Eu te amarei para sempre❤️

Essa fanfic não é minha,todos os créditos vão para lauanystyles!! como voce acharia se fosse a nerd da turma?.como conseguiria quando mal chegasse na escola nova, e, ja seria ponto de zoaçao? com suportaria que o menino que voce gosta, te zoa?. Seunome parker tem 16 anos, e se muda para Londres com seu pai Cesar.Harry o pegador,que no começo faz seunome parker, o momento de zoaçao,mas com o passar do tempo, harry senti uma coisa diferente ao ver seunome,sera amor? quer saber mais? leia

2Likes
6Comentários
776Views
AA

24. já nos conhecemos

-Hey,porque ta tão animada?-pergunta niall,com uma sobrancelha erguida.

-sei lá,mas essa festa vai dar no quer falar.-falo sorrindo.Uma vaca,quer dizer,a melissa,se intromete na conversa.

-a festa seria muito melhor se você não fosse.-fala ela sínica.Ah mas ela ta pedindo tapas nessa cara plastificada.

-acho que não.A festa só vai estar com um cheiro de vadia,aé esse cheiro é seu.

-pelo menos não fico me jogando nos alunos novos-fala se referindo a zake.

-o baleia encalhada dos cafundós,você não pode falar nada.Que eu me lembre,você é quem fica gemendo o nome do munitor,na sala de química.-fala já vermelha de raiva.

-.PELO MENOS,EU NÃO PERDI MINHA VIRGINDADE COM UM CARA,QUE NO OUTRO DIA TE DEU UM CHUTE NO ESTOMAGO-eu não agredito que aquela vadia mal comida falou,quer dizer gritou isso-aé,esse cara é o Harry,que ontem estava me penetrando.-falou com um tom irônico.-ele não quer mudar,ele só que te levar pra cama,e no outro dia te humilhar.-não me segurei,e voei pra cara dela.começei a dar tapas na cara dela.puxei com muita força o cabelo dela.

-EU VOU TE MOSTRAR A NÃO BRINCAR COM FOGO-falei puxando mas o cabelo dela.até que sinto duas mão gigante se envolverem na minha cintura.

-S\N PARA-fala Harry tentando me impedir de arrancar a cara dela.

-VAI SE FODER STYLES,ME SOLTA,EU VOU ACABAR COM A VIDA DESSA VADIA.-falei tentando me soltar,mas niall e zake me seguravam,enconto liam e zayn seguravam a vadia escrota.

-JÁ CHEGA-disse o diretor chegando no meio da gente.-QUE PORCARIA É ESSA?-pergunta ele me encarando.

-s\n,você ta bem-pergunta zake,com Eleanor ao seu lado.

-melhor impossível.-falei sorrindo de canto.

-me explique senhorita Parker.-pergunta me olhando com as veias saltando.

-porque EU-dei ênfase no eu.

-porque você sempre arruma confusão-falo como se fosse obvio.fiz uma cara de ofendida.

-vem,vou ligar para seu pai

-OQUE?-a não, meu pai não.-e ela?-falei apontando para a vadia toda machucada.

-papai,ela me agrediu,olha meu estado-agora ta explicado,ela é filha do diretor.

-oh meu anjo.-fala ele acariciando o rosto dela.

-cara nem eu sabia dessa-fala Eleanor sussurrando no meu ouvido.

-nem eu.

-senhorita Parker,vai para minha sala,AGORA.

-mas dir....-tento falar mas ele me interrompe.

-vai-fala sem nem uma pena de mim.

-diretor,ela não tem culpa-fala Harry...pera Harry-tua filha que começou o discurso-ele fala,e todos concordam.

O diretor começou a encara-los,enquanto todos os alunas tinham o olhar sobre agente.

-tudo bem,essa passa,mas a próxima, é expulsão.

-ok-quando falei deu o sinal.eu tinha aula com a vadia,e com o Harry,aff's.e ainda pra pior é matemática.o bom é que o louis também ta na aula.

-bom meus queridos-fala a professora entrando na sala-eu corrigi o trabalho de vocês,todos estão ótimos,mas oque mas me chamou atenção,foi do Harry.-fala ela sorrindo,pera,mas eu também fiz o trabalho com o louis.

-professora,eu e o louis também fizemos.-falei tentando lembrar a caduca.

-aham-fala a professora que não tirava os olhos de Harry,mas quem essa velha pensa que é.harry estava constrangido.

-velha-sussurrei,mas louis,que estava do meu lado,riu.

