O Guerreiro e a Princesa (Continuação de Salva-me)

Hemon Forthwind e Amyra Martell saíram do Norte com vida e chegaram à Dorne. Tudo parece bem, mas eles terão de continuar fortes e unidos, pois o Norte se lembra e muitos outros desafios se colocarão no caminho deles.

0Likes
0Comentários
103Views
AA

3. O amor da minha vida

Amyra anda de um lado a outro nervosamente. Quando ouviu os gritos cessarem, olhou pela janela e viu os Nortenhos partindo. Ainda assim, está agitada e nervosa, pois sabe que algo ruim pode acontecer. Eles estavam com raiva e gritavam palavras de ódio contra ela.

Ela se assusta quando batem à sua porta. Abre e se depara com Trystane.

- Trys... o que aconteceu? – Ela o abraça e, chorando, enterra seu rosto no peito dele.

- Não se preocupe, já resolvemos aquilo. – Ele diz enquanto afaga os cabelos dela. – Mas precisamos conversar com você. Venha comigo.

Ela o acompanha até a sala de reuniões.

- Eles me querem morta por traição, não é? – Amyra pergunta quando entra. – Eu ouvi os gritos.

- Não se preocupe, já resolvemos aquilo. – Doran diz.

- E como resolveram? – Amyra se agita. – O Norte é grande, há muitas famílias nobres que apoiavam Ramsay, além dos populares. É melhor que eu me entregue a eles antes que eles tentem algo contra vocês ou nosso povo...

- Hey... se acalme! – Oberyn abraça a sobrinha e tenta acalmá-la. – Demos muitas coisas a eles e mandaremos mantimentos todos os meses. Eles temiam ficar sem um senhor para cuidar deles, mas nós cuidaremos.

- Talvez os populares aceitem isso, tio, mas os nobres não aceitarão. – Amyra continua nervosa e com medo.

- Sim, minha querida. Pode ser que você ainda corra algum risco, e é por isso que te chamamos aqui, porque pensei em algo que pode te salvar. – Oberyn diz. – Conversei com seu pai e com... – Ele olha para Hemon, mas não diz seu nome. – Bem... conversamos muito sobre isso e todos chegamos à conclusão de que isso será o melhor para você. 

- O que será melhor para mim? – Amyra pergunta receosa.

- Você se casará com Hemon e viverá com ele no Palácio de Areia. – Doran dá a notícia.

Amyra franze o cenho e olha para o pai sem entender muito bem o que acabara de ouvir. Depois olha para Hemon, que a olha de volta docemente, com um olhar cheio de ternura. Isso a toca e, estranhamente, a acalma. Mas a ideia ainda lhe parece estranha, afinal, foi seu próprio pai quem desatou o noivado entre eles.

- Com o título de Senhor do Deserto Vermelho e do Palácio de Areia, e com todo o exército da família de Hemon, você estará a salvo. – Doran continua. – Além disso, Deserto Vermelho é longe daqui e tem acesso dificultado para quem não está acostumado ao nosso clima, isso também ajudará a mantê-la a salvo.

Amyra olha para baixo, pensativa.

- Você está de acordo com isso? – Ela pergunta a Hemon.

- Claro que sim. – Ele responde sorrindo.

- E quanto a Lorde Alston? – Amyra pergunta.

- Meu pai não se oporá, ele sempre foi a favor de uma aliança entre nossas casas. – Hemon responde. – Mas já mandamos um pombo mensageiro a ele, receberemos sua resposta em breve.

- Se você está de acordo e Lorde Alston aceitar, então também aceito. – Amyra responde.

Ela e Hemon se olham por alguns segundos, sorrindo um para o outro. O sorriso dele a acalma e faz com que todo o medo a deixe. Ela chega a se esquecer, por alguns instantes, dos gritos odiosos que os Nortenhos dirigiram a ela.

 

*****

 

Hemon está com as mãos encostadas sobre a mureta de uma das varandas de Jardim das Águas, olhando para o jardim colorido logo abaixo. Ele não consegue parar de sorrir desde que Amyra aceitara ser sua esposa. Preferia que ela nunca tivesse passado por tudo o que passou, mesmo que para isso ela ficasse longe dele, mas já que não pode mudar o passado, mudará o futuro. Não está feliz apenas porque se casará com o amor de sua vida, mas também porque sabe que Amyra será finalmente feliz, ele fará de tudo para que ela se esqueça de seu doloroso passado e seja a mulher mais feliz do mundo.

- Atrapalho? – Amyra diz com a voz baixa, pedindo perdão pelo incômodo.

- Claro que não. - Ele se vira para ela e sorri ainda mais. – Você nunca atrapalha.

- Gentil como sempre. – Ela também sorri e se coloca ao lado dele. Ambos fixam seus olhares no jardim. – Eu vim até aqui para te agradecer. Muito obrigada.

- Pelo que me agradece?

- Por salvar minha vida novamente.

- E porque acha que deveria me agradecer? Sabe que a amo há muito tempo, não estou fazendo isso para salvá-la. Em verdade acho que é o contrário. - Ele sorri para quebrar a seriedade da conversa.

- Você poderia ter s negado, afinal, nosso primeiro noivado acabou. Você não precisava fazer isso por mim, seria pedir demais. No entanto está fazendo, casando-se comigo para me salvar novamente. Além disso... – Amyra fica com vergonha de dizer. – Já fui casada, logo... bem, você sabe...

Hemon demora alguns segundos para entender ao que ela se refere, e quando entende não consegue evitar a face cheia de estranheza.

- Está se referindo a sua virgindade? - Ele pergunta.

Ela se assusta por ele dizer com todas as letras, prontamente, o que ela tinha vergonha de dizer.

- Sim... – Amyra abaixa a cabeça.

- Ora, por favor! – Hemon ri da inocência de Amyra. – Somos Dorneses, Amy. Isso nunca foi um tabu por aqui. Seu passado realmente não me causa nenhum espanto.

- Só acho que você merecia uma mulher melhor, não sei...

A auto-estima de Amyra foi atacada em todo o tempo que ficou casada com Ramsay, era uma das inúmeras maneiras que ele usava para fazê-la se sentir fraca e poder manipulá-la melhor. Ela odeia admitir, mas ele conseguiu tirar muitas coisas boas dela.

- Não existe mulher melhor do que você. – Ele se vira para ela e a pega por uma das mãos, forçando-a a encará-lo. – Você é a mulher mais linda e inteligente que conheço. Talvez esse casamento te ajude, mas não é por isso que faço isso, é para me casar com o amor de minha vida, a mulher mais linda e maravilhosa de Dorne.

As bochechas de Amyra ficam vermelhas e ela sente o rosto queimar. Sorri, envergonhada, e abaixa o olhar, passando a fitar o chão.

- Desculpe se não sou tão altruísta quanto você pensa, mas tenho certeza que seremos muito felizes juntos. – Ele continua. - Vou me certificar disso.

Amyra ergue o olhar e sorri para ele. Pela primeira vez em muito tempo sente-se amada novamente.

 

A resposta de Lorde Alston Forthwind chega alguns dias depois. Na carta, ele dá sua aprovação para o casamento e demonstra orgulho e felicidade em poder juntar sua casa à casa Martell.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...