O FILHO DAQUELA QUE MAIS BRLHA

Aqui começa uma história de amor e luta, de esperança e liberdade, de profecias, espiritualidades e crenças messiânicas no período colonial português no Brasil. Esta saga tem palco no Quilombo dos Palmares, entre o atual estado do Pernambuco e Alagoas, onde era a Capitania Hereditária de Pernambuco e nos conta uma história mística de um Preto Velho GRIOT chamado Djeli, um descendente dos antigos contadores de histórias africanos e de N’zambi, um jovem da descendência real do Congo, que futuramente se tornaria um dos maiores heróis negros da história dos africanos escravizados, forçadamente trazidos para o Novo Mundo.

1Likes
0Comentários
564Views
AA

2. O AUTOR

 

Caros Leitores, Caras Leitoras,

 

É com muito prazer que venho através desta apresentar-lhes esta obra, que começou a ser escrita nos desertos do sul de Israel, próximo ao Sinai. Lá estive acampado por oito longos meses a trabalho, praticamente dormindo ao céu aberto, em companhia de lobos, hienas, escorpiões, bodes selvagens e muitos pássaros. Meus dias eram agitados sob um calor que variava de quarenta a cinquenta graus célsius. Mas as noites eram tranquilas com o céu mais estrelado do mundo, e daí que me veio a ideia do enredo desta obra, que se intitula: O FILHO DAQUELA QUE MAIS BRILHA.

Meu nome é João Paulo, porém sou conhecido pelos meus (amigos e familiares) como Jp. Nasci na cidade de Salvador no Estado da Bahia, onde morei também, na Ilha de Itaparica. Sou professor de Capoeira Angola, e com a capoeira fui viver dois anos no Equador, em Quito. Lá realizei muitos trabalhos e projetos com jovens (www.capoeira-angola-ecuador.blogspot.com)

Sou também ecoalfabetizador e permacultor, de modo que possuo um programa de educação ambiental e cultural com trabalhos locais e internacionais (www.quilombomoderno.org).

Atualmente vivo no Estado de Israel, em que constituí uma linda família com minha esposa Tal, e três filhos (Lavi, Haleli e Teva). Aqui trabalho com construção e manutenção de ambientes aquáticos ecológicos e agricultura orgânica policultural.

Esta obra que agora se encontra em suas mãos é fruto de uma vasta pesquisa histórica e sapiência de vida, pois contém segredos e mistérios tanto acadêmicos como espirituais. Base dos meus estudos culturais, como um mestiço latino-americano brasileiro e cidadão do mundo. E dos meus estudos espirituais como um Ser Humano em plena expansão de consciência, nos muitos ensinamentos das culturas africanas, nativo-americanas, e do mediterrâneo asiático e africano, contendo tanto os muitos ensinamentos dos judeus cabalísticos e essênios, cristãos gnósticos, europeus alquímicos, ameríndios (andinos, amazonenses e costeiros), e culturas africanas ancestrais dos Yorubas e Mandinkas. E, é claro, toda cultura dos conhecimentos quilombolas dos afro-brasileiros.

Desejo aos Leitores e Leitoras uma boa leitura. Seja nas noites ou nos dias que se seguirem durante a degustação desta obra. Que seu café ou chá esteja calorosamente gostoso, e que a paz e compreensão que tive ao escrever estes versos possam estar ao seu redor, preenchendo os vossos ambientes. Desde já, agradeço-vos de coração.

Gratidão!

 

Jp Santsil, Amka, Oeste da Galileia, Israel.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...