MulherBrazilMembro desde 13 jan 14Idade 23Última conexão há 3 anos atrás

"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

(...)

Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!
Gênio? Neste momento
Cem mil cérebros se concebem em sonho gênios como eu,
E a história não marcará, quem sabe?, nem um,
Nem haverá senão estrume de tantas conquistas futuras.
Não, não creio em mim.
Em todos os manicômios há doidos malucos com tantas certezas!
Eu, que não tenho nenhuma certeza, sou mais certo ou menos certo?"

Álvaro de Campos




*** Sobre a autora ***

Escrevo desde os meus doze anos de idade. Buscava, quando mais nova, criar personagens em situações semelhantes com as que eu mesma vivia, só que com contextos muito mais complicados e com problemas mais difícies de se solucionar. Encontrava na escrita uma forma de enxergar de outra forma os meus próprios problemas e, assim, tinha comigo a solução das minhas desavenças nas histórias que fazia. Com uns quinze anos, com o início da vida amorosa e muitas confusões internas, passei a escrever como forma de desabafo e também como forma de compreender meus próprios pensamentos, o que ainda acontece em Confissões de uma (suposta) adulta. Sendo uma leitora de meus próprios textos, interpretava aquilo que escrevia quase que inconscientemente e, então, conseguia entender-me um pouco mais. Com o passar do tempo, a busca pela auto-compreensão através da escrita se elevou a tal ponto que parti para os limites da minha mente. Criando, à princípio, universos paralelos como em Dama de Sangue (inicialmente escrita no final de 2011) e seguindo para a existência de diversas realidades em uma mesma mente (como no caso de O homem de meus sonhos), busco com a escrita hoje quebrar os limites entre o real e o imaginário, de forma ainda compreender melhor a mim mesma e a realidade em minha volta.




*** Sobre a leitora ***

Gosto de quem consiga me levar a um mundo novo, seja ele real ou ficcional. Gosto de autores que esfreguem na minha cara uma realidade que, até então, não me era percebida ou que me transportem a um universo desconhecido e me apresentem a ele. Admiro as descrições bem feitas e não consigo criar gosto pelos textos teatrais, mesmo quando de excelente qualidade. Sou muito crítica em relação ao que leio e sempre busco defeitos e, a menos que não me sinta à vontade com o escritor, gosto de comentá-los e dar sugestões. Quando não encontro defeito algum na obra, entendo-a como interessante o bastante para que minha atenção se foque no enredo e não na escrita e crio instantaneamente certa admiração pelo autor/autora. Com um bom texto em mãos, viro uma leitora fanática.



*** Gostos pessoais ***

Machado de Assis, Graciliano Ramos, Eça de Queirós, Florbela Espanca, Belinda, Relient K, Jack Johnson, Tiê, simbolismo, etc.

  • Dama de Sangue
    Dama de Sangue
    16
    1485
    12
    por Mayumi
  • Aleatoriedades
    Aleatoriedades
    3
    321
    0
    por Mayumi
  • O homem de meus sonhos
    O homem de meus...
    19
    1189
    10
    por Mayumi

  • Mayumi
    há 3 anos atrásResponder
    Estou totalmente apaixonada por esta movella. Gosto muito da forma como entra na mente da personagem principal, posso me sentir na própria pele dela. As digressões são maravilhosas e muito bem feitas. Como dica só diria para passar o texto por um corretor automático rapidinho porque existem alguns erros de digitação tais como "obro" ao invés de "ombro". Também escrevo e sei como esses errinhos são chatos e como é difícil enxergá-los quando escrevemos porque ficamos empolgadas demais com a escrita, por isso, recomendo o corretor automático que nos ajuda com as falhas humanas. Fora isso, devo dizer que a história é ótima. E logo no primeiro capítulo já me sinto totalmente dentro dela, totalmente envolvida e com uma necessidade grande de ler um pouco mais.
    Dark Clouds
    Dark Clouds
    7
    504
    2
    Anna Jameson tinha uma vida. O que ela não esperava era partir tão cedo. E o pior: sua morte não era um acaso. Aos 17 anos interrompidos, Anna procura a razão de sua partida e da repetição do dia de sua...
    Mayumi
    há 3 anos atrás
    Adicionei a história como favorita, cliquei no gosto e já virei sua fã.
  • Mayumi
    há 3 anos atrásResponder
    Fiz uma pequena correção no último capítulo postado. Me desculpem pelo erro.
    Dama de Sangue
    Dama de Sangue
    16
    1485
    12
    Livia acaba de receber uma estranha visita em sua casa. Um mensageiro vem anunciar sua morte. Livia poderia escapar desse destino trágico? Seria possível se livrar da morte? Por que recebera essa anúncio?...
  • Mayumi
    há 3 anos atrásResponder
    Gostei >.<
    O HOMEM dos TOMATES
    O HOMEM dos TOMATE...
    3
    158
    1
    O homem dos tomates é uma história divertida, de um homem mulherengo, Manuel Pimenta, que arrebenta! Construiu um património através do seu trabalho na produção do tomate. Poderia ser o dono do mundo,...
  • Mayumi
    há 3 anos atrásResponder
    1 Like
    Achei o texto da sua descrição lindo! Foi você mesma quem fez? Se for, estou ansiosa para ler um pouco mais de sua autoria. Quando escrever algo novo e publicar, por favor, me passe... Ficarei muito contente de ler um tantinho mais...
    lunnalice
    há 3 anos atrás
    Oi, boa noite. Apesar de eu não saber usar muito isso, penso que a finalidade seja escrever histórias mais complexas, porém, mesmo sendo apaixonada por escrever e criar, eu não posso me comprometer com isso. Vou postar alguns textos quando puder e graças a você e notificação do e-mail, eu postei três coisinhas. Vou ler algumas coisas que você postou agora, mas me tornei sua fã. Fico feliz por ter gostado da descrição e agradeço por me lembrar o quão bom é escrever. Se puder mandar alguma sugestão, ou quiser tirar alguma dúvida, eu estarei aqui.
    Mayumi
    há 3 anos atrás
    Bom, há quem poste apenas contos, poemas e textos curtos. Não existe a obrigação de se escrever uma história comprida, apesar de elas também serem bem vindas. Vou ler o que postou, gostei muito do seu estilo de escrita. E... bom, por hora, nenhuma sugestão ou dúvida... Mas sou uma leitora meio chata que implica até lendo escritores renomados, acho que deve surgir sugestões... e se surgirem, posto abaixo do texto como comentário. Senão, deixo só os elogios e pronto.
Loading ...