BEST FRIEND - O tempo não apaga - Season 2

SINOPSE

As vezes o destino é cruel, magoa, faz sofrer, nos afasta de quem amamos, mas assim como ele é cruel, ele também pode ser bom e nos dar uma segunda chance, pra consertarmos os erros do passado.
Será que amigos podem ter uma segunda chance? Será que depois de algum tempo, depois de adultos, Harry, Lucas, Gabriela, Luan, Bruna e Marcela, poderão ser amigos de novo? E os sentimentos e magoas do passado? Realmente foram esquecidos e superados ou foram só guardados no fundo da alma e a qualquer momento podem vir a tona?
Depois de sete anos, esses seis amigos vão se reencontrar de novo, mas será que é porque sentem falta da amizade que tinham ou por causa de um segredo em comum...?


0Likes
0Comentários
151Views
AA

15. CAPÍTULO 15

Não demorou muito os outros chegar, quando a Bruna chegou, ja era uma onze e meia da noite.

- Bom cambada, só tem três quartos, o meu e mais dois, cada quarto ten duas camas, só o meu que não, porque lá tem uma cama gigante que é a minha hehe.

- Eu ja peguei minha cama. - Lucas falou.

- As meninas em um quarto e os meninos em outro. - Falei.

- Beleza, mas e eu? Porque deu uma cama pra cada, mas eu sobrei. - Marcela disse.

- Dorme na minha rs. – ele disse me olhando com cara de safado e eu gostei da idéia rs.

- Ei, mais respeito, ela ainda é minha namorada... – Harry dando uma de ciumento.

- Vish... kkkkk. – Lucas começou a rir.

- Eu sei Harry, a gente vai só dormir né Mah? Rs. – Falei pra provocar o Harry.

- Haha engraçadinho – Harry fez uma careta engraçada.

- Tem problema não gente, eu durmo no sofá. – Marcela disse.

- Cê dorme na minha cama, eu vou cuidar de você. – Disse abraçando ela pela cintura.

- Achei que era todos nós que cuidaríamos da Marcela, mas já vi que o Luan só falta engolir ela pra ninguém chegar perto. – Gaby falou com desdém.

- Vem cá minha ciumentinha.- Marcela foi até ela e abraçou. – Na verdade preferia que nenhum de vocês tivessem que cuidar de mim, só pra não ter esse problema e ainda dividir com vocês que não tem nada a ver...

- Somos amigos e vamos te ajudar, agora chega desse baixo astral rs, afinal vai dormir com meu irmão, qualquer garota daria tudo pra ta no seu lugar rs. – Bruna falou tentando animar a Marcela.

- É eu sei rs.

- Imagina comigo? Sou muito phoda hehe. – Harry se gabava.

- Ai se acha kkkk. Comigo também, mas só a Bruna tem esse privilegio né amor? – Lucas fala abraçando a Bruna.

- Que Bruna? A surfistinha? Porque eu meu bem, tenho meu atacante. – Bruna fala olhando pro Lucas com cara de deboche.

- Aquela bichinha, até minha cueca é melhor jogador que ele kkk. – Lucas fala rindo.

- Sua cueca? Não entendi. – Harry fala confuso.

- É minha cueca, ela segura um goleiro e duas bolas kkkkkkkkkkkkkkk. –  Sinceramente eu não sabia de onde o Lucas tirava as piadas dele ‘-‘.

- Bom depois dessa eu vou dormir viu? – Falei me levantando.

- Eu também. – Marcela também se levantou.

- Qual é gente? Foi engraçado kkkk – Ele não parava de rir.

- É serio Lucas, procura um psicólogo. – Harry falou colocando a mão no ombro dele e logo em seguida foi pro quarto.

- Nem me olha – Bruna fala saindo da sala.

- Gaby... – Lucas fala olhando pra Gaby.

- Lucas é melhor cê ir dormir rs. – Gaby falou indo pro quarto das meninas.

- Vocês não tem senso de humor. – Lucas falou emburrado.

- E ai? Vai dormir comigo mesmo? Se quiser durmo no sofá – falei olhando pra Marcela.

- E eu perder a oportunidade de dormir sentindo seu cheiro? Nem pensar rs. – Ela disse com cara de sapeca.

- Marcela...

- Luan... kkkk.

- Vem... – Pego na mão dela e a levo pro quarto.

- Vou vestir meu pijama. – ela disse abrindo a mala.

- Então vou sair .

- Não precisa, vou me trocar no banheiro.

- Ok.

Ela saiu e foi se trocar, aproveitei e vesti um short que eu durmo vestido e coloquei uma camiseta, deitei na cama e fiquei esperando ela pra apagar a lâmpada.

Estava deitado de lado distraído quando senti só ela pulando em cima da cama, me virei e vi ela vestida naquele pijama, que parece que foi feito pra me torturar. Era um top, com um shortinho que mais parecia uma calcinha. 

- Pensei que tinha ido vestir um pijama e não um pedaço dele. – falei tentando parecer indiferente.

- Larga de ser chato, ta calor. – ela fala sorrindo e depois se enfia embaixo do meu lençol e me abraça.

- Danada.

- Só de vez em quando rs.

Depois disso ela se deitou por cima de mim, ficou de cabeça pra baixo, quando eu começava a dormir, ela pulava em cima de mim, colocava o pé na minha cara.

Eu a empurrava, mas não adiantava. Fez guerra de travesseiro, parecia uma criança, até que ela cansou e eu enfim pude descansar, ela também deitou em cima do meu braço e dormiu.

Acordei de madrugada, olhei no relógio do celular, era três da manha, passei a mão ao meu lado e não senti a Marcela, acendi a lâmpada e não a vi. Levantei e fui ao banheiro, mas ela também não estava lá.

Comecei a ficar preocupado, procurei ela na cozinha e também não estava, até que fui na sala e de longe vi ela encolhida, sentada no sofá chorando... corri até ela e a abracei, mas ela me empurrou com força.

- O que houve Marcela? – Perguntei preocupado...

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...