Dance With Me

"We are fool whether we dance or not,so we might as well dance"-Japanese Proverb Jessica Braun Williams, 24 anos, dançarina profissional de classe média. Tyler Stanley Richards,24 anos, herdeiro das empresas "Richards" podre de rico e prestes a noivar com Meredith Braun. Tudo se dá início,quando a notícia de um jantar de noivado começa a mudar a vida e modo de agir de todas as pessoas envolvidas,fazendo com que os caminhos de Tyler e Jessica se cruzem. O que acontece é nenhum dos dois sabiam que tinha uma ligação muito mais próxima,antes mesmo de se conhecerem. Também disponível no Wattpad /Also available on Wattpad : http://w.tt/1oDSAlT

2Likes
4Comentários
7808Views
AA

8. Chapter 8

Jessica's P.O.V.

-Tudo bem , senhora, mas não temos classes disponíveis nesse horário, estão todas lotadas- eu expliquei e rolei os olhos pela milésima para mulher que se encontrava na minha frente.

-Mas os horários que você tem disponíveis eu não posso.-ela retrucou

Eu respirei fundo e olhei novamente para a mulher na minha frente, ela devia ter por volta de seus 50 anos , cabelos loiros misturados com alguns fios brancos, mas era tão conservada como se tivesse 30 anos. Realmente devia ter sido muito bonita na juventude, mas também parecia nunca ter ouvido um não .

Cadê a Carmen pra atender esse pessoal hein?

-Senhora , vamos fazer o seguinte: Você vem aqui fazer uma aula experimental no horário que você tem disponível e aí você vê se tem condições de fazer aula na sala lotada , se estiver tudo bem pra você , estará bem pra mim e eu te matriculo nela. Combinado?- eu passei a mão no cabelo rezando pra que chegássemos à um acordo.

-Perfeito! Obrigada mesmo, você é uma moça muito prestativa e agradável.-ela tinha um sorriso de orelha a orelha.

Claro que eu era tudo isso,eu acabei de fazer a vontade dela.

-Jessie,me desculpa! Teve uns problemas lá em casa com os cachorros e realmente não teve como eu chegar a tempo.- Carmen desabou no balcão, suada e com o cabelo todo bagunçado.

-Tudo bem , fica me devendo MAIS essa.- eu sorri pra ela.

-Carmen,Carmen. Isso são horas de chegar? -Jane apareceu na frente do balcão.

-Me desculpa, Jane... Não vai se repetir.- Carmen disse baixinho. Jane sabia ser bem intimidadora quando queria.

-"Não vai se repetir" acho que ouvi essa frase de alguém semana passada- Jane colocou a mão no queixo fingindo tentar se lembrar- E eu acho que foi de você, Carmen.

-Desculpe-me. Não me demita, por favor- eu quase ri da formalidade de Carmen. Jane adorava deixar as pessoas com medo. Lógico que ela não iria expulsá-la ou algo do tipo.

-Pare de se desculpar, só não faça desses atrasos um hábito.-Jane substituiu a cara séria por um sorriso.

Carmen concordou com a cabeça rapidamente e se pôs pra dentro do balcão.

-Jane, você lembra que minha aula hoje foi cancelada?-eu saí do balcão me dirigindo a Jane

- Ah , verdade. Hoje você vai ser bartender de rico.- ela riu e eu também

-Quase isso. E como era a última aula , você pode fechar a academia mais cedo.

-Mentira que hoje eu vou poder pegar um cineminha? - ela bateu palmas animada- Você é um anjo que caiu do céu , Jessie.

-Quase isso.- eu disse rindo e me virando pra pegar minhas coisas.

-Ah, Jessie-Jane veio atrás de mim- Ele te ligou?

Não , mas não se preocupe eu estou tão ansiosa quanto você e estou olhando meu celular de 5 em 5 minutos.

Subconsciente de merda.

-Ele quem?- me fiz de desentendida.

-O Jason,lógico.-ela me falou como se fosse lógico como 2+2=4. E de fato , era.

-Ah,ele. Não. E também não acho que vai ligar, não é a praia dele, Jane.

-Eu realmente não queria perder essa oportunidade,é muito difícil achar alguém com essa facilidade que ele tem. E até porque as competições estão próximas e eu sei que nessa temporada não posso contar 100% com o Ryan.

-Bem, vamos torcer pra que ele ligue ,não é?-eu passei a mão no cabelo- Mas eu preciso ir agora, Jane.

-Você sabe que não precisa trabalhar em outro lugar , porque eu posso te dar um salário fixo.

-Eu já deixei você me pagar 1/3 das minhas aulas, contra a minha vontade. Você sabe que eu dou aula por que gosto, então assunto encerrado.

-Okay , mas traga um daqueles docinhos de gente rica se puder.- ela disse e eu gargalhei - Coloca tudo dentro da bolsa e se te pegarem sai correndo.

-Obrigada pelos conselhos,Jane.- peguei minha bolsa e olhei mais uma vez para a tela do celular.

Ele não ia ligar.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...