As Minhas Cunhadas


0Likes
0Comentários
96Views

1. As Minhas Cunhadas

 

Eric do Vale 

 

 

Para José Anselmo Souza de Oliveira

 

Deus, melhor do que ninguém, sabe o quanto amo a minha família:  esposa, filhos, genro e nora. Quanto aos demais... Refiro-me, especificamente, as minhas cunhadas, irmãs da minha esposa. Tenho pena dos maridos delas!

Reinaldo, por exemplo, morreu cedo, antes de completar 40 anos, por causa de um infarto fulminante. Era preciso ter muito estômago para aguentar aquela esposa dele. Ainda bem que ela mora longe da gente! Razão pela qual os nossos contatos além de serem restritos, permitem com que as nossas visitas tornem-se cada vez mais esporádicas.

Não muito diferente, é Joana: nunca, em toda a minha a vida, a vi recepcionar ninguém na residência dela; eu que o diga: sempre que chegava lá, era uma tromba e sequer me oferecia um café ou um copo d´ água.

-Você nem imagina o que aconteceu..._ Dizia ela.

Antes que eu perguntasse “O que houve?”, ela destrambelhava a língua para maldizer de quem quer que fosse. 

O marido dela é uma carga torta: não trabalha, bebe e arranja umas paqueras por aí. De vez em quando, ou quase sempre, Joana fica sabendo das aventuras dele e quando isso acontece... É aquela brigalhada. Como a minha esposa não gosta muito dele, isso torna-se mais um aditivo para tomar partido da irmã:

-Não se meta nisso, bem. _ Eu digo isso sempre.

-Mas é a minha irmã. E não é justo ela ficar casada com esse descarado.

Eles terminaram se separando judicialmente, mas reataram o matrimonio, pouco tempo depois. Creio que não demore muito para voltarem a brigar. Foi por causa disso que o filho deles resolveu casar, pretendendo sair daquela casa.

Janice não foge à regra: quando não é com o esposo, está arranjando briga com os vizinhos ou com qualquer um. A primeira nora dela, por exemplo, pediu divórcio, porque não aguentou o rojão: além de aturá-la, tinha que dividir o mesmo teto com ela e o sogro. Esse, então... Sem comentários! Percebe-se que o filho mais velho, e ex-marido dessa moça, teve a quem puxar, tanto no lado materno quanto paterno.

Janice, certa vez, precisou fazer uma cirurgia na coluna e não havia ninguém que ficasse com ela. A minha esposa contratou uma pessoa, mas essa pediu para sair, alguns dias depois.

Jussara é a cunhada que eu gosto mais. Minto, era.  No fundo, ela é uma pessoa maravilhosa, contudo a língua dela é de invejar qualquer casável. O marido dela, coitado... Não dá um passo sem, antes, consultá-la.

As esposas dos meus irmãos também não são diferentes, cada uma é pior do que a outra. Não pense que eu não goste das minhas cunhadas. Muito pelo contrário: elas lá e eu cá.

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...