Sex Psychological

Um ninfomaníaco e uma psicóloga. Tudo na vida dele era resumido em sexo, tudo pra ele acabava em sexo. Ele é viciado em sexo, então um dia seus pais resolveram colocá-lo em uma clínica, e seus dias lá digamos que não são os melhores pois a sua psicóloga séria uma das mulheres mais belas e sexy's que ele já viu e seu desejo por sexo só aumentava. Justin Drew Bieber, um homem de 22 anos viciado em sexo, se antes já era difícil imagine agora que passa todas as noites tendo sonhos eróticos com sua psicóloga gostosa.

2Likes
1Comentários
177Views

2. Clinic.

Justin Bieber P.O.V

Eu sempre desejo o sexo. Eu sinto que todos os dias não seriam suficientes, por mais que já tivesse várias mulheres em minha cama eu nunca conheci uma que poderia me acompanhar e ser selvagem o suficiente. É como se toda vez que vejo uma mulher, penso como ela seria de quatro na minha cama e fantasiar sobre isso mais tarde. Às vezes encaro uma mulher qualquer e já sinto meu pau pulsar, inconscientemente. O sexo é belo, difícil é para mim levar uma mulher a sério quando eu estou pensando em como ela me olha nu ou o quão bom ela é na cama, eu não aceito o fato de que as pessoas ao meu redor falar que sou "ninfomaníaco" qualé, todo homem sente desejo ou tem fantasias sexuais com alguma mulher.

Sou o tipo de pessoa que não trabalha eu nasci rico e vou morrer podre de rico pra quer trabalhar? Acontece que essa grana toda vem do velho, sim meu pai e vamos supor que eu e meu pai não se "bicamos" ele me chama de vagabundo imprestável e bláh, bláh, bláh. Já minha mãe me apoia em tudo, carros, mulheres...Tenho 22 anos não trabalho e dependo da fortuna dos coroa, as pessoa me pergunta " você não tem vergonha na cara? " se é uma coisa que eu não tenho é vergonha, enquanto eles falam coisas inúteis eu continuo bonito e rico e com certeza bom de cama, o tipo que toda mulher procura dá até pena porque eu não me amarro e nem me apaixono eu só fodo com elas.

Eu ainda assistia o pornô, quando meu telefone começou a tocar, olhei pro visor e vi o nome do Chris e logo atendi.

- Fala aê, dude?

- Aê tio do sexo. - sorri com esse apelido. - ta muito ocupado?

- Não, por que? - voltei a presta atenção na televisão que passava uma morena muito gostosa na TV.

- É que tipo, eu chamei duas gostosas pra uma festa e queria saber se você queria participa?

- Hmm, tipo uma suruba? - fale e ele começou a rir.

- Desse jeito soa muito gay irmão. Mas, como você quiser chamar. - eu rir.

- Então eu vou, mas a mais gostosa é minha.

- Vai sonhando, Bieber. - antes de responder ele desligou na minha cara. Filho da puta.

Joguei o telefone longe e voltei a presta atenção na TV. Nossa, como aquela morena tinha uma bunda meu pau deslizando ali ia ser uma maravilha, ela gemendo meu nome feito uma cachorra. Fiz um carinho no meu pau que já tava dando sinal de vida de novo, mas algo me interrompeu.

- Que porra, mané. - a campainha gritava pela casa. - JÁ VAI PORRA. - gritei estressado. Vesti minhas calças rápido, desliguei a TV e fui até a porta atender. Quando eu abrir a porta vi uma mulher linda e bela que me deu a Luz.

- Oi meu filho. - ela me deu um abraço apertado. - senti saudades. - sorriu.

- Oi mãe, também senti. - mentira. - o que veio fazer aqui?

- Eu queria falar uma coisa muito importante com você meu filho. - dei passagem pra que ela entrasse. - nossa, você tem que arruma essa casa muleque.

- Você veio me dizer uma coisa importante ou reparar na minha bagunça? - ela riu e se sentou no sofá.

- Bom, eu não sei como eu vou dizer isso. - ela suspirou e abaixou acabeça.

- Ué, com a boca né. - respondi meio óbvio.

- Justin, eu e sei pai decidimos te colocar numa clínica. Ele me disse que cada dia você piora em relação ao sexo, você não faz mais nada além disso meu filho. - ela disse um pouco triste.

- Vocês vão me colocar numa clínica? Tão brincando comigo, né? Eu não preciso ir pra uma clínica.

- Meu filho vai ser o melhor pra você.

- Melhor pra mim? Cara, vocês vão me colocar numa clínica isso não vai ser melhor pra mim. - me levantei do sofá e fui pra cozinha.

- Justin, por favor. Isso que você está fazendo é muito infantil. - ela se levantou e veio atrás de mim.

- Mãe, pelo amor de Deus eu não quero ir pra uma clínica. Eu não sou viciado em sexo. - falei um pouco alterado.

- Não? Justin, a única coisa que você faz da vida é sexo, sexo e sexo. Me diz algo que você tenho feito sem ser sexo meu filho?

Eu fiquei olhando pra ela pensando nas coisas que já tivesse feito sem ser sexo. Vasculhei todo meu cérebro e não veio nada.

- Isso não importa agora, ok? Eu não preciso ir pra uma clínica. - ela me olhou e negou com a cabeça.

- Desculpa meu filho, mas você vai. Eu já te coloquei numa das melhores clinícas de Londres. - ela saiu da cozinha me deixando sozinho.

- Você faz o que? - fui atrás dela, mas era tarde ela já tinha saído.

Clínica? Eu não preciso disso. Eu não vou, ela não pode me obrigar eu já sou maior de idade e sei das coisas que eu faço a deixo de fazer.

Rock Stark P.O.V

Mais um dia de trabalho quase no fim, eu trabalho de manhã até a noite. Bem, eu sou uma psicóloga e eu gosto disso, as pessoas me procuram muito por eu ser muito "boa". Estava terminando de arruma minha coisas quando Madallena entrou no meu consultório com alguns papeis nas mãos.

- Rock, hoje de tarde quando você foi almoçar veio uma moça chamada Pattie Mallette procurar por você. Parece que ela colocou com o filho dela nessa clínica e você vai atende-lo. - ela me entregou os papeis.

- Por que eu? - peguei os papeis de sus mãos e comecei a ler.

- Porque ela pediu a melhor psicóloga, e você é a melhor daqui. - sorriu e eu sorri de volta.

- Obrigada. Bem, então pode deixar comigo.

- Tudo bem, então eu vou indo. - ela saiu. Me sentei na mesa comecei a folhar a fixa daquele menino.

"Justin Bieber, 22 anos, não trabalha e é viciado em sexo."

Que delícia eu vou ter que cuidar de um ninfomaníaco. Olhei sua foto e podemos dizer que ele é bem gato, maravilhoso na verdade. Seu sorrio era lindo, seus olhos e sua boca também. Hmm, acho que cuidar dele não vai ser tão ruim assim.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...