A Garota do cabelo Azul

Akira após sofrer uma acidente de carro junto com seu namorado sua vida toda muda. No acidente, seu namorado, não sobrevive e ela acaba ficando louca e sendo internada em um clínica de reabilitação. Ao sair da clínica seus pais decidem colocar ela em um colégio interno. Onde as regras são severas e Akira terá que cumprir-las. Bom, isso e o que seus pais achavam.

1Likes
1Comentários
63Views

1. 1

- Ah mãe foi só nas pontinhas.

- Pontinhas? Daqui a pouco você vira o avatar.

Andy gargalha e eu taco meu fone de ouvido na cara dele.

- E o Andy que foi para a balada ontem. - falo olhando para o mesmo que me encara com os olhos arregalados e eu começo a rir da cara dele.

- Andy você fez o que? - minha mãe grita. Ela para em um sinal vermelho e olha para trás.

- Tá olha só... - começa - se seu pai saber disso você está ferrado e não vai participar do campeonato de basquete.

Meu irmão jogava basquete em um clube. E eu ficava em casa assistindo The Duff.

- Não quero reclamações de vocês principalmente de você Kira. - diz e depois volta a olhar para frente acelerando o carro.

Levo minha mão até em cima do peito.

- Mãe, eu não faço nada.

- Hanram - diz não prestando atenção no meu showzinho dramático e voltando a dirigir.

Olho para Andy que escutava música com o meu fone. Desconecto o mesmo do celular dele e puxo de suas orelhas.

- Você tem o seu. - falo conectando no meu celular.

- Chata.

- Irritante.

- Insuportável.

- Roubador de fone.

- Avatar.

Reviro os olhos ignorando o mesmo.

- Chegamos. - diz minha mãe e ouço o freio de mão ser puxado. Saio do carro e dou uma olhada na escola. Três prédios de dois andares e algumas árvores em frente. Tinham vários alunos espalhados para tudo qualquer canto. Um sinal irritante toca fazendo todos eles irem entrando para o segundo prédio rapidamente.

Desvio meu olhar da escola e vejo Andy já com suas malas e minha mãe tirando as minhas malas do carro. Ela me entrega e eu seguro uma de cada mão, antes colocando meu celular no bolso na calça, e vou andando até o portão da escola onde tinha um pequeno pátio e uma sala escrito "Secretaria". Andamos até lá e minha mãe conversa com a mulher que estava lá dentro.

Aproveito e vou dando uma olhada na escola. Ela é diferente pela internet. Sim, eu pesquisei ela na internet. Queria ver como era, se tinha freiras e padres orando por ai. Por que pela lista de regras que recebemos em casa isso aqui está parecendo uma igreja da idade média.

- Akira, Andy.. - ouço a voz da minha mãe e vou andando até ela que tinha dois papéis em mãos. Ah não. Mais regras?

- Esse aqui e o número do seu quarto - ela entrega para Andy que estava ao meu lado - e o seu - ela me entrega. Pego o papel lendo - Nessa folha também tem horário de aulas, número da sala, enfim tudo que irão precisar.

Meu quarto é o 14-B. O que significa isso?

- Vou ficar com saudades. - diz minha mãe abraçando nos dois. - Não esqueçam de me ligar todo dia.

- Tá - dissemos juntos. Ela nos solta e vai andando até o carro. Olho para Andy que também me encara.

- Onde você acha que ficam os dormitórios?

- Eu não faço a mínima ideia, Avatar. 
 

Imagina duas pessoas perdidas na sua própria escola? Sim. Essa pessoa sou e o Andy. Nós já andamos tudo é só achamos salas de aula, salas de aula e salas aula. Estou começando a achar que estamos perdidos.

Andy diz que acha que está quase chegando por causa da "intuição" dele mas nós dois fomos parar em um corredor sem saída.

Damos meia volta e voltamos a andar a procura dos dormitórios.

Nada, nada e nada.

Olho mais uma vez o papel e viro o mesmo vendo um mapa. Levo minha mão até a testa.

- Andy - chamo-o.

Ele olha para a mim e bufa pegando seu papel do bolso da calça e virando o mesmo.

- Estamos no prédio errado. O primeiro prédio e onde ficam os dormitórios, o segundo prédio e as salas de aula, o terceiro prédio e a quadra, refeitório, biblioteca e um centro turístico.

- Estamos em qual?

- Segundo.

Saímos do segundo prédio e vamos andando até o primeiro. Não aguentava mais carregar minhas malas.

Ao entrar no prédio vejo um garoto de cabelos morenos e olhos castanhos, ele usava uma calça preta e uma blusa branca, tênis combinando e cabelo meio bagunçado e falava com um inspetor.

Andy anda até eles para pedir informação e eu fico afastada olhando tudo de longe.

O inspetor aponta para algum lugar e Andy assente com a cabeça vindo em minha direção. 

- Vou te deixar no seu quarto. - diz indo até um lance de escadas. Vou subindo minhas malas em cada degrau até acabar.

Quando eu terminei e vi o corredor quase me ajoelhei de cansaço enquanto Andy andava tranquilamente pelos corredores. Tirei a alça da mala e comecei a chutar uma de cada vez e ia acompanhando Andy.

- Qual número do seu quarto? - pergunta olhando para as plaquinhas que estavam penduradas em cima das portas.

- 14-B.

- E esse aqui. - diz parando em frente a uma porta onde havia alguns adesivos de flores e de uma banda desconhecida.  - Boa sorte. - diz. Vou pegando as malas e abro a porta vendo uma garota sentada na cama com um notebook no colo e fones de ouvido. Ela para de olhar para a tela e me encara. A garota fecha o notebook tirando os fones ainda me encarando.

- Oi..e.. eu vou ficar nesse quarto. - falo me embolando com as palavras.

- Você é a garota nova, né? - pergunta.

- Sim.. eu acho.

- Meu nome e Jhenyfer, mas, pode me chamar de Jeny - fala - se quiser.

- O meu é Akira.

- Nome legal, Akira. O que significa?

- Talentosa, brilhante e luminosa.

- Você é assim?

- Não.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...