BEST FRIEND - O tempo não apaga - Season 2

SINOPSE

As vezes o destino é cruel, magoa, faz sofrer, nos afasta de quem amamos, mas assim como ele é cruel, ele também pode ser bom e nos dar uma segunda chance, pra consertarmos os erros do passado.
Será que amigos podem ter uma segunda chance? Será que depois de algum tempo, depois de adultos, Harry, Lucas, Gabriela, Luan, Bruna e Marcela, poderão ser amigos de novo? E os sentimentos e magoas do passado? Realmente foram esquecidos e superados ou foram só guardados no fundo da alma e a qualquer momento podem vir a tona?
Depois de sete anos, esses seis amigos vão se reencontrar de novo, mas será que é porque sentem falta da amizade que tinham ou por causa de um segredo em comum...?


0Likes
0Comentários
168Views
AA

13. CAPÍTULO 13

LUCAS...

Cheguei correndo no meu apartamento, comecei a juntar as minhas coisas, tava super animado em ir pro apartamento do Luan, essa idéia me deixou muito feliz, vou ficar perto da Bruna e vou ter a chance de reconquistar ela.

Nossa, ainda bem que a Marcela agora ta bem, fiquei com medo de perder ela, não contei nada pros nossos pais, eles definitivamente teriam um infarto, coitados, nem sonham que a Marcela tem esse problema com drogas, mas é melhor pra eles, sem contar que a Mah ficaria mal por decepcionar eles.

Mas vai dar tudo certo, tenho certeza disso, quero que tudo se resolva e a gente enfim fique em paz, preciso de paz e só vou ter quando a Bruna estiver nos meus braços...

 

GABY...

Cheguei no quarto de hotel e comecei a arrumar minhas coisas, parece que tirei um quilo das minhas costas, enfim todo mundo se acertou.

Somos amigos de novo, todos juntos, como devia ter sido sempre, nem acredito que vou ter minhas amigas de volta, senti muita falta delas e agora que a Mah ta passando por essa barra, precisa mais do que nunca da nossa ajuda. E tudo que eu puder fazer pra ajudar ela, eu vou fazer.

Ainda tem o Harry, não quero que ele abandone a Marcela por minha causa, mas eu ainda gosto dele, quis brincar com ele pra mim vingar, mas agora... ele disse que quer ficar comigo, não sei se devo acreditar, esse tempo junto com ele e com os outros, vai dar pra mim descobrir se isso que ele ta falando é verdade.

Só não quero magoar a Marcela...

 

MARCELA...

 

Quando cheguei no apartamento do Luan, fiquei observando tudo, é grande e bonito, tem o estilo dele. Ele é muito bobo, me trouxe no colo, dentro do elevador, as pessoas olhando e eu morrendo de vergonha, eu disse que tava tudo bem, mas ele não acreditou, pro meu azar.

- Ate que enfim chegamos – falei enquanto ele me colocava no sofá.

- Porque?

- Tava todo mundo me olhando, que vergonha Luan.

- Porque? Aposto que qualquer uma delas queria ta no seu lugar kkkk.

- Metido, tu se acha hein? Kkk

- Não me acho, eu sou kkkk

- Ta bom bonzão, gostosão de São Paulo.

- Do Brasil e em breve do mundo kkkk.

- Ai, to com fome.

- Vou fazer alguma coisa pra gente comer.

- O que? Que eu saiba você não sabe cozinhar.

- Haha, eu sei conzinhar.

- Então ta kkk.

Ele vai pra conzinha e quase uma hora depois ele volta.

- Nossa, tava fazendo um banquete? Kkkk

- Não engraçadinha.

- O que temos então pra comer?

- Pão com ovo, minha especialidade.

- Eca Luan.

- Não gosta de pão com ovo?

- Gosto, só que o seu ta cheio de óleo, não fritou com pouco óleo?

- Affs, muié reclamona, só tem um pouquinho de óleo.

Ele pegou o pão e quando apertou, escorreu óleo e caiu dentro do prato.

- Viu? – falei rindo.

- Talvez tenha um pouquinho de óleo.

- Talvez? Kkkk

- Ah para de me zoar.

- Onde é o banheiro Luan? – falei colocando a mão cobrindo a boca.

- Ah para de gracinha, também não exagera, o pão com ovo não ta tão ruim assim.

- É serio Luan, onde é?

- Na primeira porta a direita do corredor.

Sai correndo até lá, quando cheguei, abri a tampa do sanitário e comecei a vomitar.

Logo senti alguém me segurando por trás e meu cabelo sendo enrolado. Fiquei ali na mesma posição por uns dez minuto, depois ele me ajudou a levantar, me levou até a pia, molhou uma toalha e passou na minha boca com calma e cuidado, depois me levou pra um quarto, me fez deitar em uma cama gigante, coberta com uma colcha branca, era a cama dele, depois que estava deitada, ele sentou ao meu lado e afagava meu cabelo.

- Efeito da droga... – disse abaixando a cabeça, eu tava morrendo de vergonha.

- Não fizeram lavagem estomacal?

- Ta no meu sangue Luan, era injetável...

- Ok, mas agora ta tudo bem ok?

- Até eu cometer o mesmo erro de novo... eu estava a três anos limpa e de repente...

Começo a querer chorar e ele me abraça forte.

- Você não vai mais fazer isso ok? Eu to aqui e o resto do pessoal, vamos cuidar de você e te ajudar a passar por essa barra, você não ta sozinha, não esquece disso.

- Eu te amo...

- Eu também te amo e to aqui pra te ajudar no que for preciso.

- Sinto vergonha, não queria que me visse daquele jeito, não queria que tivesse que se prestar ao papel que aconteceu agora pouco.

- Ei, para com isso, não sinta vergonha, todos nós erramos, não fica deprê, se não eu vou ficar também rs.

- Bem que a Gaby disse...

- O que tem a Gaby?

- Ela disse que você é um príncipe, sempre cuidando da gente e sendo carinhoso e atencioso.

- A Gaby as vezes exagera rs.

- Naquela época tive medo de te perder pra ela...

- Você nunca me perdeu... Agora dorme um pouquinho, ta cansada, quando acordar, já vou ter arrumado algo pra você comer ta bom?

- Tah...

 

LUAN...

 

Aconcheguei ela ao meu lado e fiquei fazendo carinho no cabelo dela, até que ela dormiu, depois liguei no restaurante e pedi comida pra todos, afinal, daqui a algumas horas, estaremos todos juntos...

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...