Uma babá mais que perfeita- Livro 1

★Livro 1» Uma babá mais que perfeita: O começo™★ Jasper Hale é dono de uma popular revistas masculina, casado com a gananciosa Maria e pai de uma linda e amorosa menininha de três anos chamada Mellody. O casal vivia uma linda história de amor, mas após o nascimento de Mellody, Maria se torna uma pessoa terrível. Além de não amar mais Jasper, a mesma maltratava sua filha pois a odiava, mas mesmo assim a pequenininha continuava a amá-la. Jasper resolve dar um basta nessa situação e se divorcia de sua esposa, pensando que assim os seus problemas iriam diminuir. Como ele trabalha boa parte do dia, ele não possuía tempo para cuidar de Mellody, então ele resolve contratar uma babá, que consequentemente desencadeará algo que Jasper não sentia a muito tempo...O Amor.

1Likes
0Comentários
474Views
AA

4. Roar

P.D.V Alice

Era quase impossível imaginar que aquele era meu ultimo dia em meu querido apartamento. Quase não dormi direito. Meu coração doía de imaginar que eu iria deixar um local que eu tanto amava.Mas era necessário... Além do mais, agora eu teria companhia, uma das melhores companhias... a Mell. Como não consegui dormir, aproveitei o tempo e arrumei minhas malas, algo que não demorou tanto, pois eu não possuía muitas coisas. Quando acabei já era quatro da manhã e eu estava mais acessa do que nunca. Enquanto eu comia meus cereais com leite, fiz os deveres da faculdade e quando acabei fiquei assistindo televisão.

Nem vi a hora que adormeci e só acordei assim que uma buzina insistentemente irritante ecoava por todo meu apartamento fazendo com que minha cabeça latejasse. Me espreguicei e olhei as horas me meu telefone. Eram dez da manhã. Me levantei e segui em direção a Janela que estava aberta. Assim que cheguei na mesma com minha cara de sono e minha camisola do Bob Esponja, fiz o máximo de esforço para ver quem estava lá embaixo, já que o sol estava me deixando cega.

—ALICE QUERIDA, ANDA RÁPIDO. TENHO QUE IR AO SHOPPING. — Rose berrou lá de baixo encostando em uma BMW Conversível vermelha.

Puta merda! Eu nem estava pronta.

— SUBA AQUI, SÓ VOU TOMAR UM BANHO RÁPIDO! — Avisei a ela que concordou trancando o carro e subindo na calçada.

Deixei a porta do apartamento encostado e corri em direção ao banheiro. Tirei minha roupa o mais rápido possível e liguei o chuveiro. Me enfiei debaixo dele e tomei um banho rápido para que eu despertasse. Assim que terminei, me sequei e vesti um vestido que eu havia separado em cima da cama. Prendi meu cabelo, que já estava seboso, em um rabo de cavalo e calcei meus chinelos.Peguei minha toalha e sai do quarto dando de cara com Rosalie.

—DIVINAAAAAAAA. —Rose gritou me abraçando. Retribui o abraço quase me sufocando com a cara em seus seios. Assim que me afastei da mesma entendi o porque da minha cara ter surrado nos peitos dela. Rosalie estava ainda mais magnifica com um vestido rosa justo, acima dos joelhos e um salto ainda mais rosa que seu vestido. Aquele mulher além de me fazer sentir-me menor do que eu já era, me fazia me sentir cada vez mais feia. A família Hale possuía uma genética maravilhosa!

—Que legal! Nós vamos morar juntas agora. — Mellody comemorou pulando em meu colo. Olhei para a mesma que estava sorrindo de orelha a orelha.

Mellody já era o tipo de criança que deixava qualquer adulto no chinelo, nesse caso eu era um patinho feio entre ela e Rosalie.

— Está linda meu bem!— ela sorriu dando de ombros. Ela estava uma fofura com um vestido lilás rodado e sapatilhas pratas, mas o que a deixava mais fofa eram os cachinhos loiros que estavam presos em duas marias chiquinhas.

—Também está belíssima Alice!

— Obrigada. — sorri para ela.

— Eu não consigo entender como ainda está solteira, me diga pelo menos que está com algum rolo. — neguei rindo. — Solteríssima? — concordei. — Mentira.

— Ok, eu estava com um simples rolo. Quase deu certo, mas preferi deixar apenas na amizade. — assumi a ela.

— Por que? Tu linda desse jeito solteira. Por favor... — pediu me fazendo rir.

— Digamos que meu primeiro namoro foi um completo desastre. — ela riu pegando uma de minhas malas.

— Por que?

— Ele era o tipo de pessoal que só pensava em ir para a cama, depois de dois meses dei um jeito de sair fora. — rimos enquanto descíamos com as malas.

