Amor Mutilado

Ana tem apenas 14 anos, mas já enfrenta muitos problemas pessoais. Uma linda garota com sorriso perfeito que deixa qualquer menino apaixonado, mas toda essa moral pra ela não basta, não a faz feliz. Sabe que o amor não é isso, apenas a olham como uma mulher linda que tentaram conquistar, um objeto de valor para ser exibido aos amigos como um troféu.
E por isso resolve não acreditar em ninguém, apenas viver, solitária em seu quarto. Mas algo de inusitado acontece e ela se apaixona por um garoto que nem mora perto dela, e logo começam a namorar, mas esse relacionamento será conturbado, cheio de problemas e inimigos tentando destruir essa linda relação.
Um romance perfeito daqueles que qualquer um desejaria ter um dia, uma paixão eterna entre dois jovens que se amam a ponto de ficarem loucos.

2Likes
2Comentários
882Views
AA

4. Traição

- Você é louca de fazer isso?! Hein, me fala Ana?!

Essa foi a resposta que ele me deu, fiquei congelada não acreditando no que estava acontecendo até meu própio namorado me achava uma louca. Poderia ser chamada assim por qualquer um, mas não esperava que aquele julgamento viesse de meu grande amor, só Deus sabia a dor que estava sentindo naquele momento, minha vontade era de morrer.

- Porque nunca contou que se cortava?

- Ah, eu tinha medo de me chamar de louca como fez agora!

- Me desculpe, fiquei nervoso.

Fingi aceitar as desculpas dele, mas claro que não conseguiria esquecer a ofensa que me fez, apesar de tudo, desabafei e contei todos meus problemas incluindo os mais intímos como o medo que possuia em relação ao meu padrasto. Vocês não devem saber o quanto que é dificil não ter privacidade nem ao menos em seu própio lar, sempre percebi olhares maldosos de meu padrasto, principalmente quando eu usava roupas curtas, que por causa disso tive que andar sempre com mangas cumpridas e calças largas. 

O mais dificil de tudo isso, é a culpa que eu e mulheres levam na sociedade, como se estupros e abusos fossem culpas de roupas curtas. É horrível ter que viver em uma sociedade machista, apesar de me ofender e ser frio comigo, Peter, meu namorado, ficou preocupado comigo, disse que queria me proteger de tudo, e pediu pra que eu parasse de me cortar. Mas era dificil, se fossse simples assim eu seria feliz, mas por amor tentaria.

Mas como todo relacionamento existe fases boas e ruins, estavamos numa boa fase, ele parecia ter mudado, me valorizava como realmente merecia e falava até em casamento. Porém, eu sempre dava um jeito de fuçar o Facebook dele e encontrava comentários que me deixava furiosa, não era "lindo" e sim "meu amor", o pior de tudo é que ele respondia com a mesma moeda, quem visse aquilo juraria que estava solteiro. Tudo bem, vocês devem estar pensando que eu pego muito no pé e sou ciumenta, insuportável, mas qual a razão que ele não deixava eu comentar e nem marcá-lo em nenhuma publicação? Se somos namorados deviamos assumir, já fazia 4 meses que estávamos juntos, e sempre o motivo de nossas brigas era em relação a isso.

Um relacionamento é construído pelos dois, mas parecia que só eu me interessava em continuar, tinha dias que nem me chamava de amor. E não suportando mais as brigas, ele terminou, friamente como sempre, disse que eu só sabia discutir e não queria viver bem com ninguém. Claro, comecei a chorar e implorar pra que ele ficasse, pedi mil desculpas mas me calei quando fui bloqueada de suas redes sociais.

Estava novamente com o coração sangrando, comecei a me cortar e depois de dois dias, ele me desbloqueou, pensei que voltariamos e o chamei, meio envergonhada e mandei a seguinte mensagem:

- Me desculpe por ter brigado mais uma vez, espero que me entenda, não estou bem e acabei me cortando por causa das ofensas que te fiz. Mas saiba que nosso amor é tudo pra mim, e se quiser me desculpar, prometo que vou ser melhor e lutar pela nossa relação sempre. 

Dois minutos depois, ele me mandou:

- Já estou namorando!

Vendo aquela mensagem fiquei em estado de choque e desliguei o celular, chorando muito. Como ele podia ser capaz de fazer isso comigo? Apenas dois dias, já estava com outra?! Nem ligou para meu estado. Aquilo era o fim pra mim, não conseguiria viver sem ele e teria que aguentar publicações que postava com sua nova namoradinha. Muito abalada, tomei uma decisão que mudaria minha vida de uma vez por todas.

 

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...