Balaio De Gato


0Likes
0Comentários
95Views

1. Balaio De Gato

 

 

“Diga não

pra ser ouvido

seja positivo.”

(Diga Não: Leoni)

1

 

No lugar de Sabrina, outra pessoa teria enfiado a mão na cara de Jamile, depois que essa confessou o que havia feito.

-E fiz de propósito, fique você sabendo disso. _Enfatizou Jamile.

Sabrina era um poço de sensatez e sabia que nada adiantaria, pois, naquela altura do campeonato, Fúlvio encontrava-se de malas prontas com destino a Itália. E mesmo tendo admitido o que fez, Jamile não conseguiu o que queria.

2

Jamile veio para a capital com a finalidade de prestar vestibular para engenharia, mas o gosto pelo esporte falou mais alto. Na escola, ela era a capitã dos times de voltei e basquete, sendo esse último a modalidade que mais gostava. 

Não fazia nem um mês que estava morando na capital, quando recebeu um telefonema de alguém que, dizendo-se dirigente de um time de basquete, gostaria de avaliá-la.  Jamile, a princípio, estranhou, mas compareceu ao local marcado e certificou-se de que tal informação era procedente.

O tal dirigente falou para ela:

-A Lisandra falou muito bem de você.

Uma semana depois de ter se mudado para a capital, Jamile encontrou Lisandra em um supermercado, perto de onde morava. A alegria foi repentina, visto que faziam mais de dois anos que não se viam.

-Continua jogando? _ Perguntou Lisandra.

-No momento, não.

-Eu estou jogando em um time...

Elas se conheciam desde pequenas e faziam parte da mesma seleção de basquete.  Sendo duas mulheres bonitas e cobiçadas pelos homens da cidade, acreditava-se, a princípio, que Jamile e Lisandra fossem esnobes, porque elas não tinham interesse em nenhum deles. A relação das duas eram tão fortes, que os pais de Lisandra a enviaram para a capital, temendo comentários maldosos.

Durante o diálogo com o dirigente, Jamile lembrou-se de que, saindo do mercado, havia dado o número do telefone dela para Lisandra, porque essa havia lhe pedido.  Visto que não havia como recusar tal proposta, Jamile resolveu aceitá-la. Não demorou muito para ela se destacar e adquirir a confiança de Fúlvio, o treinador.

3

Fúlvio beirava os quarenta anos, casado e com dois filhos, era uma espécie de paizão para as jogadoras. Apesar de ser bem apresentável, era um homem muito sério. Jamile era tão afetuosa com Fúlvio, que sempre o abraçava. Aos poucos, ela passou a pegar carona com Fúlvio e não tardou muito para que aquela amizade ganhasse novas dimensões.

Após o treino, Fúlvio quis saber se Jamile estava interessada em fazer um lanche. Ela aceitou e assim que chegaram na lanchonete, ele, pela primeira vez, falou sobre a vida matrimonial dele: encontrava-se em crise no casamento e já havia tentado, várias vezes, resistir, por causa dos filhos.

 Jamile, por sua vez, falou que vinha tentando adaptar-se a nova vida: longe dos pais e tendo que se virar como podia. Mas, ela não fez nenhuma menção a respeito da vida afetiva dela e Fúlvio também não perguntou.

De saída, eles dirigiram-se para o carro de mãos dadas e quando entraram, ela deu-lhe um beijo na boca. Eles continuaram por muito tempo.

-Quer que eu te deixe em casa? _ Perguntou Fúlvio.

-Você é quem sabe.

Continuaram beijando-se e resolveram prolongar o passeio de carro até estacionarem em lugar ermo, na praia. 

4

 

Ao chegar no trabalho, Fúlvio percebeu que Sabrina estava meio desolada e perguntou-lhe:

-Está tudo bem?

-Sim.

-Certeza?

-Absoluta.

-Você desculpe a minha indiscrição, mas é que, ultimamente, venho reparando que você anda meio cabisbaixa.

-Tem razão.

-Se quiser conversar...

- Acho que vai ser melhor para mim.

Os dois dirigiram-se até a cantina, pediram água mineral e ela falou da barra que vinha enfrentando: a mãe estava com câncer e em fase terminal. Somado a isso, o casamento dela estava em crise.

 -Se te serve de consolo, você não é a única. Lá em casa, as coisas estão indo de mal a pior. Só para você ter noção, não existe dialogo e quando há, a minha esposa e eu terminamos discutindo. _ Disse Fúlvio.

