A Esposa do Malik

“-Abdala, você deve respeitar o seu marido. Ser submissa. Deve respeitar o desejo de Allah, deve encher a casa de filhos. Não deve rir ou falar alto... Deve fazer suas orações e cuidar da casa e das crianças. Não saia de casa sem estar acompanhada de seu marido! Você sabe disso, não sabe, Abdala Khemal?- Minha mãe me olhou séria. -Sei mamãe...” Você foge daquilo que estava destinado a você, mas não pode garantir que está livre disso. Então você está longe... Em outro continente. E lá está o seu destino, batendo desesperadamente em sua porta de novo. Ou no meu caso, cantando pra centenas de garotas, então ele te olha e você pensa: “Okay, fodeu!”

8Likes
11Comentários
483Views
AA

4. Human

Quando Meg chegou, fingi estar dormindo, não queria contar para ela toda nossa discussão.
Estava muito arrependida de ter dito a Zayn que havia sido bom não ter o visto por 5 anos. Porque acima de tudo, isso era mentira, eu sentia falta de Zayn... Muita falta.
Acordei e me dei conta de que estava um pouco tarde demais. Duas da tarde, para ser exata.
Perto da minha cama, na mesinha, havia um papel rosa, e em uma caligrafia bonita estava um recado, direcionado à mim:
"Abby,
Tive que sair para comprar umas coisas para a nosso almoço. Não devo demorar muito!
Liguei para Louis e chamei os garotos, com suas respectivas namoradas, para virem almoçar conosco. Bom Dia, Little Sunshine♡!"
-Tudo bem,- Levantei-me da cama e  passei a mão nos cabelos na tentativa de os arrumar.- Vai ser bom conversar com o Zayn.
Peguei o celular e o papel com o numero de Zayn, recostei-me na cama e disquei.
-Alô?- A voz rouca do outro lado da linha me despertou completamente.
-Zaynie? É a Ab. -Perguntei para confirmar, mas eu sempre reconheceria aquela voz.
-Sou eu mesmo... O que houve Abdala? Está tudo bem? -Seu tom de preocupação me fez sorrir brevemente.
-Está tudo ótimo... Melhor agora para ser sincera... - Ele deu uma risada fraca e baixa, tímida... Aquela risada era o caminho para um lindo sorriso, com essa simples risada eu sabia que eu tinha-o feito sorrir.
- Então eu te faço sentir melhor? -Eu ri.
-Faz... Mas não foi por isso que te liguei. - É que a Meg quer fazer um almoço especial e gostaria que vocês viessem, você, os meninos e suas namoradas... E eu quero muito que você venha Zayn... Ontem eu fui meio imbecil... Ontem e por cinco anos... Na verdade fui completamente imbecil... Eu me sinto péssima pelo que disse, porque, Zayn, eu não seria capaz de lhe esquecer,assim como não fui. E o tempo longe de você não foi só ruim,foi péssimo!
-Ei... Calma!- Senti que ele sorriu, embasbacado com todo o meu desespero.
-É que eu não queria ter dito aquilo Zayn, e também não quero procurar advogado nenhum... Por todo esse tempo eu só me mantive longe por medo de ter sido trocada por outra melhor... Eu sei que você não se separaria de mim, mas eu não queria que você tivesse outra.
-Ab, eu não quero outra, ou mais outras... Eu tenho você e já me basta... Você é mais que o suficiente.
-Zayn, é tão bom ouvir isso.
-Ab... Eu quero muito ir a esse almoço, sei que os meninos vão adorar ir. Eleanor e Danielle também vão adorar comparecer... Mas tem mais uma coisa que eu gostaria de saber Ab...
-O que?
-Você está preparada para o turbilhão de coisas que vão acontecer em sua vida a partir de agora? 
-Como assim?
-Amanhã, eu e os meninos temos uma coletiva e lá eu terei de falar de você, um resumo da nossa história... Se você quiser ficar comigo, a princípio, vai ser muito difícil, depois vai continuar difícil também... -Ele riu, breve, sem humor. - Eles não vão te fazer nada... Mas vão falar, tirar suas próprias conclusões... Algumas fãs vão te repudiar, odiar de cara, sentir ciúmes, inveja... Elas vão te atacar em todas as redes sociais... Os paparazzi não te deixarão sair de casa... Se você disser que assim não dá pra você, eu dou meu jeito, saio da banda, a gente se muda para o Caribe por um tempo... O que precisar...
Eu senti que Zayn faria de tudo para me manter próxima a ele... Seria complicado... Lidar com tanto ódio... Explicar mil vezes a mesma história... Mas dessa vez, não era Zayn que teria de fazer algo por nós... Se eu queria ficar com ele, eu teria de superar... Se não, eu pulava fora de vez...
Mas eu decidi que ele é importante demais para eu priorizar meu anonimato ao invés do meu amor. Então decidi...
-Zayn, eu não ligo para o que vão dizer... Se vão me odiar... Suas fãs ciumentas terão de me engolir... 
-Você é a melhor...
-Nós somos...
-Então até o almoço, meu amor?-Sorri e suspirei de leve.
-Até o almoço, amor.
Coloquei o telefone sobre a cômoda e fui até o banheiro. 
Tomei banho e me vesti casualmente; short jeans e uma camiseta do Batman, fiquei descalça e fui até a cozinha tomar café, em cima da pia, um prato com cookies e uma garrafa térmica com chocolate quente.
Megan... Não sei como eu viveria sem ela... Além de minha amiga, Megan cuidava de mim... Cuidava tanto que eu poderia jurar que numa vida passada ou próxima, ela seria minha mãe...
                            (•••)
Já estava quase na hora dos meninos chegarem, Megan estava na sala com Yago, eles conversavam animadamente sobre o jogo Manchester United e o Chelsea que havia passado na noite passada.
Me olhei no espelho mais uma vez, o vestido azul royal, ainda estava em mim, com o mesmo caimento suave, as sandálias douradas ainda estavam em meu pés e meu cabelo ainda apresentava ondas negras caindo até a cintura... Tudo como eu havia deixado arrumado em mim. Mas ainda sim, eu estava em frente ao espelho a cada cinco segundos.
Quando a campainha tocou eu não pude atender, pois Yago - mostrando-se um cavalheiro.- Apressou-se em abrir a porta de nosso apartamento, para os cinco garotos que estavam parados lá, com sorrisos gigantes nos rostos.
-Oi. - Eu disse aparecendo na porta, Zayn me olhou firme e sorriu. Todos os garotos me abraçaram - Exceto por Zaynie - , Niall estava com uma torta de pistache e a entregou à Megan.
-Ab... - Me virei para Zayn sorridente. - Te amo...
-Também te amo Zayn... E se não sabes, saiba que é muito...