-oque disse s\n?.

-nada demais.-fala olhando para ela.

-foi oque achei-ela fala,e eu reviro os olhos.quando ela ia falar,alguem bate na porta.a porta se abre,revelando o rosto do velho e feio diretor.

-professora?-pergunta ele,como se pedisse permissão.

-pode entar-fala ela sorrindo.

-Bom alunos,estamos com três alunos novos-pera não era dois?-zake,que no momento está na aula de física,luther,que está de geografia,e a aluna,que entro hoje também,karol.-fala o diretor,e uma menina de cabelo loiro nem tão grande,nem tão curto,ela era baixa,e tinha os olhos verdes,que nem os meus.ela tinha um estilo parecido com o meu.-essa é a karol mattos.-ela só encarava a professora,e ficava mexendo a cabeça.ela tinha uma roupa bem maneira,ela usava uma blusa de estamba de oncinha,uma calça preta,aquelas que tinha um pouco de brilho,um tênis rosa,e umas pulseiras maneiras.-porque não se senta com a senhorita parker-fala o diretor,e eu dou um sorriso de canto.

-tanto faz.-fala ela,que só agora eu percebi que ela tava com um skate em mãos.ela se sentou do meu outro lado,néh,porque o bundudo do louis estava ocupando a outra carteira.

-e ai,me chamo s\n-falo com um olhar que quer,tipo,analisar,se ela passa,ou não.

-eu não costumo falar com ninguém,mas você parece uma garota do meu estilo.

-se você gosta de estar quase todo santo dia na diretoria,então você esta falando com a mestre-falei e ela riu.

-meu estilo-fala ela,que relaxou um pouco na cadeira.

-hoje teremos uma prova surpresa-merda,merda,merda.-e quem estudo vai se dar bem,e quem não estudou,ai já sabe.

-ér..professora,eu não estou me sentindo muito bem.-fala Harry coçando a nuca

-tudo bem querido,tu faz outro dia-oque?,esse golpe é velho,ah mas se ele consegue,eu também consigo.

-professora-chamei,e ela se virou-eu também não estou me sentindo muito bem.-falo passando a mão na barriga.

-a s\n,esse truque é velho-fala ela balançando a cabeça.-até eu sei que esta fingindo.

-eu não estou mentindo, é você é tão cega,que só consegue enxergar o Harry,voce já deveter dado para ele,porque,néh,vamos combinar,que você baba por ele.-e quando terminei,só ai percebi a merda que falei.

-AGORA PRA SALA DO DIRETOR-fudeu,F-U-D-E-U.me lenvantei,e vi o olhar de Harry sobre mim.sai da sala,e fui em direção a saída,não ia para a direção.quando ia sair alguém me da um cangaço.

-e ai s\n,oque faz aqui-fala niall,tomei um susto pra caralho.

-ai que susto seu irlandês.-falei e ele riu.-falei umas verdades pra velha professora de matemática.

-nossa-ele balança a cebeça.

-e você?-pergunto me referindo a ele estar aqui comigo,quando deviria estar em sala de aula.

-senti fome,e sai de fininho-fala ele,e não deixei de rir

-fala colega-diz karol,pera karol?

-porque esta aqui.

-xinguem ela de velha gorda.-fala e eu dou uma gargalhada,tanto que escandalosa.

-quem é ela-pergunta duede.

-o papai noel é que eu não sou néh-fala karol encarando com um tom irônico.

-grossa-fala nini que se virou e pegou seu sanduiche,que acho era de amendoim.

-nossa vai chorar neném?-pergunta ela,me deu pena do nini.

-claro que não.

-que bom-fala karol,e pega o sanduiche dele.

-hey,era meu.

-falou bem ''era'' do verbo não é mais-ela disse,e agora sim o nini ia chorar.

-niall-chamei-toma-dei minha barrinha de chocolate.

-obrigado-fala ele sorrindente.

-aff,cara você mima muito ele

-cala boca-fala niall.

-vem calar-e assim niall fez,ele tirou a mão em seguida e limpou.

-você me babou-fala ele,e faz uma careta.

-bem feito,quem manda botar essa mão de hiena em mim-fala ela dando de ombros.

-eu vou pra sala que ganho mais.fala niall-tchau s\a.

-tchau nini.

-já vai tarde-fala karol.-e ai oque quer fazer?

-sei lá.-dou de ombros

-que fazer uns rolos ai-pergunta ela com um olhar que vai aprontar.

