O palhaço Assassino

Doze anos depois da morte de seu irmão mais velho Ronald Porter, o psicólogo Brian Porter decide buscar a irmã mais nova Cassidy Porter, que por sofrer de problemas mentais é internada em um hospital psiquiátrico, tudo ocorre bem, até que Brian decide voltar ao mesmo acampamento, que hoje transformado em um parque de diversões, que seu irmão morrera, mas coisas estranhas começam a acontecer... e não demora muito para Brian começar a desconfiar do estranho palhaço de circo... e a ligação que ele tem com a sua família...

1Likes
0Comentários
56Views

1. Morte no lago

                  _ Anda Brian vamos, vamos conhecer o lago!- Ronald não parava de gritar.

 

                   _ Já esta tarde, mamãe e papai não vão gostar.- Brian continuou a jogar em seu smartphone sem nem ao      menos prestar atenção em seu irmão mais velho

                     _ Voçe esta com medo, seu medroso!- Disse Ronald em tom de desafio, Brian tirou os olhos do celular, ele odiava quando o irmão dizia isso, por que sempre o acabava convencendo- o de fazer o que ele queria.

                        _ Eu não estou com medo, só não quero que papai e mamãe fiquem preocupados, e só isso.- Brian voltou osolhos para o smartphone.

                           _ Medroso!, medroso!, medroso!.- Ronald começou a pular, gritar e apontar o dedo pontudo para o          irmão.

                            _ Tá bom!, tá bom, eu vou, voçe conseguiu eu vou!- Berrou Brian, ele já tentara fazer isso com sua irmã mais nova Cassidy, mas parece que isso era um talento que apenas Ronald possuía. Brian vestiu uma blusa de moleto de capuz da G.A.P, pegou a lanterna ao lado de seu saco de dormir, e seguiu caminho com o irmão.Havia dois dias que os irmãos Porter estavam acampando na floresta de Shaclebolt, os Porter sempre acampavam nessa floresta nas férias de verão, mas nunca visitaram o lago, que quando os meninos eram bem pequenos era permitido que nadassem, até o dia em que houve um crime horrendo, uma menina de 8 anos ser achada morta no local, durante muito tempo, a polícia suspeitou de assassintato, mas como não tinham provas, e os pais da garota já estavam perturbados e queriam muito saber quem fizera isso com as suas amadas filhas, a polícia disse que fora um animal selvagem, e mandaram os guias fecharem o lago, o lugar onde Ronald mais gostava de ficar.

             Os meninos seguiram por um caminho pedregulhoso e molhado, eles andavam devagar para não escorregarem, eles viraram a diraita, passaram por um córrego raso, e...

                           _ Chegamos!- Bradou Ronald, ele começou a pular com os punhos para cima, o lago era exatamente como ele se lembrava, as águas cristalinas, e o campo arvorizado.

                                      _ Olha Ronald, castanhas.- Apontou Brian para suas frutas preferidas, mas Ronald já estava longe se divertindo no lago, enquanto Brian catava as frutas, após catar o suficiente para uma manhã inteira, e deduzir que seus pais já estariam preocupados, Brian já estava se levantando preparando-se para partir, mas é claro não ia sem seu irmão.

                                       _ Ronald, já esta tarde, vamos.-O irmão não respondeu

                                       _ Ronald, Ronald.- Chamou ele indo em direção onde o irmão brincava no lago.- Ronald      isso não é engraçado, eu já estou indo embora, voçe  vai ficar ai sozinho.- Brian andou em direção ao caminho em  que usaram ao entrar no lago, mas já estava começando a se preocupar, se ele não estava caindo na brincadeira de Ronald, como ainda ele não havia se cansado? Sera que ele foi embora e o deixou sozinho?

                                       _ Ronald!.- Algo se mexeu entre as moitas, Brian foi verificar, com certeza era seu irmão se    escondendo, Brian sentiu um alívio em seu corpo.

                                        _ Ronald sai dai anda, Ronald...- Aquele corpo que estava ali era de seu irmão, mas seus olhos estavam vidrados, e havia uma linha ensanguentada em seu pescoço, Brian arredou-se para trás com os olhos arregaldados, e gritou o mais alto que pode.

 

 

 

 

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...