Um anjo a sua espera

Por quanto tempo você é capaz de esperar uma pessoa? Dez anos? Vinte ou mais?
Pois é, imaginava que não conseguirira esperar nem por um dia, mas estava enganado. Meu coração resistiu ao tempo me surpreendedo.
Se está disposto a amar, lute com todas suas forças pelo seu amor, essa história não é só mais um romance, é o MEU ROMANCE.

3Likes
0Comentários
667Views
AA

10. O quanto é bom amar ela.

Pra fazer companhia a minhas lágrimas, a chuva veio me molhar, mesmo assim, permaneci deitado em cima do túmulo com o buquê de rosas murcho na mão. Sentia uma dor muito forte em meu coração e pedia a morte a todo momento, talvez só assim poderia a encontrar, até que um velho se aproximou de mim. O mesmo velho que sumiu naquela casa misteriosa e o culpado por me fazer acreditar em tudo isso. Furiosamente me sentei e o encarei.

- Se afasta de mim! Você é o culpado por toda a desgraça que aconteceu em minha vida!

- Não seja convarde, sabe que é por sua causa que está nessa situação!

- Se não tivesse me dado o bilhete, convencendo que eu acreditasse em ver Juliana, não estaria assim hoje. Veja só, não me reconheço mais!

O velho apenas sorria, parecia um demônio, e a sua presença me fazia mal, me deixava agitado.

- O que você é? De onde veio?!

- Eu sou seu amor!

- O que?!! Você é Juliana?

- Não! Eu sou seu amor, sou sua culpa, sua insegurança, a fraqueza, os vicios e as poucas virtudes. Eu sou VOCÊ!

Aquelas palavras confusas estava me enlouquecendo, como ele poderia ser eu, se não estava morto? Como isso é possível?

E precisando questionar me levantei e fiquei de pé ao túmulo, olhava em minha volta e enxergava espelhos, em vés de túmulos, surgiam espelhos com a minha imagem, cada um mostrava uma fase de minha vida, com Juliana e sem ela.

Até que todos se quebraram, se trasnformando em milhares de cacos que colidiram em minha pele, fazendo alguns ferimentos. E quando olhei em minha frente, estava um espelho gigantesco, uma imagem dura de se ver, um velho sentado em frente de uma televisão, com garrafas de bebidas na mão e acompanhado apenas da escuridão. E aos poucos, percebi que ele  se virava em minha direção, então me assustei, porém não me viu, apenas pegou um pano pra limpar um porta retrato com uma foto. A foto de Juliana, a minha foto preferida, quando nos conhecemos.

Então comecei a chorar e desabei no túmulo.

- Meu Deus, o que aconteceu comigo? Porque tive que beber? O arrependimento está me matando, sinto falta de você Juliana, nunca pensei que dizer Te amo, seria tão dificil pra sentir. Porque você não volta? Será que não esta vendo o meu sofrimento, a minha dor? Queria te explicar o quanto te amo, queria ser o cara perfeito pra você, sei que na vida não provei isso, perdi meu tempo com coisas desnecessárias, brigas e ciumes que as vezes era demais. Mas mesmo com meus defeitos, eu só queria te dizer que Te amo, mas não são apenas duas palavras, são sentimentos que me controlam e levam para um caminho sem volta, se estiver me ouvindo saiba que sempre terá um anjo a sua espera, porque sei que não sou perfeito mas sou seu pra eternidade!

O meu discurso só me trouxe mais lágrimas e as rosas que não soltava a nenhum instante tinha voltado ao normal, mentira, estavam mais lindas de quando comprei, o perfume de Juliana fez elas viverem e o vento tirou as rosas de mim, levando para o chão, e quando tentei pegar, vi uma mulher em minha frente me olhando com lágrimas prestes a cair. Ajoelhado, me levantei com as rosas na mão e reconheci Juliana.

- São pra mim?

Seu sorriso era o mesmo, e seus cabelos loiros brilhavam mais do que nunca. E quando pegou em minha mão, não consegui dizer mais nada, apenas a beijei por longos minutos sem ver o mundo em minha volta, apenas sentindo o quanto era bom amar ela.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...