Dance With Me

"We are fool whether we dance or not,so we might as well dance"-Japanese Proverb Jessica Braun Williams, 24 anos, dançarina profissional de classe média. Tyler Stanley Richards,24 anos, herdeiro das empresas "Richards" podre de rico e prestes a noivar com Meredith Braun. Tudo se dá início,quando a notícia de um jantar de noivado começa a mudar a vida e modo de agir de todas as pessoas envolvidas,fazendo com que os caminhos de Tyler e Jessica se cruzem. O que acontece é nenhum dos dois sabiam que tinha uma ligação muito mais próxima,antes mesmo de se conhecerem. Também disponível no Wattpad /Also available on Wattpad : http://w.tt/1oDSAlT

2Likes
4Comentários
7811Views
AA

37. Chapter 37

(Música do capítulo: Sex - The 1975)

Sua mão já acariciava suavemente minha bochecha quando sua outra mão chegou na minha cintura.

Ficamos nos encarando por segundos que mais pareciam séculos. Eu aproximei meu rosto do seu e ele fez o mesmo até que o espaço entre nós era quase inexistente.

Ele passou seus lábios levemente nos meus e me beijou calmamente.

Minha mão se apressou em ir para seus cabelos tão macios quanto da última vez que o toquei.

Ele me apertou ainda mais contra o seu corpo.

Era um beijo calmo e tranquilo,mas era viciante.

Ele se afastou puxando devagar meu lábio inferior junto com os dele. Eu já tinha perdido a capacidade de contar quantas vezes cargas elétricas passavam pelo meu corpo.

-Jess...eu...- ele começou a falar mas eu encostei meus lábios no dele dando um rápido selinho.

-Eu acho que o segurança não vai nos deixar passar a noite aqui dentro. - ele riu e sua respiração quente bateu em meu rosto.

-É, infelizmente...

Eu me virei em direção a saída da cabine e Jason ainda segurava minha cintura.

-Você estava realmente querendo me beijar desde a hora que saímos do apartamento? -eu perguntei me lembrando do que ele disse antes de me beijar.

-Acho que mesmo sem saber eu já queria isso no momento em que eu te vi pela primeira vez.- eu dei um tapa no seu braço e ele riu.

-Eu sabia que você estava flertando comigo.- eu sorri convencida, mas dei outro tapa nele-Eu tinha namorado.

-Ué. Eu queria mas não faria- eu levantei uma sobrancelha e ele me virou para si-Aquele dia no seu sofá foi porque você estava mais perto do que o permitido. Tipo agora.

E ele me beijou. Pela segunda vez na noite. E, é claro,não foi a última.

******

-Você disse que iria me contar tudo.-Dan choramingou aos meus pés sentado no tapete.

-Querido, a melhor amiga aqui sou eu.-Jennifer disse através do alto falante do celular.

-Grande melhor amiga! Não foi você que planejou a saída dos dois e nem é você que está aqui fazendo massagem nos seus pés, então xiu.-ele colocou um pouco mais de óleo na mão e pegou meu pé novamente.

Uma esperta tentativa de me fazer contar.

-Eu estou cuidando da minha prima,okay? Eu já estaria aí se não tivesse sido obrigada a ficar aqui.- Jen disse e eu ouvi uma voz infantil gritando do outro lado.

-Ah, calem a boca. Acho que a Jen tem novidades atrasadas sobre o boy dela.

Jennifer suspirou fundo e começou a contar. Eu meio que prestava atenção, meio que ficava lembrando dos beijos que recebi na porta de Danny ou até mesmo do cheiro do perfume que estavam impregnado na jaqueta  que ele me emprestou quando os ventos se tornaram realmente congelantes.

"Recebeu castigo por chegar em casa 15 minutos atrasada?"

Jason mandou a mensagem e eu ri observando a cena na minha frente.

*Mensagem on*

JessicaSe castigo for ter Daniel aos meus pés massageando-os, então você tem que me deixar em casa sempre atrasada.

JasonHaha, não teria problemas quanto a isso. Acho que nem vou dormir hoje.

JessicaMelhor se esforçar porque não quero ninguém dormindo no meio da dança enquanto ensaiamos amanhã.

Jessica:Se você ainda tiver a fim, é claro.

Jason:Já te falei que eu quero isso, não estou fazendo por pena.

