MY(ia) LOVE <3

Uma historia é sempre diferente quando esta preenchida com uma paixão, amor ao ballet, algum drama e romance. Com uma vida maravilhosa, acabada de ser pedida em casamento, Maya esta absolutamente apaixonada, mas o seu destino prega-lhe uma partida e Mateus, futuro marido dela tem um acidente.. É assaltado por um gang de um bairro e fica desaparecido. Maya fica destroçada, pensando que ele tinha morrido, mas conhece Bruno um rapaz de bairro que adora também dançar, que faz com que ela volte a gostar de viver mas fica a saber de uma coisa terrível. Descobre o quê, numa história de amor com drama. Mas sempre o amor salvando tudo. :D

2Likes
1Comments
588Views
AA

3. O jantar mais demorado de sempre :s


ѳʆá ɗɑqui ɑ ɱɑyɑ. รiɱ ɛรtѳu ɑ ɑɗѳʀɑʀ ѳร ɱɛuร ɗiɑร ɗɛ ɳѳiѵɑ. ɱɑร ɛรtѳu ɑɳรiѳรɑ, pѳiร ѵѳu ɑ uɱ ɑʆɱѳçѳ cѳɱ ѳร pɑiร ɗѳ ɱɑtɛuร. ѳ quɛ รɛʀá quɛ ѳร pɑiร ɗɛʆɛ ѵãѳ ɑcɦɑʀ ɗɛ ɳóร ɳѳร cɑรɑʀɱѳร? Uɱɑ cѳiรɑ tɛɳɦѳ ɑ cɛʀtɛzɑ: quɛ ɛʆɛ é ѳ ɦѳɱɛɱ ɗɑ ɱiɳɦɑ ѵiɗɑ ɛ ѵѳu Բɑzɛʀ ɗɛ tuɗѳ pɑʀɑ cɑรɑʀ cѳɱ ɛʆɛ. :D


No dia seguinte, de manhã, estava um dia lindo e Maya tinha acordado muito cedo para ir correr. Maya tinha chegado a casa e foi direta para a sala de ensaios que tinham. Uma pequena sala de dança onde eles podiam dançar, quando lhe apetecerem.
Maya começou a dançar ballet, ligou o rádio e lá começou ela.
Mateus estava, parecia sonâmbulo, foi ate à sala. Ouviu a música e logo pensou que era Maya a ensaiar e sorriu. 
Abriu o frigorífico, e tirou de lá uma garrafa de agua e um iogurte. E foi até à sala de dança.
Maya acaba de dançar e Mateus bate palmas
" ai! Até me assustas-te mor!" Disse ela olhando de repente
" é tão bom te ver dançar logo pela minha, da-me vontade de te abraçar e sei lá!" Disse Mateus abraçando-a
" ai é? Então vou dançar sempre para ti!"
" tas nervosa?" Perguntou Mateus tirando-lhe o cabelo da frente
" nervosa? Mateus eu não te vou mentir mas, eu amo-te e eu disse que sim. É para toda a vida!" Disse Maya beijando-o
" bem mas eu vou ter com o Sandro, ele está a precisar. Sabes como é somos como irmãos!" Disse Mateus
" ah é verdade, quando é que te dava mais jeito um dia para irmos jantar ou almoçar a casa da Ju e do Carlos?" Perguntou Maya indo buscar a toalha
" ah sei lá por mim pode ser já amanha. Mas o Carlos esta ca?"
" yap, devias de ver a Ju tão contente!" Disse Maya
" pois imagino! Mas agora que tal eu ir fazer umas panquecas enquanto tu vais tomar banho, ah?" Perguntou Mateus
" agradecia cavalheiro!" Disse Maya rindo

Eram 10 horas da manha Maya estava numa cabana, onde por vezes passava para limpar a prancha de surf e ir descontrair um bocado. Maya fazia bastantes coisas para desocupar a cabeça daquilo que não quer naquele momento pensar.
" olá olá!" Disse alguém
" Sérgio!" Disse ela abraçando-o

