My life is dance


4Likes
0Comentários
379Views
AA

2. Capítulo 1

Acordei com um som extremamente agonizante gritando na minha orelha. Ai era o despertador, acorda Claire você não está mais de férias, então sim esse som tocou porque tinha que tocar.

Me arrumei, tomei café e fui para a porta, o ônibus estava lá me esperando.

Cheguei no colégio e fui direto ver meu horário, minha primeira aula era de biologia.

Indo para sala esbarro em um menino, logo depois um outro aparece. Peço desculpas e vou embora.

Sento no fundo do lado da janela, vou arrumando minhas coisas quando olho para o lado vejo que tinha um garoto sentado do meu lado.

- Oi, nós não nos conhecemos direito hoje. Eu sou Noel Moon.- agora sei quem é ele. Ele parece ser legal mas tinha algo que fazia com que eu não gostasse dele- e você é a?

- Eu sou Claire.

O professor entra na sala e nossa conversa acaba.

O sinal tocou, finalmente aqueles 70 minutos que pareciam um eternidade acabaram. As aulas passam e vou para casa!

Chego em casa e vou para meu quarto, fico ouvindo musica jogada na cama e pensando na vida.

Fui jantar e logo depois fui para o quarto dormir. Não consegui pegar no sono tão rápido.

Meu despertador toca as 7:00, me arrumo e quando vou para a porta, Gabriela estava lá me esperando para entrar no ônibus.

Cheguei no colégio e fui para a sala de literatura. Consegui ter um aula calma pois não tinha ninguém lá me atormentando.

- Quer companhia até sua casa?- Noel perguntou com um sorriso torto aparecendo do meu lado.

- Não precisa!

- ah vai só até sua casa!

- Tábom!

- Então você sempre foi daqui?

- Sério agora quer saber minha vida? Achei que só iria me acompanhar!

- É mas não vamos ficar quietos o caminho inteiro, né?- ele deu uma pausa e olhou para mim com o olho virado- então fui arranjar assunto! Então você é daqui?

- Não, eu sou da Alemanha. Me mudei faz quatro anos, porque meu pai foi transferido para cá.

- Ata! Por isso você tem um pouco de sotaque!- olhei para ele com cara de tipo "sim exatamente"- Você está gostando daqui?

- Sim, eu sinto falta de lá, mas gosto daqui! Minha vez de perguntar! E você sempre foi daqui?

- Sim!

- Ah, minha casa é logo na próxima quadra, posso ir sozinha até lá!

- Não, eu faço serviço completo então vou te levar até a porta!

- Você parece um carrapato, chiclete, ah sei lá algo que gruda e não solta mais!

- Sim, é porque que gosto de você!

- Você gosta de mim mais mal nos conhecemos!

- Sim eu gosto de você, mas acho que você tem algo contra mim!- falou colocando um sorriso no rosto.

- Chegamos, vou entrar tchau!

- Tchau!

Entro em casa e Emily vem correndo até mim com os braços abertos. Subo para o meu quarto, tomo um banho, e vou ouvir musica deitada pensando na vida, como sempre, mas uma voz corta meu pensamentos:

- Claire vem jantar- era minha mãe gritando do andar de baixo

- Já estou indo- falei e coloquei o sapato para descer

Cheguei na sala e todos estavam muito sérios, eles nunca ficam tão tão sérios como estavam no momento a não ser que forem contar uma noticia ruim.

- Claire precisamos te contar uma coisa- meu pai disse com um tom de voz firme, já vi que era muito importante.

Não sabia se era ruim ou bom mas de uma coisa sabia, que era sério.

- O que foi. Vocês parecem aflitos- falei finalmente quebrando o silêncio da sala.

- Eu recebi uma proposta de trabalho em Londres e talvez nos vamos morar lá.

- Pai agente se mudou faz quatro anos e agente já vai ir para outro lugar.

- Eu sei que você, provavelmente, estar cansada de viajar para todo lugar, mas essa é uma grande oportunidade para seu pai- minha mãe disse calmamente, mas eu não estava nem um pouco calma.

