Good for you

Ela o amou desde primeiro momento, mas teve medo e manteve-se na friendzone. Seu maior desejo é que ele a olhasse da mesma forma, iria lutar até o fim por esse amor. O que ela não sabia é que iria descobrir novos rumos, uma nova paixão e o principal iria aprender a acreditar nela mesma.

0Likes
0Comentários
1067Views
AA

6. Jantar a três

 É incrível como desafios te impulsionam e te fazem enxergar outras possibilidades. Passei a ensaiar toda a tarde no Skina e ganhei um professor também, o Diego. Ele sempre cantou e participou de algumas bandas, então passou a me dar conselhos, o que me levou a não me importar dele simplesmente sentar e me observar. Eu ainda não havia decidido a música, eu sei que era a primeira coisa a decidir, mas mantendo o meu jeito indeciso de ser permaneci no dilema entre três músicas: Paradise (Coldplay); Sei (Nando Reis); Love Story (Taylor Swift); E olha que foi super difícil deixar de lado, John Mayer, Lucy Hale, entre outros que amo. 

- Sel, acho que você tá se saindo melhor em Love Story, mas não sei se é a melhor opção para um concurso. Digo, as bandas estão pegando pesado, já vi o vídeo de algumas e acho que você precisa rever essa escolha. Não sei se essa é música forte para ganhar! - Disse o Diego passando a mão entre seus cabelos pretos. 

- Acho melhor desistir então porque estou me saindo melhor nessa música e ela não é tão forte, as outras duas ainda estou desafinando em alguns pontos ou seja vai ser vexame! - Respodi puxando uma cadeira.

- Claro que não Sel! Não vou deixar você desistir assim, ainda temos duas semanas pela frente. Olha só hoje é quinta e eu estou de folga aqui no Skina, por que não saímos a noite pra comer algo e vemos algumas opções de músicas para você? - Perguntou ele mexendo em alguma coisa da mesa, será que aquilo era um encontro? Afinal, ele estava bem interessado em me ajudar, fiquei pensativa um pouco e creio que ele percebeu..

- Olha Sel, só quero te ajudar e comer um lanche com você! Não precisa ficar com medo, olha a sua cara!! - disse ele rindo e jogando um papel na minha cara

- Não to com medo de você seu bobo! Só estava pensando se tinha algum compromisso hoje - (óbvio que não tinha kkk) - Eu aceito sim, nos encontramos na onde?

- Eu passo na sua casa as 20:00 horas pode ser? 

- Pode! Eu moro...

- Eu sei aonde mora! - Respondeu ele

- Como você sabe? - Perguntei toda curiosa, afinal como ele sabia..

- Pelo seu cadastro para o concurso, eu pesquisei tudo sobre você -  Assim que disse isso ele ficou todo vermelho - Quer dizer eu conferi as suas informações, assim como dos outros inscritos. - Disse todo sem jeito

- Hum.. entendi. Então tá, qualquer coisa me manda mensagem! Já vou indo! Bj

- Bj! Até Sel!

  A Bia com certeza ia pirar quando soubesse que eu iria sair com Diego, podia não ser um encontro formal mas eu estava gostando de não pensar tanto no Dy e em ter alguém pra sair. Imediatamente lembrei do desabafo do Dylan, disse que a Tay estava sufocando ele nesse inicio de namoro, parecia que ela estava com medo dele terminar. E por que ele terminaria pensei comigo, era tudo que ele queria. Aconselhei ele a conversar com ela antes que a situação piorasse, até na porta do banheiro ela esperava ele. A coisa tava esquisita mesmo! Ela nunca foi de muitos amores comigo, mas depois desse namoro nem olhava na minha cara. Entrei em casa já digitando uma mensagem pra Bia quando minha mãe disse:

- Filhota olha quem está aqui! - Affe, odiava quando minha mãe me chamava assim. Então olhei para a cozinha e vi um menino de cabelos castanhos claros brincando com a Lulu, minha poodle. Era ele, Dylan. Ele nunca chegava na minha casa assim, será que aconteceu algo?

- Oi Sel! Vim fazer uma surpresa para você - Disse ele com o sorriso mais lindo do universo, morri de amores.

- Oi Dy! Surpresa e tanto! Aconteceu alguma coisa ? - perguntei

- Não, eu quis vir pq a gente mal tá falando no colégio por causa da Tay e agora com seus ensaios. - Disse ele, tive que contar pra ele do concurso, eu realmente não iria conseguir guardar segredo dele. - O que acha de sairmos pra comermos ou então pedirmos uma pizza e assistirmos um filme aqui? - Perguntou ele todo empolgado. Aquilo me deixou sem fala, passar a noite com Dy como fazíamos antes era tudo que eu queria, quer dizer não exatamente mas estava sentindo muita falta dele, não podia negar.

- Puxa Dy eu adoraria, mas o Diego ficou de me ajudar hoje a escolher uma música. - pude ver a decepção no rosto dele.

