Um anjo a sua espera

Por quanto tempo você é capaz de esperar uma pessoa? Dez anos? Vinte ou mais?
Pois é, imaginava que não conseguirira esperar nem por um dia, mas estava enganado. Meu coração resistiu ao tempo me surpreendedo.
Se está disposto a amar, lute com todas suas forças pelo seu amor, essa história não é só mais um romance, é o MEU ROMANCE.

3Likes
0Comentários
599Views
AA

4. Acreditar no inacreditável?

Mesmo com o medo quase me dominando, não perguntei nada ao velho, apenas esperei ele dizer o que queria. Peguei a xícara de café que me deu e antes de beber, a observei e cherei, claro disfarçadamente, estava com medo que estivesse envenenada ou sei lá. O velho se sentou e começou a falar.

- Fico muito feliz por você ter aceitado meu convite.

- Convite? Eu só vim porque sei que não me deixaria em paz, afinal o que você quer?

- Lembra da conversa que tivemos aquele dia no hospital?

- Sim... Ah, já sei, o senhor acredita em vida pós morte e quer me convencer né? Quer tirar o meu dinheiro e dizer que vou encontrar minha mulher quando eu morrer. Não perca seu tempo!

O velho se levantou e ficou de frente comigo.

- Não seja ignorante, eu apenas quero te ajudar. Você quer ficar sozinho para sempre, apenas se lamentando que perdeu sua mulher e é culpado por ter bebido naquela noite e não ter ouvido os conselhos dela? Lembre que você também estaria morto, mas sua alma voltou ao seu corpo lhe dando mais uma chance.

Não conseguia acreditar, como ele sabia de tudo isso? Quem contou a ele que eu tinha saído de meu corpo e depois voltado?

- Como sabe disso?!

- Eu sei de tudo, e em vés de fazer perguntas você devia confiar em mim e me ouvir!

Fiquei mais assustado do que estava, coloquei as mãos na cabeça, sem saber o que fazer no momento.

- O que você quer de mim? Me fala por favor! Eu não sei o que fazer, será que não tem piedade? Perdi minha mulher recentemente e meu coração ainda doí, eu queria poder acreditar que ela voltaria mas não dá, infelizmente isso não será possível!

- Vocês juraram amor eterno não é?

A pergunta dele foi meia estranha, como todas que fazia, parecia que falava em parábolas.

- Claro que juramos, e não estou dizendo que vou amar outra pessoa, isso nunca!

- Acredite em mim, se você quiser cumprir esse juramento de amor, terá que aceitar minha proposta.

- E qual é sua proposta?

- Se quiser reve-la, terá que fazer sua maior prova de amor. Mesmo que se sinta solitário e que tente desistir terá que provar seu amor não só pra ela mas para o mundo!

- Mas como vou fazer isso?

- Só seu coração pode responder a essa pergunta.

Fiquei meio inseguro por acreditar no velho mas ele já tinha demonstrado que não era um ser normal, sabia tudo sobre mim, sem ao menos me conhecer. Ele me levou até a porta para se despedir, já estava tarde e eu precisava retornar para minha casa.

- Lembre do que eu falei, boa sorte.

Apertei a mão dele e depois dei as costas. Descendo alguns degraus ele me chamou me pedindo pra fechar o portão, então fiz o que disse e quando ia atravessar a rua, lembrei que tinha algo pra perguntar mas quando me virei de volta a casa, ela não estava mais ali, havia apenas um terreno vazio no lugar.

Então fiquei mais assustado do que nunca, minhas pernas tremiam e eu não conseguia sair do lugar, como aquela casa tinha desaparecido em segundos? Será que eu estava ficando louco? Ou era tudo realidade? E o velho, onde se encontrava? Afinal, o que estava acontecendo na minha vida? 

 

 

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...