— Fez super certo. — concordei com ela enquanto eu fechada meu ex apartamento.

Respirei fundo e segui ela e Mellody que puxavam uma de minhas malas, enquanto eu ia com as outra duas. Descemos pelo elevador e assim que cheguei na recepção, me despedi de todos que trabalhavam ali e entreguei a chave sentindo um enorme aperto no coração. Será que eu estava fazendo a coisa certa?

Talvez sim, pois ver a felicidade de Mellody era impagável !

Assim que saímos do meu prédio seguimos até o carro vermelho e levamos as malas até ele. Rose abriu o porta malas e quase morri de susto.

— E ai gata ! — Encarei Emmett que saia de dentro do porta malas.

Mas...

— O que você estava fazendo aqui criatura ? —perguntei a ele que apontou mara Mellody que começou a rir.

—Fiz uma aposta com Tio Emmett. Apostei com ele um sanduíche se ele conseguisse ficar a viagem toda dentro do porta malas com a tia Rose roda dura dirigindo! —Mellody explicou e Rosalie a encarou.

— Querida, sua tia maravilhosa aqui não é roda dura. Eu dirijo muito bem sim! Seu tio que fica falando merda. —Rose se defendeu e Emmett começou a espirar. —O que foi querido ? — perguntou preocupada.

—Sou alérgico a mentira na cara dura . — respondeu a ela que o encarou com os olhos pegando fogo. Pobre Rose... — Ah qual é Rosalie. — cruzou os braços.— Não Lembra daquele dia que você atropelou uma vaca e depois me fez por aquela coisa dentro do carro porque você queria comer churrasco ? — arregalei os olhos.

Miserícodia!

— Ok, mas isso não vem ao caso. — avisou a ele lhe entregando a chave.

Terminamos de colocar as malas e entramos no carro. Emmett sentou-se no banco do motorista e Rosalie se sentou ao seu lado, enquanto eu e a pequena fomos atrás. Rose colocou seus óculos escuros, enquanto seu cabelo loiro era balançado pelo vento, como se a mesma estivesse em um filme de Hollywood.

Respirei fundo e fechei os olhos sentindo a deliciosa brisa bater em meu rosto.

— OMG MELLODY É A NOSSA MÚSICA! — Rose gritou se virando para trás e só depois percebi que o som estava ligado.

— Que Deus abençoe essas almas. — Emmett murmurou antes que das duas começarem a cantar.

I used to bite my tongue and hold my breath

Scared to rock the boat and make a mess

So I sat quietly, agreed politely

I guess that I forgot I had a choice

I let you push me past the breaking point

I stood for nothing, so I fell for everything

You held me down, but I got up

— Nossa que vergonha! Vamos fechar isso daqui pra ninguém saber que conheço vocês. — apertou o botão que abaixava a capota.

— Vai merda alguma. — Rose deu um tapa nele quase o jogando fora do carro.

Comecei a rir.

—Canta com a gente . — Mell pediu e Emmett negou fazendo cara de sofrimento. Assenti para ele e comecei a cantar com ambas.

Already brushing off the dust

You hear my voice, you hear that sound

Like thunder, gonna shake your ground

You held me down, but I got up

Get ready cause I've had enough

I see it all, I see it now

I got the eye of the tiger, the fighter, dancing through the fire'

Cause I am a champion and you're gonna hear me roar

Louder, louder than a lion

Cause I am a champion and you're gonna hear me roar

Oh oh oh oh oh oh

You're gonna hear me roar

—Serio pessoal. Parou! As três cantando feito galinhas está vergonhoso. —Emmett pediu enquanto parava no sinal e as pessoas nos encaravam.

Now I'm floating like a butterfly

Stinging like a bee I earned my stripes

I went from zero, to my own hero

— Rose amor da minha vida. Para com isso por favor, em nome do nosso amor. — Emmett pediu  a ela que negou. — Isso foi uma indireta? Quer dizer que vocênão me ama?

You held me down, but I got up

Already brushing off the dust

You hear my voice, your hear that sound

Like thunder, gonna shake your ground

You held me down, but I got up

Get ready 'cause I've had enough

I see it all, I see it now

Nessa momento Emmett já estava pirando.

— Senhor, levai essas almas para o seu e as livrai de todos os pecados . — comecei a rir de Emmett. Pobrezinho...

I got the eye of the tiger, the fighter, dancing through the fire

'cause I am a champion and you're gonna hear me roar

Louder, louder than a lion

'cause I am a champion and you're gonna hear me roar

Pegamos fôlego e encaramos Emmett.

—Misericódia!

