Vivendo e aprontando em Hogwarts

#Sinopse

A segunda guerra bruxa acabou! Voldemord foi vencido e a paz reina novamente no mundo bruxo... Harry, Rony e Hermione são livres agora para aproveitar a vida, mas primeiro eles decidem voltar a Hogwarts para terminar seu último ano, porém coisas em suas vidas vão acontecer,pessoas novas vão aparecer, mechendo com suas emoções e consequentemente com seu destino.
Ps: Eu quero comentários ^-^

1Likes
0Comentários
442Views
AA

3. Primeiro dia

P.O.V->Manuelle Andrade..

Dormi maravilhosamente bem... Eu estava mais feliz ainda por ter sido escolhida para ser monitora chefe junto com Harry e Hermione.. Pena que Rony não pôde ser escolhido, mas enfim... Me levantei da cama e fui para o banheiro para tomar um banho, dei graças a Deus por ainda ser cedo e não ter ninguém na fila para usá-lo.

A água quente caindo por meu corpo foi melhor do que um calmante.. O banho me relaxou para que eu podesse aguentar o primeiro dia de aula.. Depois voltei para o meu quarto e coloquei meu uniforme que estava na medida certa.. A saia se encontrava um palmo acima do joelho, deixei alguns botões da camisa branca abertos e passei um batom num tom avermelhado.. Peguei minhas coisas e fui esperar por meus novos amigos no sofá do salão..

Quando cheguei lá Malfoy já estava sentado olhando para o nada.. Me sentei no sofá da frente em silêncio..

-Bom dia pra você também Andrade..-ele disse com um sorriso torto nos lábios..

-Ahh.. Bom dia Malfoy..-foi só o que eu disse..

-Está esperando o Potter e a Granger?..-o loiro indagou agora olhando para mim.. Ele ficou encarando meus olhos verdes e sorriu..

-Sim.

-Eu sei que pode parecer estranho, mas... Eu não sou mas aquele Draco Malfoy de antes da guerra..

Ele deve ter percebido que eu não queria trocar muitas palavras com ele.

-Está me dizendo que você mudou?.-eu perguntei arqueando uma sobrancelha.

-Sim.. E mais..

-Mais o quê?

-Quero fazer novos amigos sabe?! Com pessoas que antes eu julgava ser uma coisa que não era..

-Então.. Você está querendo que eu seja sua amiga?!.-eu falei.

-Quero.. Quero que me conheça melhor, que possa achar um amigo em mim..-o loiro estendeu a mão para mim..

-Tá... Mas eu quero te pedir uma coisa..-eu disse depois de aceitar o aperto de mão.

-Pode pedir, se estiver ao meu alcance.

-Quero que você dê uma trégua nessa briga com o Harry, não quero ver vocês dois discutindo.. Aliais, você também pode descobrir que o Harry é uma boa pessoa..

-Eu disse "se estiver ao meu alcance"..-ele disse com um sorriso..

-Ahh.. Qual é Draco, vamos, você consegue..-eu disse fingindo implorar..

-Ta bom.. Eu vou tentar..

-Isso..-eu disse entusiasmada.

-mas não posso garantir nada.. O testa rach.. Ops! O Potter é bem cabeça dura e desconfiado.

-Eu sei... Mas você consegue..

Quando terminei de falar, Pansy e Blásio sairam do corredor dos sonserinos e levaram Draco junto com eles.. Eu continuava a espera dos grifanos.. Até que aparece um Harry e uma Hermione com cara de sono.. O moreno ficou me encarando com cara de bobo..

-Não baba Harry..-Hermione disse rindo do outro que literalmente babava, eu ri junto.

-Eu não estou babando, só.. É.. Só..-ele gaguejou.

-Não precisa se explicar Harry.. Agora vamos antes que percamos o café da manhan.. Não se esqueçam que ainda temos que ir na sala da Minerva para pegar os horários das rondas e das duplas..

Seguimos para o grande salão.. Eu e Hermione chamávamos atenção dos meninos.. Harry não gostou muito.. Nós sentamos na mesa da Grifinória.. Eu olhei para a mesa dos professores e senti novamente a falta do professor Dumbledore.. Olhei depois para o lado esquerdo da cadeira onde o velho homem sentava e Severus Snape estava lá me encarando.. Eu sentia algum tipo de ligação com Snape, aqueles olhos.. Sempre cheio de mistérios.. Mas ele desviou o olhar por que mais alguém observava a nossa conexão visual...

-Manu.. Você.. É.. Gosta do professor Snape?..-Hermione perguntou baixinho para que somente eu e ela podessemos ouvir..

Eu corei como um pimentão.. O que não passou despercebido por Snape que riu da minha situação de cor..

-Que isso Mione!? Que besteira..-eu disse meio atrapalhada..

A castanha revirou os olhos..

-Manu eu vejo o jeito que você olha pra ele e ele também te olha do mesmo jeito.. Você ainda vai negar?..-ela perguntou inquisidora com um sorriso torto..

-Tá, eu confesso que eu sinto alguma coisa por ele, mas tenho certeza que esse sentimento não é recíproco.

-O que vocês duas estão cochichando aí heim?..-Rony perguntou e nos arregalamos os olhos para o ruivo..

