The Good Girl

Scarlett Westbrook tinha 20 anos quando foi humilhada publicamente.
Aos 23 anos presenciou a celebração de noivado do seu amor da adolescência.
Aos 24 anos estava numa delegacia prestando depoimento sobre um assassinato.

Graças a uma única pessoa, esses momentos marcaram sua vida: Barbara Faye.

A família Faye amparou a família Westbrook quando esta passava pela pior fase de sua história. Devido a isto Scarlett e Barbara conviveram como melhores amigas, confidentes, irmãs...

Dividiam praticamente tudo, exceto suas personalidades. Nisso elas eram absolutamente opostas. Barbara ignorava todas as regras, Scarlett as seguia metodicamente

Scarlett nunca pensou que as coisas acabariam daquele jeito para Barbara.
Nunca pensou que estaria no velório da amiga.
Muito menos que a boa moça viria a ser, além uma das peças mais importantes da investigação, também a sua principal suspeita.


Conteúdo +18: Pode conter tortura, mutilação, suicídio, violência gratuita/banalização da violência, pena

1Likes
1Comentários
3550Views
AA

12. «eleventh»

Dias Atuais
Lanchonete Bolton's
Marblecoast
10 a.m.
Quinta-Feira

É um prazer vê-la novamente, senhorita Westbrook.- Eric disse quando nos acomodamos numa mesa meio escondida de todos na lanchonete.

—Dadas as circunstâncias, é uma pena que eu não possa dizer o mesmo, delegado Barre.- ele soltou um risinho nasalado e eu apenas sorri.

—Entendo. De verdade. Tem uma ideia de por onde podemos começar?- dei de ombros e ele parecia já esperar essa resposta.—Bem, gostaria saber por outra perspectiva como era o relacionamento de Barbara e Christopher?

Franzi a testa e meu estômago se retorceu. Tive que fazer um esforço para projetar minimamente minha voz.

—Pensei que já tivesse interrogado Christopher.- coloquei um pouco mais de leite na minha xícara de café e tomei um gole.

—Sim, sim. Porém como eu disse gostaria de saber desse relacionamento por outra perspectiva. Geralmente não gostamos de falar sobre os verdadeiros problemas que há entre nós e nossos parceiros.- ele passou os dedos nos cabelos aparentemente sedosos. —Você parece estar presente desde o início dessa relação.

—Hm, okay.

»«

Quatro Anos Antes
Aniversário de 21 anos de Christopher 
Marblecoast
8 p.m.
Sexta-Feira

Eu acho que poderia marcar um ponto na minha vida e dividi-la em duas partes:

Antes do "Evento" - Depois do "Evento"

Evento era o apelido que eu tinha dado ao acontecimento que, mal eu sabia, mudaria minha vida.

Os dias depois da segunda-feira seguinte ao "Evento" foram mais calmos do que eu esperava.

Em um passe de mágica, todos pareciam ter esquecido do que aconteceu naquela madrugada de domingo, e se não esqueceram já tinham outra coisa melhor para fazer do que se preocupar com a minha vida.

Em todo caso, eu mantive distância do grupo de Barbara, não queria abusar da sorte, e graças a Deus, mesmo sem eu pedir Henry ficou ao meu lado nos intervalos e pausas.

Às vezes, nos conhecíamos melhor conversando, às vezes, nos conhecíamos melhor compartilhando nosso silêncio.

Christopher não falou novamente comigo depois da segunda-feira, mas, algumas vezes, eu o pegava me encarando, com pena provavelmente.

Então ele acenava com a cabeça e eu era sempre a primeira a desviar o olhar.

No meio da semana, recebemos um convite para sua festa de aniversário.

A família Samuels era uma família que gostava de exibir-se e demonstrar força e sucesso, diga-se de passagem.

Por isso eu não esperava uma festa menos do que surpreendente quando fomos todos à sua casa.

E com todos eu quero dizer, Barbara e sua família, Persie, mamãe e eu.

Não estava tão animada em encontrar todas aquelas pessoas as quais eu tentei andando evitar durante toda a semana nos corredores e salas da universidade.

Tentei me animar. 

Pelo menos, Persie estaria lá. E Henry também.

Fui a última a sair do carro e tive de apressar o passo para alcançar minha família que já estava na porta.

O senhor Faye, Charles, foi o que bateu à porta. Em instantes, o senhor e senhora Samuels sorriam para nós, com seus sorrisos deslumbrantes.