- Cansada? Eu to muito cansada, já moramos na Alemanha, Brasil, Austrália, estamos em Nova Iorque e vamos para Londres! Eu quero conhecer o mundo todo, sim quero ter esse conhecimento, mas não dessa forma eu indo morar em cinco lugares diferentes e olha que só tenho dezesseis anos! Eu quero viajar e ficar no máximo um mês nesses lugares, e não ficar três ou quatro anos para depois ir para outro lugar e ficar mas três anos e ir embora de novo. Quero ter uma casa em um lugar que seja fixo pelo menos por mais tempo, não acho que vou morar para sempre no mesmo lugar mas também não quero ficar me mudando toda hora pelo mundo.

As palavras simplesmente saíram pela minha boca com um disparo e falei tudo de uma vez, por isso, acho, que falei algumas coisas nada com nada, mas enfim. Depois do meu pequeno "discurso" subi e me tranquei no quarto. Mandei uma mensagem para Gabriela, pedindo para ela me encontrar na praça perto da minha casa.

Mandei uma mensagem para Noel também, eu só não sei o porque de eu ter mandado para ele, mas não pedi para me encontrar na praça.

Ouço a campainha soar no andar de baixo, lavo meu rosto e vou atender. Para minha surpresa não era Gabi que estava na porta, e sim a pessoa que menos pensaria em ser.

- Você está bem? Recebi sua mensagem e vim correndo para cá.

- Noel! Não achava que você viria. E já que perguntou não, não estou bem.- eu tentei conter ao máximo meu choro mas no final não consegui, ele se aproximou e me abraçou.

Entramos e contei para ele o que aconteceu. Quando terminei a Gabi chega em casa, tinha me esquecido de ir para a praça, ela devia estar entediada lá me esperando e veio me encontrar. Contei a história para ela. Depois de um tempo eles foram embora.

Subindo a escada deparo com minha mãe parada bem na minha frente.

- Filha, eu quero conversar com você! Pode ser agora?

- Tabom, mas pode ser no meu quarto?

- Claro! Vamos

- Então todo aquele chilique para falar que ta cansada de se mudar?

- Mãe, se eu não desse aquele chilique vocês não iam ligar para o que eu falaria eu falei a mesma coisa, mas calma, e vocês fingiram que não ouviram. E não é só por isso, finalmente estou fazendo amigos além da Gabi.

- E eu estou feliz por isso mas nós vamos mesmo nos mudar, vai ser legal!!

- Vou tentar descobrir o que vai ser legal, porque se for conhecer outros lugares já fui para Londres, então não é tão novo pra mim! E sim eu ainda amo Londres é só que estou cansada.

- Tabom filha descansa!

- Não esse tipo de cansaço! Agente vai mesmo ou é só uma possibilidade?

- Agente vai! Eu sei que é difícil de aceitar mais uma mudança, mas você vai ver como vai ser legal. Eu acho que dessa vez agente vai fazer o que você quer, ficar lá por mais tempo, sabe, definitivo!

- Sim é difícil. Mas acho que se for para ficar vale a pena. Ainda não estou com vontade de ir. Eu de verdade, se fosse para ir para algum lugar, gostaria de ir para a Alemanha. Eu nasci lá e só fiquei por cinco anos depois fomos pro Brasil e depois para outros e outros lugares. Mau conheci meu próprio país.

- É eu sei que é difícil ter uma vida assim, cheia de mudanças. Descanse que ainda temos por volta de um mês aqui. Porque temos que ver escola, apartamento entre outros.. Ok!

- Tabom!

Ufa! Ainda tinha um mês, não daria para fazer muita coisa porque teria que ficar providenciando as coisas para a mudança, mas continua sendo um mês.

A semana passa, eu indo para o colégio, fazendo minhas coisas arrumando para a viajem.

Acordo as 6:30 da manhã com o alarme tocando na minha orelha! Me levanto e me arrumo para ir a escola.

Quando estou comendo minha mãe aparece.

- Filha, você acordando a essa hora? Que surpresa!

- Ué mas não tem aula agora?

- Não, hoje é sabádo! Você ta bem?

- Sim. Acho que sem querer coloquei meu despertador para tocar. Mas agora já estou acordada mesmo!

- Você não quer mesmo dormir mais?

- Não vou ficar assistindo minhas séries, lendo, desenhando, ouvindo música ou sei lá arranjo algo para fazer! Vou subir ok!

