Corvo Apaixonado

O amor não tem barreiras não é mesmo?
Mentira, depende de você, se quiser criar algumas, vai fazer isso sem nenhuma cerimônia. Eu sempre fui um garoto tímido, o famoso sonso sabe? nunca tive uma namorada por causa disso mas oque aconteceria se quando morresse, pudesse escolher alguma garota pra namorar? Pois é, eu tive essa oportunidade mas não foi tão simples como imaginava ser.

0Likes
0Comentários
604Views
AA

11. Não posso desistir de meu amor.


Não havendo motivos para continuar com essa farsa, fiquei esperando a morte chegar e ela não demorou. Quando voltei para meu quarto, a criatura me esperava me olhando, fiquei com medo mas a encarei também.

- Não adianta mais fugir de mim Corvo!

- Eu não quero mais fugir, pode me levar de volta para as trevas.

A criatura se aproximou de mim meio que surpreendido com a minha mudança repentina.

- Nossa, oque aconteceu pra mudar de ideia assim?

- Bruna, ela descobriu tudo e terminou comigo.

- Mas como ela descobriu? Você contou?

- Sim, era o certo a fazer, percebi que a mentira não é a melhor maneira de começar uma relação amorosa. E também menti para a senhora, eu quis viver para me vingar de um garoto que sempre me humilhou mas não consegui porque acabei me apaixonando pela irmã dele.

- Sabe que pode pagar por isso né? Mentiu para mim.

- Sei, mas não tenho medo, já estou pagando algo bem pior que é ficar sem Bruna, então oque vier é lucro.

A criatura não disse nada, apenas estendeu a mão para mim, logo peguei na mão dela e sumi, voltando para a escuridão.

Enquanto isso, Bruna chorava em seu quarto olhando para nossas selfies que tiramos juntos em seu celular. Pensou em apagar mas algo a impedia, com raiva jogou o celular em um movel, atingindo um copo que caiu no chão. Quando foi olhar, viu a rosa que eu havia lhe dado, e logo a pegou na mão.

- Eu amo ele, não adianta mentir pra mim mesmo, talvez esteja falando a verdade, teve muitas oportunidades para se vingar de meu irmão e não fez isso. Mas do que adianta me arrepender agora, ele nunca mais vai voltar.

Apesar da mágoa, Bruna acreditava em mim, queria que eu voltasse, e mesmo em completa escuridão, sentia isso, algo batia no meu coração pedindo pra que eu voltasse e não desistisse dela. Então, fiz oque era certo, sai correndo, seguido por uma luz que poderia ser criada pela minha imaginação mas que era suficiente para me guiar até ela. Essa luz era meu amor, a Morte logo me viu e tentou impedir mas a minha vontade me deixava mais veloz, e consegui fugir.

Depois de longos minutos, que pareciam mais horas, cheguei na casa dela.

- Oh Corvo, eu te amo tanto, estou sentindo sua falta, volta por favor, fui irracional e não pensei no que disse. Estou arrependida meu amor, se pudesse me ouvir falaria que ...

- Falaria oque? Disse eu a interrompendo.

Bruna que até então estava chorando com as mãos na cabeça, sentada em sua cama, se levantou assustada com a minha voz e dirigiu o olhar para minha direção, assustadissíma, porém feliz por me rever.

- Corvo, você voltou?!

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...