Dance With Me

"We are fool whether we dance or not,so we might as well dance"-Japanese Proverb Jessica Braun Williams, 24 anos, dançarina profissional de classe média. Tyler Stanley Richards,24 anos, herdeiro das empresas "Richards" podre de rico e prestes a noivar com Meredith Braun. Tudo se dá início,quando a notícia de um jantar de noivado começa a mudar a vida e modo de agir de todas as pessoas envolvidas,fazendo com que os caminhos de Tyler e Jessica se cruzem. O que acontece é nenhum dos dois sabiam que tinha uma ligação muito mais próxima,antes mesmo de se conhecerem. Também disponível no Wattpad /Also available on Wattpad : http://w.tt/1oDSAlT

2Likes
4Comentários
7788Views
AA

10. Chapter 10

Jessica's P.O.V.

 

-Desculpa- eu e o senhor (que depois eu reparei que não era tão senhor assim, pela segunda vez) falamos juntos.

 

Ficamos nos encarando por uns segundos, e não era possível dizer quem estava mais surpreso ali.

 

-Jessica?

 

-Jason?-falamos ao mesmo tempo novamente, mas dessa vez rimos.

 

-O que você faz aqui?- ele perguntou ainda com uma expressão surpresa, que não deveria está muito diferente da minha.

 

-Bem, como você pode ver, trabalhando.-eu apontei com pra bandeja no chão e para minhas roupas.

 

Eu me abaixei para juntar a bagunça e ele também.

 

-Deixe-me te ajudar.

 

-E você ,o que faz aqui?-perguntei enquanto pensava que o prejuízo ia ser descontado no meu pagamento.

 

-Secretário de um desses empresários.-ele disse rapidamente.

 

-Nem precisa me dizer qual, eu não vou saber quem é mesmo.-nós dois rimos enquanto pegávamos os cacos e colocávamos na bandeja.

 

-Eu estava indo te ligar , mas esqueci meu celular.- ele disse e eu me virei pra por a bandeja em cima de uma mesa que tinha próxima dali.

 

Isso sim era uma surpresa ,ele me ligar.

 

-Eu estou com os horários aqui no celular se você quiser ainda.-passei a mão no cabelo .

 

-É que eu esqueci meu celular- É ele já disse isso e eu estou parecendo uma idiota sem saber o que falar.

 

Desde quando eu tenho dificuldade de falar com pessoas?

 

-Hm, eu posso anotar pra você de quiser

 

-Gostou de dançar comigo, Jessica?-ele deu um sorriso que mostrava todos os seus dentes.Meu Deus.

 

-Eu?Que fique bem claro que só estou fazendo isso porque a Jane gostou muito de você .

 

-E você não gostou de mim?

 

-Eu tinha me esquecido como você poderia ser irritante, deixa eu voltar pro meu trabalho.- eu me virei pra ir embora e ele segurou meu braço gentilmente.

 

-Já tá todo mundo servido e seu amigo ali está dando conta do serviço.-ele disse e eu olhei pra mão dele no meu braço.-Mas se você quiser ir fique a vontade.

 

E soltou meu braço, eu quase, quase, pus a mão dele de volta.

 

-Gostou da minha companhia, Sr.Stanley?

 

-Eu tinha esquecido como você poderia ser convencida,Jessica.-ele inclinou a cabeça pro lado e riu.

 

-Não vai me apresentar a amiga,amor?-uma voz masculina atrás de mim.

 

Eu me virei e encontrei um homem jovem provavelmente da minha idade, de terno e gravata, com os cabelos loiros perfeitamente esticados para trás com gel.

 

Eu ouvi bem ? Ele chamou o Jason de amor?

 

-Marc essa é Jessica, Jessica esse é Marc meu amigo quase irmão.-ele esclareceu e uma onda de alívio me atingiu.

 

-Ah qual é, dude?Pode assumir que eu sou o amor da sua vida.-ele gargalhou e eu o acompanhei.Ele se virou pra mim.-Prazer,Jessica. Ele sempre faz isso quando eu estou dando minhas cantadas nas meninas, só estou fazendo justiça.- nós rimos mais um pouco mas Jason parecia tenso.

 

-Pensei que você tinha falo que não ia ter gatinhas aqui,dude.-Marc disse e eu corei.

 

-Encontrar a Jessica aqui foi coincidência.

 

-Você é a primeira garota que eu vejo com o campeão aqui e não está com os olhinhos brilhando apaixonada.-ele disse e Jason cutucou ele.-Hm vou deixar vocês a sós de novo,mas cuidado Jessica, ele é um galinha.-Jason ficou vermelho e Marc foi andando em direção a uma mesa cheia de senhores conversando com empolgação.

 

-Não dê ouvidos a ele.Ele é um babaca.

 

-Eu achei ele legal e engraçado, e você está vermelho.-eu sorri achando graça do jeito que ele estava.

 

******

 

-Dude, Sr.George disse que vai ficar até o salão fechar, se você quiser ir embora.-ouvi a voz do Marc atrás de mim.Ele era realmente bonito.

 

-Você não vai comigo?-Jason perguntou.

 

-Sr.George disse que é bom eu ficar , para aprender alguns segredos da negociação.

 

-Hm-olhei no relógio.-Você sabe que horas são?-olhei pro Marc

 

-Exatamente dez e meia,e se vocês não perceberam a maioria das pessoas já foram embora a uns 15 minutos.

 

-Oh meu Deus,eu tenho que ir.

 

-Você vai de carro?-Jason perguntou

 

-Não,vou a pé mesmo.A casa é no próximo quarteirão.-eu disse tirando alguns dos grampos que prendiam meu cabelo.

 

-Eu te acompanho-ele falou baixo

 

-Não precisa mesmo- se Ryan visse eu chegando com um cara ia ser uma confusão enorme.

 

-Vamos,eu aceitei sua carona ,seria uma desfeita você não aceitar.-ele me olhava com um olhar que com certeza já garantiu coisas muito maiores pra ele.

 

-Está bem,só vou trocar de roupa e pegar minha bolsa.- eu aceitei,afinal Jason é só um amigo, bem a gente se conheceu ontem, então ele pode ser considerado pelo menos um colega.

 

Troquei de roupa o mais rápido que pude e fui andando em direção ao Marc e ao Jason. Marc gargalhava na cara dele, e o Jason apenas dava sorrisos simples,mas ainda sim estonteantes.

 

-Vamos?-Jason se pronunciou enquanto eu me aproximava.

 

-Foi um prazer te conhecer,Marc.

 

-Igualmente , Jessie.-ele piscou e eu ri.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...