Sérgio era um amigo de infância que estava no canada á muito pouco tempo. Ele era biólogo, mas também tinha os seus truques na dança. Fazia hip hop e dava aulas a crianças com 6 anos.
" então rapaz! Foste ver os pais e não disseste nada!" Disse Maya
" desculpa, tens estado tão feliz que não consegui dizer nada! Mas tenho algo, não tem nada haver com a viagem, mas é algo que tu vais adorar!" Disse Sérgio
" o quê? Diz lá!" Disse Maya parando o que estava a fazer
" tenho aqui 2 fichas de inscrição para a academia de artes preformativas profissional para te entregar, lá lá lá lá lá lá!" Disse Sérgio amostrando as folhas e brincando com elas
" tas a gozar! Tas a gozar! Oh meu Deus não esqueces-te!"
" tas a brincar, eu nunca me esqueci da minha melhor amiga!" Disse Sérgio dando-lhe as folhas
" e trouxeste para mim e para o Mateus, obrigada, bem sei o que dizer!" 
" não tens que dizer nem fazer nada. Eu faço tudo por ti! És a minha best friend." Disse Sérgio
" bem tenho de ir ter com a Maria!"
" vocês já...coiso e tal?" Perguntou Maya pousando as folhas na parte de baixo do balcão
" o quê? Achas? Vá tenho de ir! Beijinhos!" Disse Sérgio piscando o olho

Era finalmente a hora do almoço, tinham tocado a campainha de casa dos pais de Mateus. A empregada foi abrir
" olá Alice!" Disse Mateus 
" olá menino! Olá menina Maya como esta?"
" bem obrigada" disse Maya
" os meus pais?"
" estão na sala já preparados menino" disse Alice

Mateus e Maya entraram na sala, e viram jacinto e filomena sentados no sofá.
" olá filho! Olá Maya prazer em ter te cá novamente!" Disse o pai de Mateus
" olá minha querida, como esta?"
" olá filomena, olá jacinto, esta tudo bem. Tem que ser!" Disse Maya os comprimentando ansiosa.
" olá pai! Então a casa do sul? Olá mãe como esta?" Disse Mateus 
" vou conseguir filho! Vou conseguir
" ora bem aqui está um licorzinho, minha senhora quer que sirva já o almoço!?" Perguntou Alice entrando com uma bandeja com copos de licor para eles.
" não Alice eu depois aviso"
" sim senhora!"
" então, como vão as coisas Maya, já conseguiu encontrar outro trabalho, para além de ser modelo?" Perguntou o pai de Mateus
" ah bem eu desisti de...ah procurar outro trabalho. Dou aulas de surf mas não recebo nada em troca. Gosto imenso por isso não é nenhum peso para mim!" Disse Maya 
" ah bom!"
" mas e os seus pais já conseguiram arranjar trabalho no sítio onde estão?" Perguntou filomena
" ah mais ou menos. Fazem uma biscates!" 
" ah...então..." 
" mãe podemos falar de outra coisa? Vocês parecem que estão a fazer um interrogatório!" Disse Mateus sério
" desculpe filho. Bem agora sim vou dizer à Alice para servir o jantar"
" bem anda mor sentar!" Disse Mateus

Passados 20 minutos a falar da academia e que iriam se inscrever, Mateus olhou para Maya e sorriu. Era o momento de dizerem sobre o casamento.
" bem mãe e pai, ah, nós queremos dizer uma coisa muito importante. Queremos muito a vossa opinião e ajuda claro e aprovamento!" Disse Mateus
" diz lá querido!"
" eu pedi a Maya em casamento!"
Filomena entalou-se a beber agua
" calma mãe! Está bem?" 
" casar? O menino? E a Maya? Já?" Disse filomena espantada 
" calma filo! Filho explique melhor. Casar já Mateus?"
" pai, eu e a Maya já namoramos à 4 anos. Eu adoro-a e decidi dar este passo quer dizer decidimos!" Disse Mateus
" filho, ainda é muito cedo. O menino tem 22 anos. Ainda é muito novo para isso!" Disse filomena
" a sua mãe tem razão!" Disse Jacinto
" ah eu gosto imenso do seu filho. Ele tem me apoiado em tudo. E já partilhamos tudo." Disse Maya nervosa
" a menina nem tem pais que trabalham!" Disse filomena 
" mãe!"
" desculpe Maya não era bem isso que eu queria dizer!"
" bem vamos fazer o seguinte. Vamos almoçar o resto que temos para almoçar e depois na sala falamos!" Disse jacinto