Oh oh oh oh oh oh

You're gonna hear me roar

Oh oh oh oh oh oh

You're gonna hear me roar

Roar-or, roar-or, roar-or

I got the eye of the tiger, the fighter, dancing through the fire

'Cause I am a champion and you're gonna hear me roar

Louder, louder than a lion

'Cause I am a champion and you're gonna hear me roar

Oh oh oh oh oh oh

You're gonna hear me roar

Oh oh oh oh oh oh

You're gonna hear me roar

Irritar Emmett estava tão divertido que eu nem havia percebido que já havíamos chegado na casa de Jasper.

—Vocês só me fazem passar vergonha ! — Emmett nos avisou enquanto tirava minhas malas do carro.

—Desculpa amoreco, mas é que essa música é muito boa! — concordei com Rosalie.

— Realmente é muito boa, mas vocês a estragaram. — comecei a rir.

—O que aconteceu? — Jasper apareceu misteriosamente atrás de mim e Mellody me fazendo levar um susto. Mas de onde ele havia saído?

— Tio Emmett está reclamando porque a gente tava cantando ROAR — Mellody respondeu ao pai que a pegou no colo.

—Emmett, deixe as meninas cantarem em paz . Pare de ser chato. — Jasper pediu a Emmett que o encarou.

— Uma coisa é cantar, outra coisa é você estar no meio da rua com essa três malucas, incluindo essa Alice que parecia um cabrito com hemorroida, gritando como se eu estivesse voltando de um manicômio. — caímos na gargalhada com o que Emmett havia nos dito. — Ninguém merece, me senti envergonhado.

— Ah Emmett, não fique assim. Nós te amamos. — Rose falou e o abraçamos, menos Jasper que danou a rir.

Talvez aquela decisão de me mudar para cá, foi uma das melhores que tomei.

P.D.V Jasper

Logo depois que Alice e Rosalie subiram para arrumar as coisas de Alice, fiquei sentado assistindo Televisão com Mellody. Era sábado, graças aos céu!

Descanso.

Era a única coisa que eu precisava naquele momento.

Escutei passos se aproximarem e quando olhei para trás Alice descia as escadas junto a Rosalie e Bella. Alice caminhou até mim e pegou Mellody do meu colo. A encarei sem entender o que estava acontecendo e só depois percebi que minha filha estava dormindo.

— Aonde vai ? — Rose a perguntou.

— Colocar ela na cama. — Alice respondeu enquanto subia as escadas.

Encarei Rose que se sentou ao meu lado.

—Ela é incrível não é ? — Rose me perguntou e eu concordei.

—Sim ela cuida muito bem de Mellody. — completei.

— Tudo bem. — Se levantou. — Eu tenho que ir. — Rose me abraçou.

— Obrigado por ter buscado Alice. — agradeci a ela que sorriu.

— Tenho certeza que não teria sido tão legal se fosse você que a tivesse buscado.— comecei a rir me lembrando do que Emmett havia falado. — Até mais.

— Até. — me despedi dela que saiu pela porta junto a Emmett que apenas acenou.

Continuei sentado no sofá e troquei de canal, fiz isso mais umas doze vezes. Já que não estava passando nada de interessante, peguei a chave do meu carro.

— Bella. — A chamei.

— Pois não? — apareceu rapidamente na sala.

— Vou dar uma saída e não sei que horas volto.

— O que eu tenho a ver com isso? — serrei os olhos para ela. — Ok, eu aviso caso alguém chegue aqui lhe procurando. —.acenei para ela e sai de casa.

[...]

Já havia horas que eu estava na casa de Edward, bebendo com o mesmo enquanto assistíamos o campeonato sentados no sofá e comendo alguns petiscos.

— Você não faz ideia do quanto minha vida melhorou depois do divórcio. —falei a ele bebendo mais um pouco de Vodka.

—O maior problema da sua vida sempre foi a Maria. — concordei. — Só que você demorou pra perceber já que é um idiota! — revirei os olhos.

—Na verdade eu só não fiz isso a mais tempo, pois meu maior medo era a reação de Mellody. Eu pensava que ela iria ficar com muita raiva de mim. — expliquei.

— Mas ela não ficou. — concordei. — Até que ela aceitou bem. E aparentemente entendeu que aquilo era para o bem de todos.

— Ainda bem. — suspirei aliviado.

Aparente ter uma filha que era contra suas decisões parecia ser algo perturbador.

— Sabe o que você tem que fazer ? — o encarei. —Encontrar um mulher e se casar novamente..

— Nem pensar.

— Ah Jasper! Pare de ser careta, arrume outra pessoa. Vai fazer bem tanto para você quanto para Mellody. Talvez Maria não era a mulher certa para pra você. — ele disse eu concordei.

— Não quero me decepcionar novamente.

