"Feliz natal? Só se for pra você"

E se o bom velhinho não viesse mais no natal? E se papai noel abandonasse seu título e deixasse as crianças o esperando?
Na cidade de São Bernardo, o encanto do natal se perdeu, estranhamente, sem nenhuma explicação, o bom velhinho desiste do natal e traz uma revelação a tona que destruirá o natal de muitas crianças.
Após essa revelação o natal nunca mais será o mesmo, pois sem papai noel, o natal não tem graça!
OPÇÃO ESCOLHIDA: alegria perdida de natal, personagens clássicos

1Likes
0Comentários
300Views
AA

5. Mudança de planos.

Peguei o menino no colo, o deixando um pouco assustado, e antes de dizer algo, ele limpou minhas lágrimas com suas pequeninas mãos.

- Prometo a você que vou falar para o Papai Noel te dar asas bem lindas e grandes.

- Você conhece o Papai Noel?

- Sim, somos muito amigos. E quando ele te entregar as asas, vai deixar eu voar com você?

- Claro!! Me abraçou o menino.

Sua mãe sorria emocionada com o breve momento feliz que havia fornecido ao seu filho, ela sabia que eu não era amigo do Papai Noel, e muito menos que daria asas para o garoto, mas por amor, mentia para seu filho, pois ele era apenas uma criança inocente.

Depois de encontrar e ter conhecimento da história dessa criança, a raiva que estava em meu coração diminuiu, será que as atitudes que estava tomando, realmente estavam certas? Se acabasse com a "ilusão" das crianças, elas iriam acreditar no que? Como poderia deixar as crianças viverem como adultos nesse mundo tão violento? O certo a fazer era desistir dessa loucura e seguir minha missão, precisava fazer as crianças felizes e o prefeito teria que me entender, querendo ou não.

E destinado a ser covarde, tremi muito para dizer o que precisava ao prefeito, minha vontade era seguir suas ordens já que tinha começado a destruir o natal, mas fiquei na esperança dele ser tocado pela magia do natal, então se encorajei e liguei, tentando não demonstrar o nervosismo. Quando ele finalmente atendeu, comecei a falar com os olhos fechados.

- Senhor eu preciso falar sobre a nossa missão de destruir o natal, é que algo aconteceu em minha vida ontem e acho que preciso lhe contar o que realmente quero.

- Já sei, quer dinheiro? Não se preocupe, você merece, depois do que fizeram com os enfeites de natal, estou muito feliz, pode ficar tranquilo que darei a sua recompensa.

- Espera, eu não estou entendendo. O que aconteceu com os enfeites de natal?

- Ué, você não sabe que seus elfos destruíram todos os enfeites da maioria das casas e derrubaram a grande árvore que estava no centro da cidade?

- Mas quem mandou eles fazerem isso?

- Eu. Sou o único que dou ordens, agora me dê licença, preciso ir para a reunião.

O homem desligou o telefone antes que falasse algo. Naquele momento percebi que estava cometendo a maior covardia por dinheiro, e revoltado, reuni os elfos que estavam vestidos com belos ternos pretos, totalmente diferente de suas roupas típicas.

- O que aconteceu com as roupas de elfos?

- Jogamos fora! Respondeu o líder do pequeno grupo.

- Porque?!

- Ser elfo é ridículo, preferimos ser normais.

- Mas e as crianças?

- Que vão pro inferno essas crianças malditas!

- Nunca mais fale isso de uma criança! Disse, pegando o elfo pela orelha.

- Aii, está doendo!

- As crianças são a razão do mundo, não fale isso delas nunca mais!

Era a primeira vez que os elfos me viam furioso daquela maneira, e rapidamente cada um pegou sua roupa de elfo que estava na lixeira e se vestiram, o medo fez alguns dos pobres baixinhos vestirem a roupa até ao avesso, mas eu perdoei segurando a risada que estava prestes a sair.

E quando todos estavam postos a minha frente, resolvi falar o que queria.

- Nessa semana, fizemos tudo o que não poderíamos cometer, o nosso objetivo era estragar o natal das crianças e fazê-las esquecer de meu nome, mas após algo que aconteceu comigo, cai na real e tenho certeza que precisamos salvar o natal.

Os elfos ainda estavam com medo de mim, e mesmo não entendendo a minha mudança de ideia, ficaram quietos, apenas me olhando.

 - Sei que estão confusos, mas também sei que a maioria de vós tem filhos pequenos, e sempre fizeram com que acreditassem em Papai Noel. Então porque acabaríamos com a felicidade e inocência dessas crianças? Nossos filhos não podem ser atingidos pela maldade do mundo, ou vocês desejam isso?

- É claro que não! Nossos filhos precisam acreditar na magia do natal! Disse o elfo com a orelha vermelha, por causa de minha leve agressão necessária. - Mas também precisamos de dinheiro.

- Também preciso de dinheiro, mas não podemos ter um natal feliz sabendo que foi a custa da tristeza de milhares de crianças.

- É, o senhor tem razão.

- Então vamos salvar o natal?

- Sim!!! Gritaram um coro de elfos baixinhos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...