Good for you

Ela o amou desde primeiro momento, mas teve medo e manteve-se na friendzone. Seu maior desejo é que ele a olhasse da mesma forma, iria lutar até o fim por esse amor. O que ela não sabia é que iria descobrir novos rumos, uma nova paixão e o principal iria aprender a acreditar nela mesma.

0Likes
0Comentários
1194Views
AA

2. E agora?!

    Bastaram três drinks para que eu já ficasse toda alegre, ainda mais que não  tenho o costume de beber. Peguei a bebida, puxei a Bia e fomos até a pista para achar o Dylan. Eu já havia encontrado ele, mas havia dito que ia andar e não tinha voltado mais pra lá, isso já fazia uns quarenta minutos. A Bia me segurava porque eu tinha a sensação de estar andando nas nuvens, fora que achava graça de tudo.

- Ei mocinha vai com calma! – dizia ela, enquanto tentava me manter firme.  – Achamos ele amiga, vem vamos lá!

    Não sei o porquê, mas todo nosso grupo parou de falar assim que me viram e todos os olhares eram pra mim.

- Hey amigos lindos!!!!! Disse apertando a bochecha deles

- Nossa acho que alguém andou bebendo mais que refri né Selena?! disse a Tay me olhando

- Não tenho culpa! respondeu a Bia

- Ei! Eu to ótima galera!disse me apoiando no Dylan, que não parava de me olhar

- Sel, pq você bebeu?! Você nem gosta! – perguntou ele com uma expressão de sério.

- Eu só bebi dois drinks ou três sei lá! Para de ser chato! Não é você que diz que devo relaxar mais? Eiiii... espera!! Eu amo essa música!! Vem vamos dançar – Puxei-o com tanta força que nos dois tropeçamos e acabei esbarrando num casal que estava no maior amasso.

- Sel é sério! Acho que vou pedir um táxi pra te levar pra casa, seus pais não vão gostar nada se verem você assim. Não sei o que te deu hoje! – Disse o Dylan, tentado conter meus passos agitados no meio da galera.

- Não to ouvindo você bem Dy!! A música.. essa música é óóóótimaaaa!!

- Sel vem cá, vamos pra lá! – Disse ele, enquanto me puxava.

    Foi então que eu esqueci completamente que nossos amigos estavam ali perto, que certamente a Tay não estava gostando nada daquilo (ela só enrola o Dy, mas quando ele tenta partir para outra ela fica com aquela cara dela de tontiane), e na boa ela era a pessoa que menos me importava ali. Coloquei meus braços em volta dele, sua expressão era confusa.

- Dy.. eu.. han.. você é tão lindo! – Disse encarando ele, e depois dei o maior beijo nele. Pra mim toda aquela agitação tinha sumido meus amigos, a música, tudo. Era só eu e ele. Como eu queria aquele beijo todo dia.

- Ai meu Deus! Desculpa! Desculpa! Eu tenho que..Me afastei ao perceber o que tinha feito,  olhei pro lado e a cara da Bia era a mais pasma possível, a Tay estava bufando. O Caio, o Téo e a Isa meio chocados mas rindo de alguma coisa. Me virei e tentei manter o equilíbrio no meio daquela muvuca.  Então senti alguém pegando no meu braço, era ele.

- Sel, vem cá! Você não tá bem! Vamos chamar a Bia, vem aqui! disse ele,  seu olhar era sério e preocupado.

   Quando encontrei a Bia de novo estávamos entrando num táxi que o Dylan chamou.

- Valeu Dy! Eu cuido dessa pessoa aqui! Fica tranqüilo, assim que chegarmos eu mando um whats. disse a Bia. Eu estava muda, desde que o Dy insistiu que era pra eu esperar. Ele queria ter me levado, mas estava de carona com o Caio.

- Tá qualquer coisa me liguem! Sel, se cuida! – disse ele pegando na minha mão

- Ok! Foi à única coisa que consegui dizer.

  Assim que o táxi partiu, a Bia virou pra mim e começou a rir.

- Cara eu não acredito que você fez isso! Eu achei que você ia beber  pra ficar mais solta, levar o Dylan para um canto e provocar um clima. Mas você foi bem direta!

- Era pra ser assim! Cara, não acredito que fiz isso na frente de todo mundo!

- Na frente da Tay você quer dizer? Na boa eu achei que ela ia voar em você! ( Risos)

- Você acha que o Dylan vai se afastar de mim? Acha que ele ficou de cara? perguntei, encostando minha cabeça no banco. Estava com uma dor de cabeça horrível.

- Amiga acho que ele não ficou bravo, ficou é bem surpreso e preocupado com você. Afinal você nunca demonstrou nada e agarra ele do nada! Na cabeça dele vocês são melhores amigos!

- Eu sei, mas não quero que seja mais assim!

- Agora a pergunta que não quer calar: Ele beija bem? Porque foi um beijo e tanto, ele podia ter afastado você, mas não fez.

- Muuuitoooo!!Ainda dá pra sentir o gosto dele!!! Ai amiga e agora? disse deixando rolar uma lágrima. – E se ele mudar comigo?

- Amiga calma! Você tem que ver o que vai dizer pra ele, mas relaxa agora.

  Aquela noite não tinha saído exatamente como planejei, mas algo teria que mudar ali em diante. Apesar da imensa dor de cabeça, não parava de lembrar o olhar de susto dele depois do beijo, será que ele não gostou? Só que ele também não me afastou, não sabia o que pensar e nem queria pensar mais também, o sono já estava chegando. Era melhor relaxar mesmo e ver como seria depois. 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...