—Quem bom que vocês vieram!- a senhora Samuels colocou todos nós para dentro. O corredor estava escuro com umas luzes neon apenas servindo de iluminação. —Não se preocupem, acho que dividimos bem a área dos adultos e das crianças.

Nós apenas sorríamos.

—Onde está o garoto? Quero entregar o presente e minhas felicitações pessoalmente.- Audra disse quando chegamos no espaço dos "Adultos", onde várias outras famílias conversavam como se estivessem em uma cerimônia presidencial. O local era a definição de requinte e elegância.

Poderia perceber vários deles lançando olhares para mim, Persie e minha mãe.

Provavelmente seus filhos, já haviam espalhado a fofoca mais quente saída da boca de Barbara Faye:

Os Westbrook eram falidos que viviam às custas da família Faye.

—Já mandei chamá-lo.-o senhor Samuels disse com um sorriso cordial.

Eu era a última do grupo e senti alguém atrás de mim. Não precisei me virar para ver quem era, pois sua voz já deixou claro.

—E aqui estou eu!-Christopher disse em um tom amigável.

Então todos nós nos viramos para olhá-lo.

Seu cabelo cor de areia parecia ter sido penteado em algum momento antes do inicio da festa, mas agora estavam parcialmente bagunçados, que para o dia-a-dia era o seu penteado "normal".

Ele vestia uma blusa social, que outrora fizera par com um blazer, mas esse último não estava em nenhum local visível.

Seu traje social, ainda que já incompleto e totalmente desleixado, o deixava ainda mais atraente. Se é que isso era possível .

—Como eles crescem rápido, não? Parece que foi ontem que estávamos todos comemorando os 15 anos de Barbie e Lettie.- Mamãe disse indo cumprimentar o garoto.

Todos nós, até mesmo Persie, tivemos que escolher um presente para Christopher. As caixas eram dos mais variados tamanhos, mas de longe a minha era a menor.

Apesar de eu ser a mais próxima fisicamente dele naquele momento, ele cumprimentou todo mundo antes de mim.

Enrolei os dedos na fita do presente enquanto observava os abraços.

Barbara deu um abraço desajeitado nele e eu tive pena. Já tínhamos conversado sobre Christopher e eu não tinha nada contra se ela gostasse dele porque eu (pelo menos era o que eu queria acreditar) não sentia mais nada por ele.

Tive que segurar o riso quando Persie fingiu o seu melhor sorriso, mas se limitou a apenas um aperto de mão e dois beijinhos na bochecha. Christopher não estranhou.

—O que você tem para mim aí, Westbrook?- saí do meu mundo paralelo e o encontrei me encarando.

Olhei em volta. Minha família já estava entretida com outra a alguns passos dali, Gunther conversava com uma garota que ele deveria conhecer e Barbie puxava Persie para o que eu achava ser a área das "crianças" a qual a senhora Samuels se referiu.

—Hm, não é nada de especial.- eu entreguei a caixinha.

—Vindo de você, tenho certeza que será.- Christopher disse casualmente e esticou a mão para pegar a caixinha quando nossos dedos acabaram se roçando.

Como quem leva um choque, recolhi minha mão depressa deixando o presente cair no chão.

Parabéns, Scarlett.

—Oh, meu Deus, mil perdões.- eu me abaixei para pegar e ele também. Nossos dedos se tocaram novamente, mas dessa vez ele fez questão de segurar a minha mão para que eu não escapasse.—Ainda bem que eu reforcei a proteção antes de embalar

Christopher abriu um sorriso que mostrava todos os seus dentes brilhando como pérolas.

Podia sentir minha mão ficar mais escorregadia a cada minuto.

—Não vai me contar o que é?- neguei com a cabeça. —Então eu acho que você vai ter que me dar um abraço para compensar.

Ele não esperou uma resposta, apenas passou as mãos em minha cintura, como quem alisava o tecido do meu vestido cinza.

—Feliz aniversário, Christopher.- eu disse baixinho e ele se inclinou para diminuir a diferença de altura.

—Feliz agora que você chegou.

»«

 

 

(Notas Finais :hey, good people, como vocês estão? espero que bem!

o que acharam do capítulo? o que estão achando da história até agora?

deixem seus comentários, sugestões, críticas, teorias etc..

não se esqueçam de votar/favoritar/adicionar a história em suas listas de leituras e indicar para os amigos!

leiam também: Dance With Me | Livro I

e me sigam no twitter: @whodat_emmz

see u next friday

xx)

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...