- O cara do bar, ele tá bem interessado em te ajudar ou em você - disse ele por fim

- Ele está me ajudando sim Dy mas é só na amizade, ele é um cara legal. E depois se ele tiver afim de mim o que tem demais?

- Você está afim dele? - perguntou o Dy me encarando sem tirar os olhos

- Não, nesse momento só o que interessa é o concurso. - respondi. O Dy estava estranho parecia que estava com ciúmes.

- Entendo Sel, bem desculpa por vim sem avisar. Vou indo já não quero atrapalhar seu encontro. - disse ele já indo em direção à porta.

- Espera! - disse pegando no seu braço - Dy não é um encontro e tenho uma ideia, você é bom com músicas vem comigo e você me ajuda também, por favor!!

- Sel eu nem conheço esse Diego, acho que ele não vai curtir minha presença

- Que bobeira Dy! Você não é tímido e o Diego não tem motivos pra não gostar de você.

Eu estava enganada, essa com certeza não foi uma boa ideia. De cara quando o Diego viu o Dy entrando no carro ficou me olhando com uma cara de o que está havendo aqui? Eu disse que o Dy iria nos acompanhar e ele não respondeu nada. Um enorme silêncio se fez no carro até chegarmos a uma pizzaria. Lá dentro a conversa foi meio embaraçosa, os assuntos não batiam e tinha que dividir a atenção entre os dois. Era como se nenhum deles fizesse questão de se conhecerem ou tentar uma conversa.

- E se eu voltar pra opção do Capital Inicial, Primeiros Erros? - perguntei aos dois

- Essa música é demais! Talvez seja uma boa opção - respondeu o Diego

- Sel escolha uma música que você queira, que cante com a alma não por técnica. - disse o Dylan, ele me conhecia tão bem apesar de amar Capital não era aquela música que queria cantar só estava tentando agradar aos outros

- Técnica faz diferença num concurso - retrucou o Diego

- Mas não é tudo, a Sel tem outras canções em que pode se sair bem, aliás qualquer uma que ela escolher desde que ela queira realmente cantar. - Disse o Dy, realmente aquela conversa não tava legal..

- Vamos anotar todas as ideias e em casa eu penso melhor, podemos ir ? To meio cansada já! - Disse querendo sair dali o mais rápido possível

- Vamos - respondeu os dois ao mesmo tempo

A contra gosto deixamos o Dy na casa dele, ele tentou falar mil vezes que não precisava e que pegaria um táxi. Depois o Diego me deixou em casa, ele estava mais calado.

- Bom Diego, obrigada por tudo! Tenho certeza que vou encontrar uma música

- É ele? - perguntou o Diego

- o que?

- Ele é o cara que você gosta?

- Como você?

- Como eu sei? Sempre que você recebe uma mensagem dele nos ensaios fica diferente ou quando fala dele..

- Diego não quero falar sobre isso, ok? - Afinal não estava entendendo nada daquela conversa e não queria ficar falando da minha vida sentimental com ele

- Sel desculpa! É que eu esperava..hum... Eu esperava que fosse só nos dois pq eu to afim de conhecer mais você. E ai então quando vi ele soube que era o tal, mesmo sem você nunca ter falado pra mim. Ele sabe? Pq eu acho que talvez ele tenha mais sentimentos por você do que pensa

- Han? Diego olha eu te agradeço por tudo que tá fazendo por mim, mas acho que nunca dei a entender outra coisa. Eu estou focada agora no concurso. O Dylan e eu somos amigos, é dessa forma que ele gosta de mim

- Não pareceu só assim, mas tudo bem não me intrometo mais e também não vou tentar nada Sel não quero que pare de ensaiar lá no Skina. Amigos?

- Diego desculpa! Não quis ser grossa com você, é que você me pegou desprevenida. Eu realmente gosto do Dy além da amizade, mas ele não sabe e não sente o mesmo. Isso tem me consumindo a tempos e agora ele tá namorando, preciso esquecer isso. O concurso tem me ajudado a me descobrir, a descobrir outras coisas

- Outras pessoas, talvez? - Disse ele com um sorriso malicioso

- Talvez, não quero te prometer nada e nem brincar com você. Por isso acho melhor sermos só amigos tá?

- Tudo bem Sel, você não vai brincar comigo porque eu sei me cuidar também, tenho 20 anos, sou um homem. E vou respeitar o limite da nossa amizade mas preciso saber, eu teria alguma chance de conquistar você?

- Diego, eu... Eu realmente não sei! Vamos deixar as coisas acontecerem ok?

- Ok Sel! Tudo bem eu espero!

- Vou entrar agora, boa noite! Obrigada mais uma vez! - Me despedi dele e sai do carro com minha cabeça fervendo. Qualquer outra garota teria se lançado nos braços dele, mas eu não. Eu ainda estava presa no Dylan mesmo sem haver nada. Não consegui dormir tão cedo, resultado na manhã seguinte estava dormindo em pé e com a Bia querendo saber todos os detalhes dessa noite estranha e de revelações.

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...