Amnesia

"mas se o que nós tinhamos era verdadeiro, como podes estar bem?" Luke era anti-social, e não tinha ninguem que gostasse dele, até conhecer Anne uma rapariga com uma personalidade bastante parecida com a sua, mas será que irá perceber? "Eu posso ser frágil como uma boneca de porcelana, mas quando me parto, os meus cacos conseguem magoar"- Anne #luke #5sos

1Likes
0Comentários
3315Views
AA

2. Aquela rapariga

P.o.v. Luke:

Era de manhã e como sempre tinha acabado de acordar e tava uma desgraça, mas já me tinha habituado a isso pois era natural.

Fui tomar o pequeno-almoço que a minha mãe me tinha preparado, e depois fui-me arranjar e fui logo para a escola.

***

Quando cheguei, como tinha acabado de tocar e as minha primeira aula (E.V.) era no outro lado da escola, começei a correr que nem um doido, o que eu não esperava era esbarrar-me contra um rapariga que nunca tinha visto naquela escola, provavelmente era nova cá

Xxx- fogo tem mais cuidado por andas, seu desastrado

Eu- desculpa, foi sem querer eu só estava a correr para não chegar atrasado a aula, ajudei-a a levantar-se mas ela continuava chateada. Ela era bonita, tinha cabelos castanhos não muito escuros nem muito claros, tinha olhos castanhos cor de avelã e era muito branquinha. Parei de admirar a rapariga e fui a correr para a aula na qual eu provavelmente já não entrava, mas não me importo muito.

***

Fui a correr e quando cheguei reparei que todos os meus colegas estavam na ru,a há espera da stora que surpreendentemente estava atrasada. Fui para um canto do corredor pois diga-mos que eu era um anti-social, e por isso não tinha muitos amigos, mas isso não me importava nada, como não me importava de quase nada, eu nunca andava stressado como os outros e se ficasse stressado eu pegava na minha guitarra e começava a compor musicas.

Quando a stora finalmente chegou consegui reparar que tava alguem atrás dela, mas não dava para ver bem por causa da rapidez com que ela tinha entrado na sala. Entramos todos na sala, e fui para o meu lugar habitual, que era a mesa lá do fundo sózinho.

Passado todos se terem calado a stora começou por nos dizer uma novidade.

Stora- bem, hoje eu vou-vos apresentar a Anne, ela é nova na escola e vai ficar na vossa turma.

Depois a stora chamou a tal Anne, e quando ela entrou pude ver os seus belos cabelos castanhos e depois os seus olhos brilhantes e os seus finos labios vermelhos cor de cereja, reparei que ela era a rapariga que eu tinha deitado ao chão ha pouco.

Todos poisaram o olhar nela, tambem não me admira, bonita como ela é. A stora esteve a observar a sala de uma ponta a outra e reparou que havia um lugar vago ao meu lado.

Stora- Anne podes-te sentar naquele lugar, ao lado do Luke Hemmings.

Ela dirigiu-se até ao lugar sentando-se, de seguida olhou para mim com um ar zangado e eu simplesmente falei

Eu- olha eu peço desculpa por aquilo que aconteçeu

Anne- essa não foi a parte má, a parte má foi quando te foste embora e nem me perguntaste se eu tava bem - riu-se e por breves momentos senti que ela me olhava de cima para baixo como eu lhe tava a fazer a coisa de uns minutos.

Ela viu que eu tambem estava a olhar para ela e por isso virou-se para a stora, e esta começou logo por dizer

Stora- vá agora vão continuar com os vossos trabalhos, e Luke se me podesses fazer um favor, é que como Anne ainda não começou ela não sabe o que é para fazer, será que a podes ajudar e explicar-lhe o que é para fazer?

Acenei com a cabeça positivamente, e ela agradeceu-me, olhei para Anne que numa tentaviva falhada de tirar a follha A3, e ajudei-a, ela olhou para os meus olhos e depois pude ver as suas bochechas a ficarem rosadas.

Eu- bem eu vou explicar-te o que fazer, primeiro tens de pensar no que gostas.

Ela fechou os olhos e começou a pensar e depois voltou a abri-los e entreabriu os labios, como se fosse dizer algo, mas calou-se e vi o seu rosto a ficar mais rosado

Eu- e então já pensas-te?

Anne- já

Eu- então conta-me para eu te poder ajudar

Anne- não vou dizer, é muito infantil e tu irias gozar

Eu- eu não vou gozar, eu prometo

Anne- okay, eu gosto de pizza, unicórnios, e de ver filmes românticos - disse, e tapou a cara com as suas mãos

Retireias da sua cara olhando nos seu olhos e disse

Eu- não tenhas vergonha sabes pareçes mesmo o meu primo Michael.

Anne- espera o Michael Clifford?

Eu- sim porque conheçes?

Anne- ele era tipo o meu melhor amigo, mas ele depois teve de mudar de escola e já não o vejo tantas vezes como o via antes

Stora- então a conversa está boa

Eu- eu só lhe estava a explicar o que era para fazer

A stora olhou para mim com um ar desconfiado, e Anne deu uma risada muito baixinha.

Passado algum tempo, a campainha soa e dirigo-me até a saida.

Anne- Luke, eu queria saber se me podias mostrar a escola já que sou nova aqui?

Eu- claro, eu mostro-te, mas não sei se vais querer, quer dizer eu sou um anti-social e se te virem comigo, a tua reputação será arruinada.

Ela olhou para mim com os seus olhos lindos, e apróximou-se de mim, o que me fez ficar ofegante

Anne- eu não quero saber o que os outros dizem, eu tambem nunca fui muito social por isso estou a borrifar-me se eles achan isso.

Aproximou-se mais um bocado de mim e sussurou ao meu ouvido

Anne- se eles querem achar isso de nós então que achem, eu não quero saber, e será que agora me podes mostrar a escola?

Agarrou-me na mão e puxou-me perguntando onde teriamos a próxima aula

Mas quem é esta rapariga? Nunca vi ninguem que se importasse menos com o que os outros dizem do que eu, e será por isso que quando se ela aproximou eu fiquei ofegante?

Olá pessoas

Espero que tenham gostado do primeiro capitulo daqui a dois ou tres dias vou por um novo mas esperem ate lerem o resto

Será que luke vai perceber porque ficou tão ofegante?

Será que Anne vai continuar com estas aproximaçoes?

Bem é tudo por agora

Ah e queria agradecer a @toxic-tomlinson e agora é que é tudo

Ily❤

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...