Fique se Aguentar

Série, Os Michell .
Este é o primeiro, livro de quatro.
Shane é o caçula da família, com mais três irmãos, sempre foi mimado por todos, achava que tinha a família perfeita até descobrir que a sua escondia um grande segredo, desde esse dia passou a beber mais, sair com varias mulheres, sem se importar com nada, até que conhece a inocente Carina Carvalho....
Carina filha única, exemplo de garota, resolveu seguir a carreira do pai, físico, nunca tinha feito nada de louco na vida, até conhecer o problemático Shane Michell...
Uma história, de amor, cumplicidade, ciúmes e companheirismo.... Que você não pode deixar de ler ;)

2Likes
4Comentários
242Views
AA

2. Desencontro

Shane

                   Procurei Carina em todos os lugares dessa maldita casa, mas claro ela se foi, pensei em correr atrás dela na mesma hora, mas não pude, não do jeito que tava, nu, me vesti e me sentei no sofá, como fui idiota de dizer aquilo pra ela, não pensei, quando ela começou a falar em outros caras, senti um ciúme descomunal, eu não tenho direito de me sentir assim, ela não é minha e não pode ser, eu não a mereço.

                  Ótimo tudo que eu menos preciso agora Drew e as gêmeas vindo em minha direção.

-Nossa cara o que houve, você esta com uma cara.

                 Eu encaro Drew e ele logo entende, que não quero falar, como sempre Tabata senta no meu colo sem ser convidada, me da vontade de derruba-la no chão estou muito bravo, mas não posso descontar minhas mancadas nela. Olho para a porta quando vejo quem eu mais queria, Carina meu raio de sol entrando, finge que não me viu, espera ela não esta sozinha tem um cara segurando na sua mão os dois sorriem de algo que ele disse, Logo o monstro do ciume salta do meu peito, e quando vejo já estou de frente pra ela, percebo que Carina bebeu um pouco a mais, e o cara tambem, ele a segura como se fosse dele, mas não é, ela é minha e tem um lençol lá em cima pra provar isso.

                Carina se assusta, aperta a mão do cara, isso me irrita, sorrio pra ela, isso meu raio de sol core, adoro vê-la vermelha.

-Vamos, precisamos conversar.

-Eu não vou para lugar nenhum Shane.

               Ah vem sim seguro o outro braço dela e tento puxa-la, é quando uma mão segura forte em meu braço, eu encaro o cara que segura minha mulher, temporariamente, não sei de onde essas palavras de posse saem, mas não ligo, Raio de sol precisa me ouvir, me desculpar só depois ela estará livre para ir, e com quem quiser, por mais que essas palavras doam em algum lugar em mim.

-Ela disse que não quer ir, então é melhor solta-la.

-E quem é você?

-Chega Shane, não temos nada pra conversar, deixa Yure em paz.

-Não é isso que a colcha lá em cima mostra.

             Me arrependi na mesma hora que essas palavras saíram, da minha boca, em vez de corar como ela sempre faz, Carina fica mais branca do que já é e não sei de onde veio mas um punho acerta forte o meu rosto e eu caio, Drew já esta do meu lado olhando o tal do Yure que nos encara sem medo algum, eu mereci, sei que mereci, mas quero bater nesse cara e muito por tocar no que é meu, me levanto e ela fica entre nós.

-Não

-Ah sim...

-O que esta acontecendo Shane:

-Não se mete Drew, isso é entre mim e esse cara que está segurando minha mulher.

-eu não sou sua...

-ela não é sua, e você deve respeito a ela.

-Vamos Yure... por favor.

                   Ele a olha e os dois saem, quero seguir mais Drew não deixa, fica na minha frente, esperando uma resposta, que nem eu tenho pra mim.

                  Resolvo ir pra casa, casa, meu loft que tenho a 3 anos desde que sair daquele lugar que chamava de lar... mas não quero falar agora, tudo que quero é dormir, se meu irmão deixar, Drew com certeza já foi correndo contar ao Ernest tudo que aconteceu na festa, deve ter umas 10 chamadas dele , mas não estou no clima para conversas, só consigo pensar nela, Carina, saindo com aquele cara, Yure, não sei pra onde foram, ela estava bêbada, meu Deus se algo acontecer não vou me perdoar, é tudo culpa minha.

                Com esse pensamento caio na cama, e logo adormeço.

Carina

               Como tinha dito, hoje tinha tudo para ser um dia maravilhoso, mas como sou eu, deu tudo errado, primeiro minha melhor amiga me convence  de ir a uma festa de fraternidade, e me deixa sozinha, depois perco minha virgindade com um babaca mulherengo e agora estou super bêbada vendo o mundo girar, a única coisa boa é que fiz um amigo Yure Lopez, só me escutou a festa toda, não me criticou nem me deu conselhos, bebemos juntos sim, mas por que eu quis e ele me respeitou a noite toda, agora esta me levando pra casa na sua land rover.

                Descobri que Yure tem 22 anos estuda engenharia química é o quinto ou vai ser o quinto engenheiro da família, é filho único, mora no campus como eu e tem uma vida descomplicada, não tem nada haver com o Adônis que habita meus pensamentos, ainda lembro das mãos de Shane em mim, dos seus beijo, em fim, só posso ser uma vaca por ainda pensar nele, ele foi um completo babaca comigo me fazendo passar  vergonha, só quero chegar no campus e dormir, esquecer de hoje.

-Pronto bela da noite chegamos.

-Obrigado Yure por tudo.

              Ele sorrir pra mim,nos abracamos e eu saio do carro, aceno pra ele e entro, subo para o meu quarto e finalmente encontro minha amiga fujona, ela corre pra mim e me abraça.

-Meu Deus, Ca onde você tava, fiquei feito doida atrás de ti, ai percebi que seu celular tava na minha bolsa.

            Eu olho para El não se é a bebida ou tudo que passei mas começo a chorar ela me abraça, e me afasto super rápido, corro para o banheiro e vomito, Elida senta no chão e me olha, então conto tudo que aconteceu na minha noite de festa ou de merda.

-Eu vou matar Shane Michell quem ele pensa que é, para fazer isso com minha melhor amiga, ah vou arrancar o pinto dele fora.

          Sorrio sem jeito, só a Elida pra mim fazer rir, numa hora dessas.

- Mas ai pelo menos você não é mais virgem e conheceu um cara que vale a pena.

- Quem o Yure? Ele é só meu amigo e vai continuar sendo.

           Elida me olhar com aquele olhar que diz, Sei, e sai, eu me levanto tiro a roupa e vou para o banho, que é o que preciso agora, me olho no espelho,será que eu mudei, suspiro baixo, e saio volto para o quarto e minha bela amiga, já esta dormindo, nem perguntei como tinha sido a noite dela, bem amanhã pergunto. Caio na minha cama e adormeço, algo me diz que amanhã nada vai estar como antes.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...