O Silencio (Melhor Do Que Nada)


0Likes
0Comentários
48Views
AA

1. O Silencio (Melhor Do Que Nada)

Eric do Vale

 

Não poderia deixar de perguntar pelo irmão dela, assim que nos vimos, pois esse tinha sido meu amigo de infância.

-Ele está muito bem. _ Disse ela.

- E o que ele está fazendo da vida?

- Trabalha em uma xácara como caseiro.  Ele é muito inteligente, tem uma bela caligrafia!

Não entendi o porquê dela ter me dito aquilo.  Eu devia ter uns dez ou onze anos de idade, quando ela me viu escrevendo alguma coisa e disse:

 - Sua letra continua igual.

Aquela resposta soou como um soco no estômago. Todo mundo me dizia que a minha letra não era bonita, inclusive ela. Mesmo assim, não deixava aquilo me abater e por isso, procurava aperfeiçoá-la sempre. Seria pura desonestidade de minha parte dizer que não fiquei chateado, quando ouvi aquele comentário

Somente agora, depois de ter alcançado a maturidade, percebi o quanto supervalorizei tal episódio, assim como entendi que ela não falou aquilo por mal. Mas, a maneira como expressou o seu ponto de vista...

Os elogios tecidos por ela a respeito da bela caligrafia do irmão possibilitaram-me pensar no seguinte: “Posso não ter uma boa caligrafia, mas possuo curso universitário e já tenho uma posição definida, ao contrário de você e do seu irmão.”. Aquelas palavras estavam atravessadas na minha garganta e não tinha nada a perder, caso lhe dissesse aquilo. Mas, recuei. Por quê? Foi melhor assim. 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...