Is it love?

Acha que tua vida está difícil? Imagina a minha! Eu me apaixonei pelo meu melhor amigo,e agora ele esta namorando.
Vou fazer de tudo para que ele me note! Espero que isso não seja muito difícil.

9Likes
13Comentários
451Views
AA

3. Sharing the apartment !

Era 20:00 p.m e eu estava falando com Julie por mensagens,ela insistia em defender o Brad,e eu insistia em dizer que o que ele havia feito fora muito infantil,ela disse que ele deveria ter os motivos dele,mas eu não quero saber,cara foi ridiculo o que ele  fez!

"Ele ficou triste depois que você foi embora."-Julie

"Uhum. -  Candy

"Olha sua sem coração,Brad e Drew brigaram."   -Julie

"Puta merda! Por que diabos eles brigaram ?"-Candy

" Não sei,na verdade eles só discutiram,Brad foi embora." -Julie

"Onde aquele louco vai ficar? Será que isso é culpa minha? Oh merda o que eu fiz?"-Candy

"Eu não sei onde o " louco " vai ficar eu não sei,também não sei se isso é culpa sua,mas vamos ser sinceras talvez seja sim tua culpa e Candy não me pergunte o que você fez,agora é tarde! " -Julie

"Sua sinceridade me encanta,você tem algum contato de Brad? " -Candy

"Eu não,mas Luke deve ter,eles se tornaram "amiguinhos".-Julie

"Juliet Lewis, você está com ciúmes de um homem? È isso mesmo?" Candy

'' Fica quieta Candy! Agora tentar arrumar a merda que você fez,tchau!" Juliet

"Tchau sua bruta!" -Candy

Foi o que ela disse antes de me mandar o numero de Bradley,antes de ligar para ele salvei o mesmo nos meus contatos,vai que eu faço outra burrada de novo,nunca se sabe.

Tentei ligar para ele 1,2,3,4,5,6,7,8,9... perdi as contas depois da décima vez,e agora eu me sentia culpada,estava chovendo tipo muito,vai que esse garoto está na rua sozinho? Mas que droga,o meu relogio marcava 21:30 p.m e eu ainda não havia conseguido falar com Brad,até que:

-Alô?-ele disse ao atender.

-Brad?-perguntei.

-Sim! Quem é?-ele perguntou.

-Bonnie.-respondi mordendo o labio.

-Ah,o Bonnie.-ele disse depois de um tempo.

-Onde você está?-dessa vez fui direta.

-Na casa do Drew.- MENTIROSO.

-Eu soube da sua briga com o Drew,por favor fale a verdade!-eu pedi.

-È serio estou na casa do Drew arrumando minha mala.-ele disse.

-Tem lugar especifico para ficar?-Eu tinha que ajuda-lo ele estava na merda por minha culpa.

-Não,ainda vou ver isso.-ele falou.

-Bom,você poderia é...-eu pausei.-Você poderia ficar no meu apê enquanto resolve isso.-enfim eu falei.

-Não sei não...-eu o interrompi.

-Eu não estou pedindo,estou mandando.-eu disse seca.

-È..Jà que é assim então ok.-ele falou.

-Estou ai em...-olhei para o relogio.-Estou ai em 40 minuto,na verdade 30 se eu der sorte!-eu disse e não esperei resposta e encerrei a chamada.

Pulei da cama e vesti uma roupa qualquer,eu tinha menos de uma hora para chegar lá,uh,eu poderia ir de moto,mas com certeza Brad virá de carro,logo depois eu já estava em frente na parada,há essa hora não tem taxi.

Demorou e muito para eu pegar uma condução,e mais ainda para chegar a casa de Drew,por causa da chuva,mas felizmente logo eu estava em frente a casa de Drew,e bom eu estava sentindo um frio na barriga,até por que Drew esta com raiva de mim por causa do que aconteceu mais cedo,não quero nem imaginar a reação dele quando souber que Brad vai morar comigo,talvez ele nunca mais fale comigo,isso é bem provavel.

Criei coragem e bati na porta.

-Oi.-Foi Rebeca quem abriu a porta com um sorriso imenso em se rosto.

-O que está fazendo aqui?-Drew perguntou assim que entrei.

-Vim ajudar Brad a levar suas coisas para o meu apê!-fui direta.

-Ele vai morar contigo?-Drew perguntou sem acreditar e eu revirei os olhos.

-Sim.-eu pausei.-Ele não tem para onde ir já que vocês brigaram.- Nossa estou me surpreendendo com a minha coragem,tenho que ser assim mais vezes.

Drew não falou mais nada ele apenas se encolheu ao lado de Rebeca que já havia sentado-se ao seu lado.

-Você pode subir se quiser.-Rebeca falou e Drew a encarou.

Mas eu neguei,o clima já está tenso demais.

Não sei a quanto tempo estou parada esperando por Brad,será que a bolsa o devorou? Tipo assim ele está demorando demais e eu já não estou suportando ver Drew e Rebeca se beijarem na minha presença,até por que isso é uma puta falta de respeito,decidi subir e pelo jeito os "pombinhos" ne perceberam,bati na porta do quarto que eu suponho ser de Brad e ele abriu a porta minutos depois.

-Chegou agora?-ele perguntou.

-Não,faz um tempinho que eu estava lá embaixo esperando o "senhor enrolado".-fiz aspas com os dedos e ele sorriu.

-Espera só um minuto,eu vou fechar a mala e vestir outra blusa.-ele anunciou e eu assenti.

Eu estava encostada na parede o encarando trocar de blusa,foi rapido,porém intenso,ele tem costas desnudas,apostos que mina unhas fariam um estrago ali.

O que diabos eu estou pensando?

-Vamos.-ele disse e eu pisquei varias vezes antes de acordar de meus pensamentos improprios.

