Corvo Apaixonado

O amor não tem barreiras não é mesmo?
Mentira, depende de você, se quiser criar algumas, vai fazer isso sem nenhuma cerimônia. Eu sempre fui um garoto tímido, o famoso sonso sabe? nunca tive uma namorada por causa disso mas oque aconteceria se quando morresse, pudesse escolher alguma garota pra namorar? Pois é, eu tive essa oportunidade mas não foi tão simples como imaginava ser.

0Likes
0Comentários
580Views
AA

14. Amor eterno

Quando menos esperava acordei, com a minha mãe me chamando pra ir na escola. Me levantei, tomei meu café e arrumei minha mochila, mas com o passar das horas comecei a ficar agoniado. Não sabia o porque mas meu coração estava doendo demais, pensei que fosse um mal estar e ficaria em casa, porém minha mãe quase que me obrigou a ir na escola, então fui.

No caminho fiquei olhando para o ceú, era a primeira vez que fazia isso, eu sempre andei de cabeça baixa e nunca dei importância pra nenhuma paisagem. Foi aí que percebi, eu tinha mudado, algo dentro de mim  estava fervendo como chamas, queria saber o que era isso, parecia que minha alma estava vivendo, deixando a escuridão que sempre vivi e se fortalecendo.

Depois de terminar mais um dia de aula, estava voltando para casa, atravessei a rua meio distraído com o celular e quando olhei vi um carro vindo em minha direção, não daria tempo pra correr, fiquei em choque. Nisso, algo me empurrou para longe, e cai na calçada, me recuperando da queda, procurei o que tinha me salvado, e quando olhei, vi Bruna, mas não era só a irmã de Crodoaldo, era Bruna, a minha namorada.

No momento que olhei em seus olhos lembrei de tudo que tinha acontecido, o nosso romance que parecia apenas uma ilusão, como a Morte mesmo me avisou, era verdadeiro. Talvez, as lembranças tivessem sido apagadas de nossas mentes, mas o nosso amor, só tinha se fortalecido. Tive medo de ela não lembrar do que havia acontecido entre nós mas quando pensei em falar, Bruna me beijou, um beijo pra relembrar tudo e deixar nosso amor mais vivo do que nunca.

- Então você ainda se lembra de mim?

- Como esqueceria você Corvo? Eu te amo!

Nos beijamos mais uma vez e depois, fomos passear em uma praça, onde ficamos namorando e matando a saudade. Estava muito feliz por ela não ter esquecido de mim, por um momento pensei que o que a Morte tinha falado poderia acontecer, mas nosso amor era forte e superaria tudo, até mesmo a morte.

Contamos para nossas famílias e pra felicidade de todos, eles concordaram com nosso relacionamento, até mesmo Crodoaldo, parecia que ele  também tinha mudado depois do acidente que "nunca existiu". Parou de cometer bullyng na escola e se tornou um garoto mais comportado, apesar de sempre ter umas recaídas, fazendo brincadeiras idiotas, ele mudou muito.

Bruna e eu, estavamos mais felizes do que nunca, e depois de tanto tempo, hoje eu sabia que minha felicidade se encontrava nela, não era mais inseguro, e não tinha mais vergonha de mim mesmo. Bruna se tornou o meu tudo, me salvou de um mundo escuro onde só tinha lugar a solidão e medos, e me deu um novo mundo onde encontro a paz e o amor. Se eu puder recompensar tudo a ela, ficarei muito feliz, pois o nosso amor é mais forte que qualquer arma destruidora e mais superior a todos os tipos de preconceitos que possa existir.

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...