Eu te amarei para sempre❤️

Essa fanfic não é minha,todos os créditos vão para lauanystyles!! como voce acharia se fosse a nerd da turma?.como conseguiria quando mal chegasse na escola nova, e, ja seria ponto de zoaçao? com suportaria que o menino que voce gosta, te zoa?. Seunome parker tem 16 anos, e se muda para Londres com seu pai Cesar.Harry o pegador,que no começo faz seunome parker, o momento de zoaçao,mas com o passar do tempo, harry senti uma coisa diferente ao ver seunome,sera amor? quer saber mais? leia

2Likes
6Comentários
777Views
AA

25. Relembrando o passado

-Aé, tinha me esquecido,vocês são colegas?,não é?-pergunta meu pai,olhando para Trisha

-colegas,e amigos-falei abraçando de lado zayn,que o mesmo, retribuiu.

-é digamos que ela é minha baixinha.-fala zayn,mexendo os ombros.

-eu não sou baixinha!-falei irritada.-vocês que são umas girafas.-falei dando de ombros.

-é pode crer s\a.-fala zayn mexendo a cabeça.

-s\n-meu pai me chamou,e eu direcionei meu olhar a ele.-mostre seu quarto para zayn-fala meu pai-mas é so pra mostrar-fala meu pai com o dedo na minha cara,e logo recebeu uma cotovelada de trisha.

-vem zayn.-falei puxando pela mão.Subi para meu quarto,que estava com a porta aberta.entrei,junto com zayn,que o mesmo se sentou na cama.

-legal seu quarto.-fala analisando todinho.

-é,pensou oque?, que era rosa?

-não,pensei que teria,caveiras,tudo preto..-fala zayn,rindo abafado,e indo até minha cômoda,pegando meu porta retrato.

-eu não sabia que você tinha irmã gêmea.-fala zayn,mas sem tirar os olhos da foto.

-é uma longa historia.-falo me sentando na cama.

-porque ela não ta aqui?,com você e seu pai?

-minha mãe.-falo me lembrando da historia,que tentava enterrar.

-pode contar,confia em mim?-ele pergunta com a sobrancelha erguida.

-confio!,ok,mas jura nunca contar para alguém?-falei e ele concordou.

Flashback On

Estava brincando no jardim com minha irmã.quando meu pai chega correndo,e parecia muito brabo.

-filhas,cade a mamãe?-pergunta ele,parecia que as veias iam saltar.

-lá dentro papai-fala mary sorrindo.

-vem,entra em casa,e sobem para o quarto de vocês,agora-fala ele autoritário.

-oque aconteceu papai?-pergunto levando minha mão até o rosto dele,e acariciando.

-nada meu anjo,mas sobe,que papai tem que ter uma conversa seria com a mãe de vocês.

-ta,vem Mary.-falo pegando na mão dela e indo até a porta,e abrindo a mesma.Mamãe estava sentada no sofá,e com o telefone em mãos,parecia nervosa.

-mamãe-mary a chamou,e a mesma e se virou.-papai quer falar contigo.

-ok,sobem por quarto.Subimos para nosso quarto,só que quando estávamos quase terminando de subir as escadas,mary me impede.

-ta louca,agente vai sentar na escada,e ver oque aconteceu.

-quem ta louca é tu,imagina se a mamãe nos pega?

-ela na vai,vem s\n,deixa de ser medrosa.

-ta-falei bufando.

sentamos,e logo depois,papai entra furiosa,quase que quebrou a porta.

-eu nunca imaginei que você poderia fazer isso comigo Daiana.-fala meu pai,com os olhos lagrimejando.

-você não me tratava bem,me ignorava,não me tratava,como deveria,e não duvido nada que você não tenha me traindo com aquela sua secretaria assanhada.-fala mamãe, em pé

-nunca,sabe porque?-pergunta papai,e mamãe nega com a cabeça-porque eu te amo,porque tenho amor a minhas filhas,e...porfavor..elas são minhas filhas..ou são filhas de outro cara que você me traiu?

-elas são suas filhas.-fala mamãe já chorando-você não pode falar de amor,você nunca me deu,sempre se afastava,sempre recuava meu carinho,e eu não vou ficar esperando por você.

-você é uma vadia-papai falou,e eu abri a boca,junto com mary.

-e você é um babaca,idiota,canalha.-fala mamãe alterada,e com a mao na cara do papai.

-tire essa mão de minha cara-fala ele serio.-eu vou tirar a quarda de nossas filhas de você.

