Absolutamente Certo?


0Likes
0Comentários
35Views

1. Absolutamente Certo?

 

“Vendo bem debaixo

Da minha barba,

Mil coisas acontecendo

Não é o sol do verão

Que vai mudar

Esse mau tempo.”

(Quadrinhos: Humberto Effel & Pequinho)

 

Em relação a tudo o que sabia sobre os seus colegas trabalho, Guilherme era um padre dentro de um confessionário. Tais informações seriam um prato cheio para qualquer vigarista e se ele bem quisesse, poderia utilizá-las em benefício próprio.

A partir do momento em que começou a acessar o Tinder, Guilherme fez daquilo uma atividade rotineira. Quando viu a combinação dele com Flávia, não perdeu tempo e teclou:

-Oi.

-Oi.

-Tudo bem?

- Sim. E com você?

-Também. Que tal, irmos ao que interessa?

-Beleza.

-O meu Nome é Guilherme...

Flávia apresentou-se dizendo ser acompanhante. Mesmo fazendo-se de desentendido, Guilherme tentou acreditar que ela não fosse o que estava pensando e por isso, perguntou:

-Acompanhante?

-Sim.

-Como assim?

-Faço programas.

            Aquela afirmação foi tão direta, que Guilherme não se conteve:

            -Qual é a sua intenção comigo? Nem precisa me responder.

            Encerrada a conversa, ele pensou: “Era só o que me faltava!”.

            Depois disso, Guilherme resolveu não mais acessá-lo, porque já havia visto muita coisa absurda e questionou:

-Cria-se algo para o bem de todos, mas há sempre alguém para avacalhar. É cada uma!  

Dias depois, chegou uma nova colaboradora da firma, onde Guilherme trabalhava. Assim que foram apresentados, ele, imediatamente, lembrou-se de Flávia. Discretamente, Guilherme pegou o celular e quando viu o rosto de Flávia, pensou: “Não pode ser!”. Após sete dias, ele, durante o almoço, perguntou a um dos seus colegas:

-Quem é aquela nova funcionária que trabalha com você?

-É a Joana.

-Joana? Como ela foi contratada?

-Ora, Guilherme! Seleção.

-Quem fez a seleção?

- O Mesquita.

            Na sexta-feira, quando o expediente terminou, Guilherme, discretamente, acompanhou os passos de Joana. Viu quando ela chegou em um prédio e, dentro de meia hora, desceu e entrou em um táxi que estava estacionado, em frente a portaria. Joana estava muito maquiada e vestia uma mini blusa e um short muito curto. Ele seguiu o táxi até o calçadão, onde parou. Joana pagou a corrida, caminhou um pouco até ser abordada por alguém que guiava um carro prateado.

            Ao chegar em casa, Guilherme tomou uma dose de uísque e falou:

- Só podia ser o Mesquita!

Guilherme trabalhava lá, há mais de cinco anos, e sabia de muita coisa que comprometia o Mesquita. Aliás, ele tinha conhecimento dos podres de todo mundo daquela empresa e sendo assim, questionou-se

- O que foi que este meu silêncio me proporcionou? O que ganhei com isso??

Na segunda-feira, Guilherme deu de cara com Joana, assim que chegou na empresa. Sentindo-se indisposto, voltou mais cedo para a casa e constatou que já estava mais do que na hora de procurar um novo emprego.

Durante três dias, Guilherme ficou em casa alegando convalescença, quando, na verdade, estava preparando o seu currículo e distribuindo-o por aí. Nesse período, ele resolveu acessar o Tinder, coisa que, há tempos, não fazia. Quando viu Cecília, ficou encantado e logo foi correspondido. Trocaram telefones e marcaram um encontro.

Guilherme foi informado de que o currículo dele havia sido aprovado em uma outra firma cujo salário era o dobro do que estava acostumado a receber. E ao saberem disso, os seus colegas de trabalho promoveram uma festa de despedida para ele. No decurso da confraternização, Guilherme pensou: “Quem sabe, não é chagada a hora de rasgar o verbo? Por que não?”. Antes que tomasse tal atitude, Mesquita aproximou-se dele e falou:

- Guilherme, não sabe a falta que vai fazer para todo nós.  Em nome de todos os colaboradores, eu lhe desejo toda a sorte para você, nessa nova empreitada. A propósito, conhece a minha nova namorada?

-Não.

-Ela, por sinal, está aqui, na empresa. 

Mesquita saiu e, em poucos segundos, voltou acompanhado de Cecília dizendo:

- Amor, esse é o Guilherme. Um exemplo de ser humano!

Guilherme olhou para ela e disse:

-Prazer.

- O prazer é todo meu.    

      

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...