Drama

Tudo pode acontecer na véspera de Natal, principalmente estar em uma cidade desconhecida, sem sinal, em um aeroporto na chuva, lidando com um garoto que diz que Papai Noel usa All Star.
Será que um café pode melhorar as coisas?

0Likes
0Comentários
121Views
AA

6. Tchau

 

    Meu vôo atrasaria, era fato não duvidava que aconteceria. Meus pais disseram que falariam comigo mais tarde via vídeo chamada. Depois do natal última coisa que eu queria era provar os saboroso cookies do serviço de bordo do avião. Sentei na mesa ao lado da janela como das outras vezes, a cafeteira tinha umas quatro pessoas o movimento continuava o mesmo, no balcão se via o mesmo homem da véspera de natal com seu segundo expresso e a mulher da poça de chuva ao seu lado com uma xícara de café forte e por último eu. Estava chovendo gotas suaves de água. Notei que o menino do balcão estava entretido com a cena que se seguia. Sorri.

Passaram-se três minutos para que viesse anotar o meu pedido.

- Louise está ocupada. - Disse ele.

- É, eu sei.

- Que horas é o seu vôo? - Ele sentou a frente. Agora restava só nós três na cafeteira, a mulher havia saído.

- Hum...por que quer saber?- Ele esboçou um sorriso tímido.

- Para dar tempo de Louise chegar. Por que achou que me interessaria?

- Não. - Sorri de volta sabia jogar. - Aliás vai demorar, talvez nunca chegue.

O homem levantou e saiu, agora só restava nós dois. Thomas me encarou tentando entender a situação.

- Louise me convidou para trabalhar com a divulgação da cafeteira então, vai demorar um pouco para ir, mas se quiser posso ir agora.

Me levantei e segui até a porta e mais uma vez cai no chão, a poça parecia me seguir. Thomas correu até mim.

- Tudo bem? Você se machucou? Bateu a cabeça?

- Eu estou bem. - Eu sorri mas ele ainda parecia preocupado ainda estava deitada porém não queria me levantar e estragar tudo. Conseguia olhar para os seus olhos.- Não precisava ficar perguntando isso sempre.

- Se você parasse de cair. - Ele sorriu. - Parece que só assim você para de correr.

- Não estou correndo agora.

- Hum...certo. - Ele se aproximou, sentia o cheiro de café da sua roupa forte e doce. - Você precisa cair para descobrir que aqui é o seu lugar?

- Talvez...mas isso não é bom? - Ele sorriu, sentia sua respiração calma.

- É ótimo.

Senti o sabor do expresso quente, Thomas sorria e eu não podia deixar de rir. Então finalmente descobri que aqui era o meu lugar, não adiantou todas as fugas aqui sempre foi o meu lugar.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...