Aviso Prévio


0Likes
0Comentários
56Views

1. Aviso Prévio

 

Eric do Vale

 

 

                                                                                     “Eu bato o protão sem fazer alarde

Eu levo a carteira de identidade

Uma saideira, muita saudade

E a leve impressão de que já vou tarde.”

(Trocando Em Miúdos: Chico Buarque & Francis Hime)

 

 

Um dia, isto haveria de acontecer. Já era sem tempo! Qual futuro eu teria, se continuasse trabalhando aqui?  Permaneceria na mesma função e caso mudasse de setor, receberia o mesmo salário de outrora. Só me restava procurar algo melhor e foi o que fiz.

Logo após solicitar o meu desligamento, tive a plena convicção de que fiz a coisa certa. Mas, não posso me esquecer de que, no ano passado, as coisas estavam difíceis e era preciso segurar a onda até cessar a tempestade.

Acordava as cinco e meia e depois das seis, caminhava vários metros até o ponto de ônibus para, a partir das sete horas, estar no batente. É muito raro alguém desse estabelecimento ser mandando embora. Muitos já tentaram, mas poucos, pouquíssimos, conseguiram. E tem aqueles que continuam tentando: faltando o trabalho, chegando atrasado ou enrolado o serviço.

Só tenho uma coisa a lamentar: estou saindo justamente no momento em que comecei a me entrosar com o pessoal. O que se há de fazer? São coisas da vida e que saber? Melhor assim.

Continuo acordando no mesmo horário e sempre que me desloco para o ponto de ônibus, resmungo: “Porcaria de emprego!”. E quando o ônibus começa a demorar, não me contenho: “Droga de trabalho”. Então, concluo: “Falta pouco”.      

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...