JessicaMas eu não quero que prejudique você, nem o seu trabalho. Eu sei que você acorda cedo e os ensaios acabam muito tarde.

JasonSe eu estivesse aí eu já teria feito você parar de se preocupar a toa, de uma maneira bem rápida...

Jessica:Ridículo.

-Ela tá aqui trocando mensagens nem tá ouvindo o que você está falando-Daniel falou num tom dramático para que eu prestasse atenção nele.

-Eu estou ouvindo, só peguei o celular agora.-eu disse na defensiva enquanto Jennifer respirava fundo e continuava sua história.

-Então, ele me chamou para sair de novo, disse que eu era engraçada e não era do tipo de garota cheia de frescura e que era muito raro isso hoje em dia, e aí eu aceitei sair com ele...

Jessica:Tá rolando alguma coisa entre o Andrew e a Jen?

JasonNão tenho certeza, mas ele pediu para eu dar o número dele à ela, e ele nunca dá o seu número  para garotas.

Jessica:Entendi.

JasonDiga para ela não se preocupar, desde o dia que eles saíram, ele nunca mais saiu com ninguém. Acho que ele está com medo de sair com ela de novo e estragar tudo.

-E aí...foi...foi isso.-Jen terminou de falar dando um suspiro.

-Só isso? Aham, sei. Você dormiu com ele,não foi?- Dan perguntou com a voz séria.

-Eu? Lógico que não, eu....- ela deu uma pausa. -Sim, mas ele não me ligou, nem nada. Acho que não significou nada, sabe?

Ela fungou, fingiu um espirro e eu desejei está do lado dela a abraçando.

Me senti egoísta por só encher a sua cabeça com os meus problemas com o Ryan e meus sentimentos confusos pelo Jason e, de fato, por nunca mais ter parado um momento e perguntado como que ela estava de verdade.

-Ele está com receio de ligar para você- eu disse em meio aos meus pensamentos.

-O que? Eu fiz alguma coisa errada. Oh meu Deus.

-Não, não é nada disso. Acho que ele não sabe como falar com uma garota depois de já terem passado uma noite juntos, talvez ele não queira estragar isso que vocês têm. Foi o que Jason me disse.

-É sério? E o que eu faço? Nunca mais vamos nos falar? - realmente devia ser algo intenso entre os dois, pois nunca vi Jen paranóica.

Essa geralmente sou eu.

-Liga para ele, ué. Pelo menos você pode esclarecer o porquê dele não ter te ligado antes.

Ela ficou super feliz e eu me senti uma melhor amiga um pouco mais prestativa e presente.

******

-Tem certeza que não quer ir?- Daniel perguntou ajeitando sua blusa preta colada e brilhante.

-O que eu vou fazer sozinha numa balada gay?- eu perguntei anotando algumas mudanças de passos na coreografia.

-Hello? Eu vou estar lá!

-Da última vez, eu fiquei sozinha porque você agarrou até o último ser humano que estava ali enquanto eu recebia cantadas das garotas.

-Então tá, você quer perder a oportunidade de conhecer gente nova, problema é seu. Eu fiz o convite.- ele passou seu perfume, ajeitou o cabelo pela milésima vez na última hora, disse que não era para esperá-lo acordada e saiu lançando beijos no ar.

Como se eu realmente fosse iludida de achar que ele voltaria antes do meio dia do dia seguinte.

Atravessei o apartamento, praticamente limpando o chão com minhas pantufas, peguei minha colcha, meu travesseiro e uma manta bem quentinha e atirei tudo no sofá. Cesta!

Depois fui até a cozinha e peguei um pacote de cookies e levei para o sofá.

Quando terminei o pacote estava meio mastigando meio dormindo e meu celular apitou indicando mensagem.

Pensei se tratar de Jason, porém assim que vi de quem era e o conteúdo me faltou ar por alguns segundos.

RyanEspero que tenha aproveitado seu passeio com o seu novo namoradinho. Eu ainda vou provar que não sou pior que ele. Aguarde.

(Hey, morecos!!! Que capítulo hein?

Espero que tenham gostado tanto quanto eu.

Não se esqueçam de votar, comentar, indicar pros amiguinhos e etc....

P.S.: vou tentar lembrar das músicas que escutei escrevendo o capítulo e vou deixar o nome/artista, no começo do capítulo.^^

Até a próxima xx)

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...