- ah pera ai. Já que não sabe o que vai fazer, porque não vai vendo algumas escolas lá em Londres para ver se você gosta?

- ok- mesmo sendo a última coisa que queria fazer, ela tinha razão eu não sabia o que fazer e isso a ajudaria, então decidi concordar!

Subi para meu quarto e comecei a pesquisar escolas:

Tasis England- the american school in England

Legalsinha mas não quero nem morar nela nem viajar todo dia, mesmo sendo muito perto.

Boardind school

Também legalsinha mas não quero ficar viajando mais do que já viajo.

CATSCollege

Gostei dessa tem em londres e em outras cidades. E deve ser legal!

Decidi ir falar para minha mãe sobre minha opinião e ver se ela concordava. Vai que era longe de onde eu morava, não sei aonde exatamente vou morar não sei se é perto mas enfim.

- Mãe!! Escolhi uma escola agora quero ver se você concorda!

- Qual é?

- CATSCollege

- ah já ouvi falar dessa. Deixe eu ver o site?

- sim aqui olha!- falei mostrando o computador na página.

- Nossa legal! Pode ser! Eu e seu pai já compramos a casa e é bem pertinho dessa escola!

- Que bom!!

- ah, agente vai para lá três semana antes, arrumar as coisas e você visitar a escola e fazer a matrícula!

- ah não, não acredito, agora só tenho uma semana aqui!

- calma, aproveite essa semana!

- vou tentar.

Fiquei o resto do dia no meu quarto fazendo o que tinha dito que faria antes de ver as escolas.

Domingo não fiz nada de interessante

No dia seguinte acordo, com o despertador, checo para ver se era mesmo segunda. Ainda bem que era, não porque eu queria ir a escola, mas sim, porque não queria acordar cedo de novo sem motivo.

Me arrumo e vou esperar o ônibus. Mas tive uma surpresa porque ao invés de Gabi estar me esperando era Noel que estava lá parado como um poste me esperando. Eu não podia acreditar que aquele adorado por todas, com algumas poucas exceções, estava lá esperando uma das exceções, eu.

- Noel porque você ta aqui e cade a gabi?

- Eu quero conhece-la até você ir embora. E Gabi já foi para o colégio está la nos esperando.

- Tabom. Mas qual o sentido de me conhecer sendo que vou embora e talvez não te veja mais?

- Sabia que tem uma coisa que se chama visita. É assim, eu pego um avião vou para Londres e te encontro.

- Sim, conheço essa "coisa"!

- E quero te conhecer simplesmente porque quero, Tá?

- Tá, né!

Chegamos na escola depois de uma longa conversa, onde um dos assuntos era o que eu queria falar com Gabi antes, a viagem. Mas ele meio que me obrigou com aquele jeito dele que consegue tudo.

- Olá! Gostou do passeio?

- Olá! Senhorita Gabriela, você que fez isso?

- Daqui um mês você vai embora então não posso desperdiçar todas as coisas que planejei para você.

- Então sobre isso eu vou semana que vem! Infelizmente!

- Não acredito! Esquece as brincadeiras que planejei tenho que aproveitar muito essa uma semana com você!

- É esquece essas brincadeiras! Hahahhahaha!

- hahahah

...

A semana passa, eu arrumando as coisas, indo ao colégio e aproveitando cada minuto. Mas era hoje. Hoje eu ia embora, ia para Londres. Minha mãe preparou uma pequena festa de despedida. Se é que se pode chamar de festa, porque pra mim festa é um evento feliz, mesmo eu não gostando muito de ir a muitas festas, é o que as pessoas dizem.

Gabi e Noel chegam e ficam a festa praticamente chorando e falando que vão sentir saudades. Até que entendia o sofrimento de Gabi, já de Noel não conheci ele faz muito pouco tempo, não faz sentindo mas de qualquer jeito iria sentir saudades dos dois.

Ia sentir falta das brincadeirinhas de gabi, seus conselhos e minha melhor amiga.

Ia sentir falta daquele garoto que conseguia o que queria e ainda tinha uma multidão em sua volta toda hora.

A noite peguei minhas coisas e fui para o aeroporto com meu pai, minha mãe e Emily.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...