tem que prometer em nunca mais sumir, e também em lavar a louca do café

Carol tinha ficado vermelha, e a cada opção minha barriga doía mais de tanto que eu ria.

-tresssss, temos que fazer Niall sofrer!

-vocês são dois otários, eu vou lavar a louca- Carol saiu do quarto

Lari continuou jogando aquele joguinho infernal. Arranquei o celular da mão dela

-EU IA ACERTAR EM QUE ANO FOI CONSTRUÍDO O MURO DE BERLIM

-e eu com isso?

-ERA A ULTIMA PERGUNTA PRA EU GANHAR UM PERSONAGEM

-e?

-E QUE EU IA GANHAR DO ADAM!

-e? Pera... Por que diabos você ta jogando com ele?

-sem ciúmes bobo liam! É um jogo inofensivo de perguntas e respostas, não é nenhuma parada sadomasoquista online!

Não pude deixar de rir.

-o que acontece se eu apertar esse lixinho aqui do lado

Ela me encarou

-liam, você, não, seria capaz

Mordi meus lábios e levantei a sobrancelha

-liam... Não!

Sai correndo do quarto e ela me seguiu

-Liam! Volta aqui agora!

Usei a Carol como escudo, a torneira estava aberta. Minha namorada pegou uma xícara e encheu.

-eu vou contar até três!

-gente, eu acabei de fazer chapinha!-advertiu Carol

-ou você sai da frente dele, ou eu vou acidentalmente escorregar e fazer com que a água caia...

-liam!

Eu segurei Carol ainda mais forte, aquilo estava muito engraçado.

-três!

Eu sabia que lari não era de apenas ameaçar, assim a água foi em cheio no cabelo de carol, ela não sabia se brigava comigo por ter segurado, ou com lari por ter jogado, acabamos eu e lari saindo correndo e nós trancando no banheiro

-somos invencíveis!-ela riu de Carol que batia na porta

-uma hora vocês vão sair

Empurrei lari contra a parede.

-não esqueça do que você fez-ela virou a cara, mas eu sabia que mais do que qualquer pessoa ela Tava sentindo um tesao naquele momento.

-quer dizer então que você prefere jogar joguinhos com o adam?-cheguei mais perto é a puxei pela cintura, a coloquei em cima d pedra de mármore da pia. Desci as mãos por suas coxas e ela foi até meu pescoço. Me afastei.

-ué, não estava brava?- sorri

-você é um porre sabia?

-e você gosta disso sabia?

-essa é a ultima vez que eu me rendi tão fácil

-oi? -perguntei, mas logo entendi o que ela quis dizer, ela tirou sua camiseta, e logo já estava tirando a minha

-que tal um banho? -sugeri

-eu adoraria- respondeu ela

Carol's pov

Meu cabelo estava um desastre. Mas fazer o que, ver os dois felizes me deixava feliz. Niall estava no estúdio gravando alguma coisa e o casal maravilha estava se pegando no banheiro, então resolvi sair pra dar uma volta.

Londres era um lugar engraçado, mesmo nublado e frio, era mais acolhedor que qualquer lugar. Entrei em algumas lojas e várias pessoas ficavam me encarando, eu fiquei sem jeito e tropecei várias vezes. Até que um grupo de garotas veio falar comigo.

-oi, então você é amiga do Niall?-uma ruiva perguntou

-anh -eu não sabia o que fazer, então contei a verdade- sou namorada dele. É uma longa história, já nós conhecemos a 8 anos.

Elas começaram a me perguntar sobre tudo, e me pediram pra apresentá-las aos meninos. Quando me dei conta, estava cercada por câmeras e pessoas segurando bloquinhos de papel.

-quando ele te pediu em namoro?

-estão juntos a quanto tempo?

-você é virgem ?

Eu estava prestes a chorar, não sabia o que fazer. Então fechei os olhos.

-ela não vai responder mais nada- ouvi a voz do Harry , e senti ele me abraçar.

Fui sendo puxada até algum lugar em que o som ficou abafado, finalmente abri os olhos e eu estava em um carro.

-Harry , muito obrigada- falei aliviada

-por nada, eu vi no noticiário eles falando de você, e ia te ver lá na casa do Liam, mas te encontrei antes.- ele estava bonito, com certeza bem mais maduro que antes, porém com o mesmo coração de "galinha" de antes.

-então Niall te pediu?- perguntou um tanto quanto frustrado.

-pediu! Foi lindo-me encostei no banco e fiquei me recordando daquele momento.

Harry me avisou pra não sair mais sozinha, me deixou no prédio e foi embora.

Os dois estavam assistindo tv, então pra ser a pessoa legal que eu sou, me sentei entre os dois.

-não sirvo pra ser vela queridos- falei e vi lari rir.

-ah Carol, sacanagem.-Liam falou passando a mão na minha cabeça.

-quase morri hoje- contei a história pra eles- e aí o Harry me deixou aqui.

-é, você não pode nem penar em sair sozinha, eles são capazes de arrancar cabelo seu- lari falou seria.

Peguei no sono, ali no meio dos dois e acordei com a cabeça no colo da lari é as pernas no Liam , que também dormiam. Me levantei e vi 3 chamadas perdidas do Niall.

-alô?- acho que ele estava dormindo.

-eu te acordei? Desculpa- ele riu.

-tudo bem, Carol vem aqui? Eu queria poder te abraçar. Eles tem meu endereço.-quase derreti quando ele me pediu isso.

-claro, vou me trocar e já chego aí.-falei e desliguei em seguida.

Em cima da mesa tinha um papel meio amassado, cheio de endereços nele. Tinha um escrito "casa do niall" peguei e chamei um taxi. O porteiro só me deixou entrar depois que Niall foi até a portaria me buscar, ele estava com uma calça de moletom e sem camisa.

-que bom que veio, eu quero te mostrar uma música que eu compus pra você.- eu ri e fomos andando abraçado até a casa 48 do condomínio, era um lugar bem grande, totalmente diferente do que eu estava acostumada.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...