Ele me abraçou carinhosamente.

-Não quero te soltar.-Sorri.

-Você não precisa...

-O que sua amiga acharia de mim? Que sou um louco obcecado... -Ele riu de leve, e não me soltou completamente de seu abraço, envolvendo minha cintura enquanto andávamos até os outros.

O almoço foi bem engraçado, com direito a Liam espirrando o refrigerante pelo nariz após uma sessão de piadas de Louis e Niall comendo as batatas do prato de Zayn enquanto este colocava o papo em dia comigo.

Após o almoço Megan resolveu que eles assistiriam a um filme e eu e Zayn fomos para meu quarto conversar.

Ele se deitou em minha cama e eu me deitei ao seu lado, ele me encarou e eu sorri.

-Eu amo tanto seus olhos... São lindos. - Ele disse me puxando mais para próximo de seu corpo.

-Olha quem fala Zaynie, o tom de seus olhos... Eles ficam bem verdes com luz.

-Os seus também são assim, boba!- Ele apertou a ponta de meu nariz.

-Me desculpe por ontem...- Sussurrei.

-Tudo bem, eu também não fui nada compreensivo. E fui bem rude... Eu me odeio quando fico prestes a te machucar Ab.

-Mas você não machuca Zayn.

-Mas é por pouco Ab...- Ele fechou os olhos, visivelmente chateado.- Eu não quero ser como meu pai, ou como Faruk... Eu não quero ferir quem eu amo...

-Zaynie, você precisa procura um psicólogo... Conversar com um profissional pode te ajudar...

-Ninguém pode me ajudar Ab... Eu sou um monstro... Nem o seu amor...

-Não fale bobagens Zayn! Você não é um monstro! Pelo amor de Allah, não repita isso... Tudo bem se não quer procurar um psicólogo, ainda irei lhe convencer... Mas não duvide do meu amor... Acredite nele e você verá como as coisas irão mudar...

-Você é tão boa...- Ele abriu os olhos, que estavam marejados. Selei nossos lábios.

-Malik, acima de tudo, de como você age às vezes, do que você pensa ser, de como eles dizem que você é... Tanto faz. Você é bom. E eu lhe afirmo isso porque eu lhe conheço, conheço seu coração. E eu sei que dentro dele tem amor e bondade... Meu amor, não importa nada do que eles digam, ou do que você acha... Porque eles só querem vê seus defeitos, e você também só tem visto o mal, mas você não é mau! Você é bom Zaynie, bom para mim, para suas irmãs, para sua mãe, para suas fãs... Na verdade você é o melhor! Só que tem problemas Zaynie, porque eu sinto em lhe informar, por mais perfeito que você seja você é humano meu querido... E humanos erram...

Lágrimas escorreram pelo seu rosto e eu limpei cada uma com minha mão. Então eu o abracei forte... Zayn lidava com tudo de uma forma horrível, ele escutava em silêncio e engolia sem mastigar cada uma das críticas que recebia.

Eu sou apenas um humano
      De carne e sangue sou feito
Humano
Nascido para cometer erros
Eu sou apenas um homem
Por favor me perdoe...”

The Human League – ‘Human’ 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...