Beco Sem Saída


0Likes
0Comentários
50Views

1. Beco Sem Saída

 

Eric do Vale 

 

 

                - Já leu aquele livro, Mentes Perigosas? Lembro-me de que, uma vez, eu tinha recomendado para você ler e agora, mais do que nunca, reforço a dica. Vai por mim: essa mulher é uma psicopata, Mesquita.

Mesquita pensou muito s naquele conselho e chegou à conclusão de que a melhor coisa a ser feita era cortar o mal pela raiz.

Antes de dormir, lembrou-se do último dialogo que teve com Lucrécia:

- Eu sou realista e quando gosto, é pra valer. _ Disse Lucrécia.

-O que está havendo com você?

-Só saudade.

-Desculpa, se estou sendo rude.

-É melhor você me excluir.  

-Excluir?

-Do telefone, face, do raio que o parta! Será melhor para mim. Assim, não poderei te ver mais. Sumir, evaporar!

Era a terceira vez que Lucrécia vinha com aquele papo e Mesquita, não suportando mais, desabafou:

-Que palhaçada é essa?

-Não gostei do tom.

-Foi você quem começou. Isso me faz lembrar a semana passada, quando não te dei a atenção e deu no que deu.

Naquele dia, Mesquita falou para a Lucrécia que ela estava com a razão de terminar tudo e finalizou:

-Sabe, eu tenho uma namorada e logo mais, noivaremos.

-Agora, você diz que tem uma namorada? Bem que a Matilde me avisou! Você não passa de um calhorda, salafrário!  Ficou me iludindo, dizendo coisinhas românticas, o que pensa que eu sou?

-Não estou pensando nada disso e também, não te prometi nada.  

-Não prometeu? Espere e verá.

Naquele mesmo dia, Mesquita recebeu, pelo celular, uma mensagem dela dizendo seguinte: “O que significa isso?”. Logo em baixo, havia uma conversa dos dois que ela havia printado. Ele quase teve um enfarte, quando leu detalhadamente, aquela conversa antiga e pensou: “É melhor eu sumir da vida dessa mulher, senão ela vai acabar comigo.”.

Era uma hora da manhã, quando o telefone tocou. Vendo que era ela, Mesquita desligou. Na hora do almoço, ela enviou-lhe uma mensagem dizendo: “Desculpe pela, não fui eu quem te mandei aquilo...”. Antes que pudesse deletar, o telefone dele tocou. Era ela. Mesquita atendeu e depois de ouvir tudo o que ela tinha lhe falado, pensou: “O que é que eu faço?”.

Não demorou uma semana para tudo aquilo se repetir. Ao procurar Plácido, seu velho amigo, que, sem muitos rodeios, deu-lhe este conselho:

- Sai fora, meu camarada.

Antes de bloqueá-la de tudo, Mesquita dirigiu-se até a sala do gestor e disse:

-Gostaria de ser transferido.

-Para onde?

-Para o lugar mais longe daqui.

O chefe mostrou-lhe o mapa do brasil e disse:

-Nós estamos aqui. _ Apontando. - Você tem duas opções: Amazonas ou o Rio Grande do Sul, faça a sua escolha.

Naquelas condições, qualquer lugar era valido.

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...