O Desalmado

O Desalmado, um monstro na figura de gente, desumano, cruel, destruidor, levando a dor e sofrimento de suas indefesas vítimas, um serial-killer que abalou e chocou toda opinião pública brasileira.

0Likes
0Comentários
39Views
AA

1. A cartada final

Com sangue nos olhos, o marginal saiu sedento de ódio em busca de mais uma vítima inocente pela vizinhança, era desconhecido naquele local, uma cidade pequena no interior do Brasil, com seu corpo magro e esguio, aparentando ter uns trinta anos de idade, era um vagabundo, que vagava sem rumo em busca de violência e sangue,tinha recebido da vida todo desprezo e cresceu nos piores ambientes, se tornou um psicopata, sem identidade, sem moral, valores ou escrúpulos, torturava suas pobres vítimas indefesas com brutalidade, violência, raiva e rancor, um assassino maldito que chocava emocionalmente a população e levava medo e pânico por onde passava, um rastro de sangue e terror, sem pistas ou vestígios que poderiam leva-lo as barras da prisão.

Naquele início de noite por volta das 20:30, armou uma emboscada perfeita para uma bela e indefesa jovem que caminhava por uma rua de várzea solitária a caminho de sua residência, saindo de trás de um muro, a golpeou com um forte soco  nas costas e a jogou no chão, ameaçando-a com uma faca, arrastou a vítima para um casebre abandonado,a jovem sem forças e ação teve que ceder, onde estuprou a garota por mais de duas horas, violentando a menina virgem que agora sentia seu corpo dilacerado pela dor da penetração violenta e viril, com tamanha crueldade e quando já satisfeito seu prazer carnal, mordeu violentamente seus seios e esfaqueou a jovem vítima, que faleceu abandonada, tendo todos seus pertences e dinheiro levados pelo desalmado e cruel assassino.

A família da jovem sentindo falta do retorno, entrou em contato com as autoridades indo a delegacia por volta das 22:00 horas, como se tratava de um caso de emergência foram deslocadas viaturas que encontraram o corpo da vítima, nua, com várias perfurações e logo em seguida legistas começaram a realizar seu trabalho com segurança e profissionalismo em buscas de evidências sobre mais um de milhares de crimes hediondos contra as mulheres no Brasil, com rancor, sentimento de impotência, tristeza, e clamor por justiça, familiares e populares gritavam palavras de ordem, de justiça e abominações contra aquela selvageria medieval que não poderia ficar impune.

Na delegacia não havia registros das impressões digitais colhidas no local do crime, tão pouco em exames de DNA do material genético em bancos de dados do sistema de investigação. 

Nessa hora, o desalmado se encontrava distante, em outra cidade, com fome, sede e ódio no coração, pedia de porta em porta, restos de alimentos, esmola e buscava ajuda durante todo dia e ao cair da tardinha buscava uma nova sarjeta para se recolher, imundo, sujo e fedido, trazia consigo uma  garrafa de aguardente, onde se embriagava nos mais terríveis pensamentos e planos diabólicos, abandonado pela vida, seu prazer era torturar, estuprar e matar vítimas que vagavam sozinhas em locais desprotegidos. 

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...