-você não pode fazer isso,EU SOU A MÃE DELAS-fala nossa mãe,com o rosto cheio de lagrimas.

-pode até ser,mas eu mostrando essa foto pro juiz-ele falou mostrando uma foto para mamãe,que a mesma arregalou os olhos.-você perde de cara as quardas delas.

-ao porfavor,não tire as de mim,porfavor,eu imploro,me ajoelho se você quiser-fala minha mãe chorando,e ajoelhando,e pegando as pernas do papai.

-levanta Daiana.-fala meu pai com pena-vamos fazer assim,eu te deixo uma quarda,de umas delas,e você nunca mas me procure,certo?-papai olha para mamãe,e ela continuava com a expressão triste.

-c-certo-fala ela,limpando as lagrimas que insistiam em cair.

-certo!,então você fica com..a..m-mary-fala ele,e mary me olho,com um olhar de medo.-e eu com a s\n.

-meu anjinho,nao posso deixa-las.-fala mamãe.

-ou é uma,ou é nenhuma.

-certo,mas pelo menos uma vez deixa eu visitar.

-ok,uma vez.-fala ele,ele foi pra cozinha,e logo depois voltou com um copo d' água.

-partirei amanhã.-fala ele tomando a água

-já?!-pergunta ela com os olhos arregalados.

-sim.

eu estava paralisada, não conseguia aceitar a ideia,que nunca mas ia ver mamãe de novo,e nem mary.

-s\n,eu não quero me separar de você,e nem do papai-fala ela com os olhos cheio de água

-nem eu-falo abraçando,e já percebendo,que as lagrimas escorriam.

-vamos dormir-fala ela me puxando,e indo para o quarto.

(...)

acordei com o papai me chamando.

-filha acorda,vamos viajar,vem.-fala ele me pegando no colo.

-a mamãe e a mary vao junto-perguntei,com medo da resposta.

-não-fala curto e grosso.desço as escadas,ainda no colo do papai.

-mamãe,eu não quero ir,eu quero ficar com a mary.

-desculpa meu na anjo,mas não posso fazer nada,dessa vez é você e o papai.-fala ela,e uma lagrima escorreu sobre seu rosto.

-mary-falei com os olhos lagrimejando.

-s\n,papai porfavor,deixa ela aqui,eu quero ir junto,eu quero ficar com a s\n-fala ele indo até mim,que ainda continuava no colo do papai.mamãe pega mary no colo.

-cesar,você não viu que elas estão sofrendo.-fala ela com a respiração alterada.

-ok,eu levo as duas-fala ele,e mamãe abaixa a cabeça.

-pode ir.

-papai não me deixa-fala mary gritando,papai deixou uma lagrima escapar.

-mamãe,não me deixa,por favor,não me deixe ir,não me abandone-falo chorando,mamae começo a se desesperar.

-vamos-papai falo colocando as mala no carro,ele me botou na cadeirinha,e eu só olhava pela janela,mary estava abraçado no papai,e não queria soltar,mamãe me olhava,e eu chorava,e pedia pra ela não me deixar.

papai entro no carro,e quando fechou a porta,e ligou o carro,pude ouvir seus soluços.estavamos ao rumo do aeroporto.

Flashback Off

quando terminei de contar a historia,uma lágrima escorreu sobre meu rosto.zayn me encarava,com uma cara de pena.

-eu só fui saber que mamãe traiu papai,quando era grande.Mas quando soube,entendi oque meu pai passou-falei com a cabeça baixa.

-eu posso ter meus problemas com minhas irmãs,mas não sei oque seria de mim,sem elas me completando.

-eu sofri muito,entrei em depressão,nao conseguia comer,nem dormir.tinha pesadelos,muitos dele.-ele só me abraçou,retribui.

-mas essa foto é de agora,vocês não se separar quando era crianças?

-lembra quando eu sumi?, e voltei só u mês depois?-pergunto pra ele,ele só afirma com a cabeça.

-então eu estava com elas no Brasil.-falei sorrindo de canto.ouvimos batidas na porta,que logo foi aberta,mostrando dois seres entrarem.

-filho vamos?-pergunta trisha

-claro-fala zayn se levantando,e me dando um beijo na bochecha.dei outro na dele.

-tchau zayn até amanha

-até

-tchau s\n,adorei te conhecer.-fala trisha.

-falo o mesmo da senhora,tchau.-falei sorrindo,ela acenou e sai do meu quarto.

fiquei pensando,até ficar com as pálpebras pesadas.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...