-É.. Eu também quero saber..-Harry completou curioso.

-Não é nada gente, é que eu não estava com vontade de voltar as aulas hoje só isso..-Hermione disse fugindo para outro assunto, o que fez o moreno e o ruivo arregalarem os olhos dessa vez..

-Mione você tá bem?-Rony perguntou colocando a mão na testa da castanha..- Não.. Com febre você não está..-ele completou rindo..

-Mas de que que tu tá falando Ron?.-Hermione perguntou meio alterada..

-É que pra você não querer que as aulas começassem, você só podia estar doente..-o ruivo terminou de falar e caiu na gargalhada, Harry o seguiu.

-É Mione, nisso eu tenho que concordar com ele..-o moreno disse..

-Muito engraçado..-a castanha disse revirando os olhos..

O restante do café foi bom.. Logo estavamos saindo só salão para irmos até a sala de Minerva..

-Aqui estão os horários das rondas e as duplas..-a mais velha disse entregando a cada um o papel com seus cronogramas.. Estão dispensados..

Depois do escritório da nova diretora de Hogwarts, fomos para as masmorras para aula dupla com a Sonserina.. Eu estava rezando para que Snape estivesse de bom humor, o que era bastante difícil..

-Manu senta comigo..-Harry pediu..

Eu me sentei com ele, enquanto Hermione sentou-se ao lado de Rony..

Draco, do outro lado da sala, apenas a observava... Quando ele percebeu o meu olhar, ele deu um sorriso tímido e eu retribui..

-Por que o Malfoy está sorrindo pra ti Manu?..-o moreno perguntou com uma pontada de ciúme.

-Ahh.. Eu e ele conversamos hoje de manhã e..

-E o quê?..-Ele perguntou alterado..-Não vá me dizer que vocês estão namorando Manuelle?!

-Não.. Não é nada disso Harry, é que nos conversamos e resolvemos que seriamos amigos..

O moreno arregalou mais os olhos..

-Amigos?!.. Ele é o Malfoy...-ele disse como se fosse óbvio.

-Harry, pare com isso.. Você pode descobrir, se tentar é claro, que o Draco é uma ótima pessoa..

-Você quer mesmo que eu faça isso?!..-ele perguntou se acalmando afinal o Snape já estava para chegar na sala..

-Quero, faça isso por mim?! Por favor..

-Tá.. Mas só por você está me pedindo..-ele disse e eu corei..-E eu tenho uma coisa pra te dizer..

Mas ele foi interrompido pela porta da sala que foi aberta dando um baque surdo, Snape já estava em frente à classe..

-Abram o livro na página 310 e façam a Amortência.. Logo depois eu irei avaliar alguns de vocês..

Seu olhar negro vinha direto para mim e para o moreno ao meu lado.

Então começamos a preparar a amortência.. A um bom tempo que eu era fascinada por poções.. Tinha uma em particular que eu sempre sonhei em fazer.. Felix felices.

Quando faltava uns 15 minutos para o termino do horário..

-Podem tirar as poções do fogo e colocá-las em cima da mesa..

A minha poção em particularmente estava perfeita, seu tom rosado era um atrativo..

-Agora vou avaliá-los..-seu tom era baixo e arrastado.

Eu estava rezando para que ele não me chamasse..

-Uumm..-ele pareceu pensar..-Senhorita Andrade..

Ele ficou a frente da minha mesa e a do Harry..

-Deixe me ver... A cor está correta.. Agora pode me dizer quais são as propriedades da amortência?

-É a poção do amor mais poderosa que existe e tem um cheiro específico para cada pessoa de acordo com o que a atrai..-eu disse ainda nervosa, Harry percebeu e segurou minha mão.. Snape olhou para nossas mãos entrelaçada e eu sentia a raiva emanando de seus olhos e corpo.

-Agora me diga o cheiro que sente..-ele disse entre dentes..

-Eu sinto o cheiro de... De menta, uma fragância masculina e..-eu parei de falar...

-E o que Senhorita?..-ele perguntou não disfarçando sua curiosidade.

-E.. Cheiro de ervas..

Quando eu disse ele parecia ter uma expressão de vitorioso e depois de surpreso..

-Estão dispensados..-ele disse curto e grosso com a sua voz grave..

Saímos todos rumando para o salão comunal dos monitores já que teriamos dois horários livres..

Hermione estava com a pulga atrás da orelha, disso eu sabia..

Eu apenas me joguei no sofá à frente da lareira sendo seguida pela castanha.

Ela parou para me olhar...

-Eu sei o que você vai dizer Mione..

-Mas eu avisei.. Aliais! Você viu a cara que o Snape fez quando você disse que sentiu o cheiro de ervas?!-ela perguntava animada..

-Eu vi, mas não quero arriscar que ele saiba que eu gosto dele e mesmo por que eu também estou gostando do Harry..

-Mas você tem que se decidir amiga..

-Eu sei Mione.., mas cadê o Harry mesmo?

-Ele deve ter ido até o campo de quadribol com o Rony..

-Ata..

Ficamos lá por mais um tempo.. Depois fomos para as nossas outras aulas.. Terminando o dia de aulas com transfiguração.. Agora era só esperar para fazer as rondas e depois ir dormir..

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...