No final do almoço estavam todos na sala. Ninguém tinha falado o resto do almoço. Filomena olhava muito para Maya. E Mateus já estava a perceber.
" bem, agora que estamos mais calmos, filho não quer esperar mais uns tempos!" Perguntou jacinto
" não pai! Eu adoro a Maya. E parem de falar comigo como se ela não estivesse aqui! Pai e mãe eu perguntei e ela aceitou! Por isso, vamos casar não à maneira de voltar atrás, e eu queria os meus pais apoiando-nos!" Disse Mateus
" sim filho mas nos também temos a nossa opinião!" Disse jacinto
" mãe? A mãe não fala?"
" ah Maya a menina sabe ser uma dona de casa?" Perguntou filomena
" ah sim. Eu sei fazer tudo, sei lavar..." Começou Maya
" pára de responder, mãe, que pergunta é essa? Não lhe estou a reconhecer!" 
" filho tem que saber o que vai ter em casa, o menino não sabe fazer nada!" 
" aprendo!" 
" bem, vamos então resolver as coisas. A verdade filo é que o nosso menino, já não é mais um menino. E se ele quer dar este passo, tem o meu apoio para tudo!" Disse jacinto sorrindo
" asserio? Obrigada pai!"
Filomena levanta-se e vai ter com Mateus, Mateus levanta-se também com flora.
" desculpe filho. Desculpe Maya. Eu apoio também. Eu também casei muito cedo com o seu pai, por isso. Só quero que o menino saiba que a vida de casados é mais difícil. Mais puxado! Percebe a minha preocupação?" Disse filomena pondo as mãos na cara do filho
" claro que sim mãe. Obrigada! Obrigada!" Disse Mateus lhe dando um abraço
" ah e minha querida, eu quero que saiba que não tenho nada contra si. A menina é linda, linda! E quero que faça muito feliz o meu filho! Sim?" 
" claro que sim filomena, esteja descansada!" Disse Maya
" bem então vamos brindar, não é assim?" Disse jacinto


Num bairro escondido de canada, vivia uma família de 4 pessoas. Gabriela e Hélder, eram pais com 41 anos de idade, que tinha um filho e uma filha.
Bruno o mais velho tinha 22 anos, e Carlota de 6 anos era a pequenina lá de casa.
" vá lá Carlota come, porra, já estou farta de te aturar pá! Come!" Gritou Gabriela para a pequenina lhe dando de comer
" não quero!" Disse ela chorando
" é pá vê se calas essa miúda e para de falar também pá. Já não se pode estar tranquilo nesta casa." Disse Hélder com uma cerveja se sentando no sofá
" pois eu é que faço tudo nesta casa! Come! Enquanto tu não levantas esse traseiro para ir procurar emprego. Come anda lá miúda!" Disse Gabriela continuando a gritar
" vê lá não abuses. É melhor te calares mulher!" Ameaçou Hélder
Entretanto entra Bruno, com uma mochila preta nas costas.
" pá oh miúdo onde andas-te? O jantar já esta frio vai aquecer!" Disse Gabriela
" não tenho fome! Ah tomem, aqui esta!" Disse Bruno atirando um maço de notas para a mesa
" o que é isto rapaz? Aonde arranjas-te este guito todo?" Perguntou a mãe
" é lá andas a cavar uma mina chavalo?" Disse o pai
" mais ou menos, não façam perguntas e fiquem lá com o dinheiro!" Disse Bruno
" ok então! Andá-la Carlota! Abre a porcaria da boca!" Disse Gabriela tentando enfiar a colher na boca da filha
" mano não quero!" Disse a pequenina chorando
" da cá eu dou-lhe!" 
" ai ainda bem! Estou farta de a aturar! Vou guardar isto bem guardadinho!" Disse Gabriela dando o prato a Bruno
" princesa, vamos comer mais 4 colheres, fazes isso pelo mano?" Perguntou Bruno
Carlota abanou a cabeça fazendo um sinal afirmativo.


STATUS DO FACEbOOK:
MY(ia) LOVE:
Ufα! єsŧαvα α vєr quє αquєłє jαηŧαr ηuηcα мαis αcαbαvα, мαs fiηαłмєηŧє cøηsєguiмøs ø αρøiø døs ραis dø мαŧєus! єsŧøu мєsмø cøηŧєηŧє, мαs єsŧivє мuiŧø ηєrvøsα! Bєм α vidα é αssiм. αgørα só fαłŧα dizєr αøs мєus. αЋ é vєrdαdє ŧєηЋø quє мαrcαr uмα sαídα cøм α мαriα є ø sérgiø, øs мєus αмigøs dєsdє bєм ρєquєηα! ηãø мє ρøssø єsquєcєr. Bєijøøøøøs! :D

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...