-tipo-devolvo o olhar.

-fazer uma brincadeirinha com o diretor.-ótima ideia.

-adorei.

-vem-ela me puxou pela mão e me levou para uma sala,acho que era de ciências.-pega minha mochila ali.

-mas pera,como trouxe?

-reserva-fala ela com um sorriso de canto.peguei a mochila e abrir,encontrando,um pote gigante de tinta,e outro com penas,e um outro,que chuto ser cera.

-mas oque vamos fazer?

-fácil-ela me contou o plano,e eu concordei, plano era ótimo.

Batei para o intervalo, o nosso plano ia começar,era o seguinte,o diretor sempre passa pra pegar um suco na cantina,agente vai derramar a tinta,e logo depois as penas,e quando ele tentar ter uma outra reação,agente vai jogar a cera quente.

quando o diretor,foi em direção a cantina,karol jogou o balde de tinta e caiu,mas não foi nele,e sim na melissa,cara foi muito engraçado,eu so sussurrei pra continuar,então assim agente fez,jogou as penas,e quanto o pai foi ajudar derramamos a cera,que cai nos dois.todos riam loucamente,karol falou pra gente desçer,porque agente estava em cima dentro numa sala,que tinha uma janela que tava pra ver os alunos,e fazer que nosso plano desse direitinho. desci para ir ao refeitório com karol,como se nada tivesse acontecido.quando pisei na cantina,todos me olharam,principalmete o diretor e melissa.Merda.

-senhorita,você tem alguma ver com isso-ele mostro o corpo de sua filha, e o dele.

-porque eu deveria-perguntei como se fosse sonsa.

-porque você seria a primeira a aprontar essa.

-prove-sai junto com karol,e me sentei na mesa da rapaziada,que era: Eleanor,louis,liam,niall,zayn,harry,uma garota no colo de Harry,que oque parece,ele tentava tirar,continuando,zake,luther.

-foi você néh malandra,e nem me chamou.-fala louis fingindo ofendido.

-plano tudo da karol.

-garota alguém te chamo-fala niall,e liam da uma cotovelada nele.

-modos niall-falo liam

-ninguem precisa me chamar,as mesas são de todos,e eu estou com minha amiga.-fala karol.

-ótimo,então eu saio-fala niall se levantano.

-niall,por favor,senta a bunda branca na cadeira. É serio,se você não se sentar,eu vou ficar sem falar contigo por um mês.-fala já irritada,pela discussão.

-duas coisas,primeira,como você sabe que minha bunda,linda e maravilhosa, é branca-nossa essa merece o oscar de mas burro do séculos-ta ok,mas segunda,porque esta defendendo ela do que seu melhor amigo?

-não é questão de defender,ou não, é que eu so quero comer a merda da comida,com meus amigos em paz,e que não tenha que olhar aquela cena,do Harry quase comer a loira falsificada-fala me referindo o Harry e a loira quase se comendo,todos riram.

-ciúmes s\n?-pergunta Harry me olhando,e a outra me fuzila com os olhos.

-de você,querido tem coisa melhor pra mim-falo olhando para zake,ele cora,e Harry revira os olhos-niall serio senta,por favor.

-ok,ok-ele disse se sentando na cadeira-mas me da seu lanche?-ele fez uma cara de cachorro que recém saiu da mudança,não resisti e deu meu lanche.

-toma-falo sorrindo.-mas e ai louis,estou convidada para sua festa?

-e ainda pergunta?-louis faz aquela cara de putão.

-não sei se vou poder ir-falo me lembrando que meu pai não deixa eu sair,quando ele sai no mesmo dia.

-a qual é s\n,se tu não for,não tem festa-fala louis,e todos concordam.

-ta vou dar meu jeito.

-s\a-zake me chama-domingo pode ser

-oque?

-o cinema?-pergunta e Harry me encara.

-claro.-falo sorrindo.

(...)

bom estou no meu quarto,olhando bob esponja.amo.até que meu pai bate na porta.

-filha desçe,quero te apresentar para uma pessoa.

-tá-falo me levantando,e indo atrás do meu pai.desçi as escadas,e encontrei uma moça alto,morena,bem bonita.

-s\n,essa é trisha,minha amiga,e esse é seu filho-fala apontando para o meu topetudo favorito.

--zayn-falo sorrindo, e ele retribui o sorriso.

-você o conhece-pergunta meu pai.

-já nos conhecemos-falamos juntos.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...