Eu o ajudei a levar algumas malas,e logo estavamos na sala testemunhando um pornô com roupa,será que eles não percebem o quão ridiculo é se comerem na sala? Eu sei que não é a minha casa,mas quarto existe para isso. Eles pararam de se agarrar quando ouvir o barulho das malas sendo arrastadas no chão.

-Já vão?-Rebeca perguntou e eu assenti.

-Uh,Candy preciso falar com você.-Drew disse serio levantando-se.

-Depois,está tarde para conversar.-Eu disse.

-Mas..-o deixei falando sozinho,antes de fechar a porta eu murmurei um "tchau!"

È a minha cara deixar as pessoas falando sozinhas e sair,eu amo fazer isso,apesar de ser errado,porém eu gosto.

-Você deve ter mais roupas que eu.-eu chiei enquanto colocavamos as malas no porta-malas.

-Talvez.-Ele disse e em seguida coçou a nuca.-Pronto.

Bradley parecia ser um cara legal,espero que ele realmente seja,não é algo que eu faça sempre,digo levar um homem para morar em minha casa,é algo surreal para mim,até por que isso é estranho para mim.

-Candy.-ele me chamou se tirar o olhar da rua e eu o encarei.-Me desculpe por o que eu fiz hoje mais cedo,é que eu estava com raiva de Drew e acabei ferrando contigo.

-Está tudo bem.-eu disse sorrindo e ele retribuiu o sorriso.

Não! Não está tudo bem por que agora Drew vai me encher o saco,aquele garoto é insuportavel quando esta com raiva,meu deus com eu o odeio quando esta com raiva.

As ruas agora estavam meio vazias então chegamos rapidos no prédio em que eu morava,Brad estacionou o carro e em seguida saimos,ele abriu o porta-malas e pegamos as malas e em seguida subimos,assim que saimos do elevador eu parei para pegar minhas chaves do bolso apertado de meus jeans,e enfim consegui,logo abri a porta e deixei as malas na sala.

-Brad vem cá.-eu gritei e logo ele estava na porta do quarto de bagunças.

-Esse é o quarto que o Drew falou hoje mais cedo?-ele perguntou e eu assenti.

-Ele não é tão pequeno assim,é do tamanho do meu quarto,tem o banheiro ali.-apontei para a porta que havia dentro do quarto.-È só tirar esses livros,bolsas e mais livros daqui.-eu disse.

-Uh quanto livro.-ele disse passando a mão por cima dos mesmos.

-Tire as mãos dos meus livros!-eu rosnei.

-Normalmente as mulheres te ciúmes de joias,homens e outras coisas,e você tem ciúmes dos livros.-ele debochou e eu o encarei.

-Deve ser por que os livros não são tão debochados.-eu rebati com uma pitada de sarcasmo.

-Uol.-ele disse fingindo estar ofendido.

-Vamos arrumar isso aqui logo!-eu anunciei e ele me encarou.

-Vamos arrumar isso aqui? Tipo agora?-ele perguntou.

-Sim! Ou você acha que vai dormir comigo?-perguntei arqueando a sobrancelha.

-Essa proposta é tentadora,acho que vou ficar com ela.-Ele disse se aproximando de mim.

-Vamos lá Mason,pare de ser preguiçoso!-eu disse o empurrando para longe.

-Mãos a obra.-ele debochou.

Nós tiramos os livros da estante,e limpamos a estante e os livros,decidi colocar a estante na sala,eu nunca havia mudado a de lugar por motivos de preguiça.

-Atchim.-eu espirrei.

-Puta merda essa poeira dá para intoxicar o mundo inteiro.-Brad disse antes de espirrar.

-Seja menos dramatico,por favor.-eu pedi.

-È serio faz quanto tempo que você não tira a poeira desses livros?-ele perguntou.

-Acho que desde que eu me mudei para cá.-eu disse dando de ombros.

-Caralho! Depois eu sou o preguiçoso.-ele murmurou e eu joguei o pano nele fazendo o mesmo espirrar.

-Você é muito fresco.-eu chiei e ele apenas me mandou um sorriso sacana.

(***)

Enfim nós terminamos,já era madrugada quando terminamos de arrumar as roupas de Brad no guarda-roupa que havia ali,nós até trocamos os lençois da cama que agora o pertencia,agora sim o quarto poderia ser chamado de quarto,agradeço por papai ter colocado uma cama  e guarda-roupa neste quarto,lembro que ele disse que era para caso eu fizesse alguma amiga,dai eu poderia ter o privilegio de um quarto de hospedes ali,a cama não era tão pequena,na verdade nem era pequena eu mesma a escolhi,era uma cama box de casal.

-Enfim terminamos.-Brad murmurou quando caimos na cama.

-Que cansativo.-eu murmurei.

-Todas as partes do meu corpo doem.-ele disse gemendo.

-Você realmente é muito dramatico.-eu falei e ele me encarou.

-Você já me disse isso.-ele rebateu.

-Eu sei.-falei.-Vou dormir.-murmurei levantando-me da cama.

Eu caminhei até a porta e em seguida dormi.

-Te aconselho a desligar o seu celular,se a Juliet não conseguir falar comigo ela vai te ligar.-eu murmurei bocejando e ele assentiu.-Suponho que você queira ter uma boa madrugada de sono.-eu disse e ele assentiu.-Boa madrugada Bradley.-eu disse voltando a caminhar.

-Boa madrugada Candace.-ele falou.

Adentrei ao meu quarto e em seguida vesti uma roupa confortavel -vulgo pijama- e em seguida me deitei meu corpo relaxou ao entrar em contato com a minha confortavel cama.

Bradley morando comigo,oh deus como isso vai se torna dificil!

E então meu olhos pesaram e eu adormeci.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...