DARK (Tradução PT BR)

Ela era inocente; ele, perigoso. Mas logo ela percebeu que, algumas vezes, é preciso conhecer a escuridão antes de poder apreciar a luz.
-----------------------------------------------------------------------------------------------

Esta fanfic não é de minha autoria, é apenas a tradução para o português brasileiro.


Autora desta Fanfic : Hannah (http://han-rawr.tumblr.com)


Idioma original: Inglês (http://dark128.tumblr.com/)


IMPORTANTE: O material nesta fanfic é impróprio para menores de 18 anos.

4Likes
0Comentários
448Views

3. 03

 

No dia seguinte.


“Você só pode estar brincando.” Disse Zoe em um tom perplexo.
“Bem que eu queria.”
Afundei minha cabeça em minhas mãos, um suspiro profundo saiu de minha boca. Quando levantei minha cabeça as meninas estavam me encarando. Lucy lentamente se virou para mim, as expressões dela diziam que ela estava em um pensamento profundo.
“Bom, o que você vai fazer?” Zoe perguntou.
Ela estava sentada atrás de mim na beira de minha cama, nossas costas encostando na cabeceira da cama.
“Não há muito que eu possa fazer, ele sabe onde eu moro.”
A porta do meu quarto se abriu, era a Charlotte. Ela se abaixou desfazendo o cadarço antes de tirar seus sapatos. As mãos dela puxaram para trás os cabelos, na tentativa de esconder os fios selvagens.
“Desculpa estou atrasada, o que eu perdi?”
Ela largou a mochila no chão antes de subir na cama e cruzar as pernas. Ela olhou para mim na expectativa, mas foi Lucy quem falou.
“Bo está sendo perseguida por um cara extremamente charmoso porém assustador, que a seguiu até em casa, a viu em roupas íntimas e apareceu na cozinha dela na manhã seguinte e agora ele é tipo melhor amigo da mãe dela.” As palavras de Lucy saltaram de sua boca.
Os olhos verdes de Charlotte ficaram esbugalhados. Sua cabeça virando pra todas nós.
“Ah e ela vai sair pra um encontro com ele hoje.” Lucy terminou.
“O-o quê?”
Ela chacoalhou a cabeça tentando entender tudo. Houve um silêncio por alguns segundos.
“Harry te seguiu até em casa?! Eu sabia que devíamos ter ficado com você naquela noite!” Charlotte jogou os braços para cima.
“Você não pode dizer apenas não para  ele?” Zoe perguntou.
“Mas agora ele sabe onde eu moro, e minha mãe acha que ele é a melhor coisa do mundo. Você devia ter ouvido ela ontem, ela estava tão feliz. E além disso, todos nós sabemos a reputação dele, eu não quero que ninguém que eu goste se machuque.”
Lucy pisou forte no chão com essas minhas palavras, cessando seu nervoso.
“Mas, e quanto a você se machucar?” Ela disse.
Coloquei minhas mãos no rosto desejando nunca ter conhecido Harry. Isso não podia ficar pior. Minha mente vagou, eu ainda não tinha idéia de onde ele ia me levar no nosso “encontro”. Eu usei o termo “encontro” fracamente pois não tinha nenhum desejo em passar uma noite com ele, sabendo que podia ser apenas uma oportunidade para ele poder tirar proveito de mim. Deitei minha cabeça no ombro de Zoe e ela me abraçou.
“Vai ficar tudo bem.” Ela tentou me consolar.
Mas algo em seu tom me fez pensar que ela não estava convicta de suas próprias palavras. 
***
Mexi no Tumblr em meu computador no meu colo e meus tornozelos para cima. Uma onda de ansiedade passou pelo meu corpo quando olhei para o relógio no criado-mudo. Não faltava muito para a tortura de ver Harry começar. Mexi em meu cabelo que ainda estava meio úmido por causa do banho.
“Bo?” Minha mãe chamou na porta.
“Pode entrar.”
Ela abriu a porta, seu sorriso desapareceu quando ela me viu esparramada na cama.
“Por que você não está pronta? Harry vai chegar logo.”
Eu senti que revirei meus olhos, se ela soubesse como ele realmente era…

Ela começou a andar até meu guarda-roupa, mas eu rapidamente a impedi. Eu saltei da minha cama e parei na frente dela.
“Mãe, eu posso fazer isso.” Bufei.
“Não demore muito.”
Assim que ela fechou minha porta eu me joguei na cama. Xinguei bem baixo. Minha cabeça virou para meu celular vibrando atrás de mim. Eu peguei ele e abri a mensagem.
De: Harry
Vou te levar para jantar. Vista algo sexy. H x
Eu não respondi, joguei meu celular no edredom e comecei a abrir as gavetas. Eu peguei um top que era mais bonito do que sexy. Eu já ia tirar minha blusa quando parei. Fui até a janela e fechei as cortinas. Rapidamente me despi, joguei minhas roupas no chão e vesti meu jeans skinny.
Meus cabelos longos caíram sobre meus ombros enquanto me olhava no espelho. Eu coloquei um pouco de maquiagem, meu cílios estavam mais longos e escuros. Estava com um batom suave e passei um pouco de blush em minhas bochechas. Eu respirei fundo terminando em um suspiro.
“Merda.”
Eu pulei quando ouvi meu celular vibrar novamente. Eu forcei para baixo o nó em minha garganta. Para meu alívio era uma mensagem de Lucy.
De: Lucy
Tome cuidado, eu e as meninas estamos pensando em você. Xx
Um sorriso pequeno apareceu em meu rosto sabendo que elas estavam lá para mim. Coloquei meu celular na minha bolsa juntos com minhas chaves e outras coisas. Meus olhos pararam no relógio. Harry chegaria aqui em 10 minutos, senti que meu coração estava para sair pela boca. Odiava isso. Era como esperar para fazer um exame no consultório médico sabendo que você teria que tomar uma injeção.
Ouvi um carro estacionando no lado de fora. Fui até a janela e espiei atrás da cortina. Harry parou em frente ao grande veículo antes de fechar a porta atrás dele. Peguei meu casaco no guarda-roupa, nem me preocupando em pegar o cabide que caiu no chão. Coloquei meu sapato e abri a porta do meu quarto. Quanto antes acabar, melhor.
“Bo! Harry está aqui!.”
“Ta bom!” Eu disse.
Não quis ser tão dura, mas toda essa situação estava me irritando. Relutante, desci as escadas e encontrei minha mãe parada na porta esperando por mim.
“Você está linda.” Ela sorriu.
“Obrigada mãe.”
Nós duas viramos a cabeça para porta, de onde vinha o barulho de batidas. Ela me deu um beijo na bochecha antes de me levar até a porta. Virei minha cabeça no momento que ela desapareceu, me deixando sozinha no corredor. Respirei fundo, tentando me preparar. Não adiantou muito; não acho que qualquer técnica de relaxamento pudesse me ajudar. Minha mão tremendo foi até a maçaneta. Abri a porta e me deparei com uma figura alta, um sorriso com covinhas apareceu em seu rosto.
“Olá, Linda.”

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...