-É a mesma coisa que está acontecendo comigo, Fúlvio.

Antes de voltarem ao serviço, Fúlvio falou:

-Quando quiser conversar, pode me procurar.

- Eu digo o mesmo.

5

O trabalho, naquele momento, era a única coisa que fazia Sabrina esquecer dos problemas pelos quais vinha passando e foi nessa mesma época em que ela iniciou uma amizade com Jamile.

Após ter se machucado, durante um treino, Jamile procurou Sabrina para que essa lhe fizesse os devidos curativos e também providenciasse um atestado que a deixasse, temporariamente, afastada dos jogos. Assim que se viram, pela primeira vez, uma foi com a cara da outra.

Desde esse dia, Jamile passou a ir até o consultório alegando alguma indisposição, porém aquilo não passava de um pretexto para ficar mais perto de Sabrina que, por sua vez, via nela uma espécie de filha que nunca teve.  Além de telefonar, toda noite, para Sabrina, Jamile passou a ir e vir para o treino de carona com ela. 

6

Algum tempo depois, a mãe de Sabrina sucumbiu à doença. Ela mal teve tempo de se recompor, quando descobriu o caso extraconjungal do marido. Nessa mesma época, Fúlvio tomou a decisão de se separar da esposa e como ambos vinham enfrentando o mesmo problema, era comum os dois serem vistos juntos onde quer que fossem. A ligação dos dois tornou-se tão forte, que eles conversavam pelo telefone, durante a madrugada.

7

Jamile, até então, não tinha conhecimento da amizade de Sabrina com Fúlvio, entretanto era visível que a ligação dos dois vinha, com o tempo, se fortificando, pois se desgrudavam nunca. Considerando que, naquele momento, eles encontravam-se solteiros, era muito provável de terem alguma coisa. Sendo muito próxima de Fúlvio e Sabrina, Jamile perguntou, individualmente, a cada um:

-Está rolando alguma coisa entre vocês dois?

A resposta dos dois foram idênticas:

- De onde você tirou isso? Somos apenas amigos, bons amigos. Além do mais, não quero saber de compromisso com ninguém, por enquanto.

Jamile, no entanto, sabia que estavam blefando e que nenhum dos dois, de maneira alguma.  Mesmo assim, estava obcecada em descobrir a verdade.  No vestiário, ela percebeu que não era a única pessoa a desconfiar de que os dois tinham um caso, por isso achou melhor investigar.

Sem que ninguém percebesse, Jamile foi até o consultório e quando viu o celular de Sabrina em cima da mesa, pegou e viu que tinha várias ligações de Fúlvio. Naquele mesmo instante, o aparelho vibrou. Era uma mensagem dele dizendo: “Hoje, a noite, no restaurante...”.

8

Jamile passou a tratá-los com certa frieza. Para ela, era inaceitável deles terem algum envolvimento amoroso e se perguntava: “Por que eles? Por quê?”. Mesmo percebendo que ela havia se distanciado deles, Fúlvio e Sabrina desconheciam a razão e pareciam não se importarem com aquilo.

Os dois foram deixando as coisas acontecerem até que a relação esfriou. No entanto, tiveram uma recaída, durante a festa de confraternização do time. Era quase meia noite e todo mundo já tinha ido embora, quando Fúlvio chamou Sabrina e os dois foram conversar em um lugar discreto e afastado.

Jamile observou de longe e viu quando eles começaram a se beijar. As coisas começaram a ficar quentes e então, Fúlvio segurou na mão de Sabrina e os dois se dirigiram até vestiário.

9

Depois disso, os dois não tiveram mais nada. Passaram algum tempo sem se falarem até que Fúlvio recebeu uma proposta para ir treinar um time, na Itália. Certo dia, Fúlvio convidou Sabrina para almoçar e ela aceitou. Durante a refeição, Sabrina perguntou:

-Fúlvio, você nunca tentou nada comigo, naquela época?

-Quem disse que eu não tentei? Você não se lembrar, durante a confraternização?

-Lembro que a gente ficou.

-Mas, depois?

-Sei lá, eu estava tão bêbada!

-Mas, eu estava sóbrio e sabia muito bem o que estava fazendo. Levei você para o vestiário...

-E depois?

-A Jamile estragou tudo.

-Como assim?

-Ela chegou, naquela hora.

Depois de ter ouvido aquilo, restava a Sabrina procurar Jamile para tirar satisfação e foi o que fez.

 

 

 

 

 

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...