DESCOBERTA


1Likes
0Comments
121Views
AA

1. A PRIMEIRA VISTA

Eu ainda lembro, quando a vi pela primeira vez. Era dia 17 de julho de 2015, estava eu me preparando para a minha primeira festa, festa essa que querendo ou não me convenceram a participar. Tinha pouco mais de dez dias de contratado na minha nova empresa e estava ansioso para conhecer novas pessoas, fazer novas amizades e quem sabe encontrar algo que mudaria por completo a minha existência. Naquele mesmo dia recebi a ligação do meu amigo Heitor, ele também estava ansioso, nunca havia participado de uma festa caipira em pleno mês de julho, era estranho para os dois e mais estranho ainda para mim. Criei coragem, revirei meu guarda roupa, para achar algo que combina-se com a temática da festa, e para minha frustração não achei.

Com o guarda roupa todo revirado, e as roupas todas em cima da minha cama, resolvi vesti com o que me sentiria bem, coloquei minha calça jeans azul meio desbotado para que desse destaque, é uma camisa preta, com alguns dizeres, já nem lembro o que estava escrito. Me vi no espelho, me senti bem e criei coragem e parti.

Era por volta de vinte e uma hora, quando cheguei na festa, e , acabei chegando muito atrasado, já que o combinado era para as dezenove horas. Bateu um frio na barriga a garganta deu uma travada, a respiração começou ofegar, não sabia o que aquele dia me reservaria, encarei tudo e desci do carro.

De longe aviste Heitor, Pablo e até o pequeno Caio, me senti mais aliviado porque meus amigos estavam ali também, eu já imaginava o pior se não estivessem. Heitor e eu, nos dirigimos as mesas para cumprimentar as outras pessoas, que ainda não conhecia, me alegrei por ter conhecido tanta gente nova, pessoas com experiências, algumas para variar mal moradas, tudo fazia parte da nova descoberta.

Estava meio área, após a uma hora de presença naquela festa, já estava ficando entediado. Então anunciaram uma atração, não fazia ideia do que era, mais como já estava ali, não podia arredar o pé. Fiquei encostado entre duas colunas, e neste momento a vi, morena, cabelo pretos, olhos cor de mel, adereços de uma dança típicos do local. Mais o que me chamou a atenção foi o seu sorriso, que rapidamente me encantou e me paralisou por completo, não consegui tirar os olhos dela, era como se estivéssemos ligados, como se já havia conhecido a muito tempo, eu não conseguiria explicar o que tinha acontecido comigo naquele momento .

Lá estava ela dançando, seus cabelos esvoaçavam que nem neve, fiquei mais paralisado, seu corpo pequeno me remetia a sentimentos que já mais senti na vida, era como se o que eu procurasse em anos havia encontrado. Então olhe para Heitor e perguntei: - quem é ela?.

Heitor me respondeu: - Ela se chama Juliana, trabalha aqui desde a fundação desta unidade, tem 19 anos, é recepcionista.

Inconformado com poucas informações, resolvi que naquela noite deveria investir, descobrir mais sobre ela, mais minha noite mal havia começado, recebi uma ligação de urgência, que me tiraria dali as presas.

Todas as noites tenho o mesmo sonho, sonho que não me fazem esquecer dela. Aliás esqueci até de me apresentar, me chamo Hugo Queiroz e tenho exatos vinte e dois anos, branco, forte já que passei metade da minha juventude entre treinos de judô e academia, tenho olhos azuis, lábios rosados, meus amigos me chamam de Hulk de saia, vai entender eles já que o Hulk é feio e verde. Eu me consigo pegador, pois meu primeiro relacionamento se deu quando eu ainda tinha treze anos, amor de colegial, o primeiro amor ninguém esquece. Minha vida é cercada de mimos, pois tenho dois pais, duas mães e três irmãos. Já ia esquecendo novamente, meus país são separados desde os meus 5 anos de idade, já acostumei em ter tudo em dobro, meus irmãos eu acho que tem inveja de mim, já que sou fruto do primeiro relacionamento de meus pais, mais isto não veio ao caso neste momento.

Nunca fui de ser romântico, achava isso uma babaquice, mais depois daquele dia mudou tudo, não sei explicar o que estava acontecendo comigo só tinha que procurá-la, saber os seus gostos, seus jeitos, conhecer seus traços e vê novamente aquele sorriso que me encantou e me deixou paralisado.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...