—Cara, se não der certo, tenta de novo. Um dia você vai encontrar a pessoa certa não só pra você como para Mellody . Tenho certeza de que quando Mellody ficar adolescente, ela não irá querer contar sobre os namoradinhos dela para você. — arregalei os olhos.

Meu Deus! Edward pensava tão longe, eu não queria saber o que iria acontecer com Mellody daqui a quarenta anos.

— Ela terá Alice para isso, eu tenho certeza. E essa coisa de namoradinhos não irá acontecer enquanto eu estiver vivo.

—Uhum. Primeiramente pense na probabilidade de Alice não estar mais cuidando dela daqui alguns anos , lembre-se de que Alice é humana e um dia ela irá ter sua própria vida, sua casa, sua família, seu emprego e não poderá mais cuidar de Mellody. — concordei. Infelizmente aquilo era verdade. Agora o que eu mais temia era que aquele dia chegasse. Edward me enchendo de problemas...— E segunda coisa. O que eu disse sobre Alice, eu digo sobre Mellody. Ela irá crescer e não dependerá mais de você e terá sua própria vida. Você não poderá pendê-las pela vida toda. —dei de ombros. Era verdade. — A não ser Alice que já é adulta e é solteira, ai nesse caso eu não sei se você conseguiria manter um...

— Cala a boca. — pedi antes que ele falasse mais merda. — Eu e Alice somos amigos e eu sou super grato a ela por ela cuidar tão bem da minha filha. Eu acho que eu não tenho tempo para essa coisa de arrumar outra pessoa. Por mais que eu ache que Mellody precise de uma "mãe", eu acho um pouco difícil eu me interessar por outra garota, depois de ter aquela experiencia de vida de casado maravilhosa ao lado de Maria.— ele riu.

—Então arruma um homem, vai que Mellody gosta da ideia de ter dois pais. — revirei os olhos.

— Idiota !— dei uma cotovelada nele. — Agora eu tenho que ir, Mell deve estar me procurando, apesar que com Alice lá ela esquece da minha existência. — tomei o resto da Vodka.

—Tudo bem. Vê se pensa em arrumar outra pessoa para você, esse trem* de morrer sozinho não dá muito certo. — me avisou. (*raízes mineiras da autora heuheuheuheu)

—Cala a boca. — falei antes de me retirar do seu apartamento.

Desci as escadas e segui até o estacionamento. Tirei o meu carro e fui direto pra casa na expectativa de que Mellody pudesse ter acordado. Assim que cheguei estacionei o carro na garagem e escutei o som de algo caindo na piscina.Ouvi as risadas de Mellody.

Piscina... Mellody.

MELLODY ESTAVA PERTO DA PISCINA?

Subi correndo e assim que cheguei avistei Alice dentro da piscina e Mellody, que estava sem boias, com a água escorrendo pelos cachinhos se preparando para pular. Esfreguei meus olhos tentando acreditar naquilo.

Mellody odiava piscinas, morria de medo de se afogar, além do mais ela não sabia nadar e jamais quis aprender.

— Vem Mellody, pula logo. — Alice a chamou e a mesma correu até ela. Alice mergulhou no mesmo momento em que minha filha pulou dentro da água.

Senti meu coração gelar. Corri até elas e quando cheguei Mellody estava voltando á superfície junto a Alice que a estava segurando. Alice a soltou e por incrível que pareça ela estava nadando sozinha.

Aquilo era um sonho.

— Misericódia! — falei com a voz falha e ambas me encararam.

— Oi papai. — sorriu para mim abraçando Alice que a segurou.

— Querida, você está nadando ? — perguntei sm eu mesmo acreditar em minhas palavras.

—Alice me ensinou.

Alice... uma benção na nossa vida.

— Uma hora ou outra você tinha que perder esse medo, não é mesmo?— Mell concordou. Continuei encarando as duas. — Não tem problema usarmos a piscina, não é?— Alice me encarou já esperando um xingo.

— Não, é que eu não estou acreditando nisso. — Alice riu. Me sentei na beira da piscina. — Só posso estar sonhando. Alice... Você é uma babá mais que perfeita. — falei a ela que começou a corar as bochechas.

— Obrigada. — riu. — Se eu fosse você, eu acordava, antes que caísse dentro da piscina. — me avisou. e eu ergui a sobrancelha.Mas o que?

Senti algo me empurrando, mas foi tudo tão rápido e acabei caindo na piscina. Assim que voltei a superfície olhei para onde eu estava e lá estava ela....

—Cheguei Glorioooosaaa. —Bella me disse e eu comecei a rir.

— Menos Bella. — pedi a ela. — enquanto eu me retirava da piscina o que a fez sair correndo. — Já volto. — avisei a Alice e Mellody que concordaram.

Vesti minha roupa de banho e fui até as meninas.

continua...  

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...