Video-Game

A historia de Annebelle McCry uma garota que fugiu de casa ainda adolescente com seus 15 anos, cansada de receber broncas e sermões de seus pais para que ela largasse a vida da rebeldia e que parace de andar com seus “amigos” ela decide dar um fim nisso bem no nascimento do seu irmão mais novo, fugindo, porém tudo era um golpe assim que ela esta longe de casa ela é praticamente jogada fora por um de seus “amigos” e fica perdida em meio a uma rodovia e acaba na casa de um homem desconhecido que a cativa de braços abertos, e depois de algum tempo ela recebe uma pequena e misteriosa visita... E daí em diante sua vida se torna um jogo de Video-Game.

2Likes
2Comentários
166Views

1. UM

 

Outubro de 2002

 

A jovem Annebelle estava cansada de tanto que seus pais ficarem em seu pé para parar de andar com más companhias, mas ela não os ouvia ela, ela não ligava mais para seus pais e sua mãe que estava gravida de 7 meses ainda gritava com a filha e a filha revidava com gritos maiores e mãe passava mal, já com o pai era a mesma coisa a diferença é que ele não deixava barato ele a deixava de castigo, mas sempre ela fugia para se “divertir” com seus “amigos” e hoje não seria diferente eram 3 da manhã quando seu pai a acorda desesperado

 

-Annebelle acorde rápido! -disse seu pai a sacudindo-

Que foi Frank?!

Sua mãe esta tendo seu irmãozinho.

Meu irmãozinho? Acho que não aquela peste não será meu irmão nem aqui nem na china.

É seu irmão sim ele tem seu sangue seu DNA, e você se levante dessa cama agora que vamos para o hospital e eu quero que você me ajude com as coisas do seu irmão bote tudo dentro de uma bolsa e leve agora, bora Annebelle.

 

Seu pai saiu do quarto indo direto pegar sua mãe, um fato de Annebelle é que ela passou a chamar seus pais pelo nome quando tinha 13 anos de idade e nesse idade que ela passou a andar com seus “novos amigos” a menina se levantou ela estava semi nua botou uma bermuda curta e uma blusa de manga longa preta escrita “Once Upon A Dream” e botou um chinelo roxo e antes de sair do quarto sussurrou um “Mas que merda” e logo foi até o quarto de seus pais pegou uma bolsa com um ursinho estampado e logo jogou as roupinhas de seu irmão dentro da mesma amarrotando tudo, depois de ter fechado a bolsa e trancado a porta de casa foi até o carro de seu pai e entrou e logo foram correndo para o hospital... Assim que chegaram sua mãe foi logo levada a sala de parto e seu pai foi junto e ela ficou na recepção com algumas pessoas esperando para serem atendidas os esperando noticias de algum familiar doente, quando ela se deu conta já estava na parte de trás do hospital fumando um cigarro extremamente forte já tinha liga para um dos seus “amigos” para ir até o local onde a mesma se localizava depois de alguns minutos o seu “amigo” que se chamava Cheed chegou lá a cumprimentando com um beijo na bochecha e logo se sentou em uma calçada que tinha perto e ela se sentou ao lado

 

- E aí o que tá pegando? -perguntou Cheed-

- Selena entrou em trabalho de parto e parece o peste vai nascer.

Mas esse peste é seu irmão?

Infelizmente.

E por que não esta aqui fora invés de estar lá dentro? Assim que seu irmão nascer você vai poder vê-lo.

Como você pode ser tão idiota? Eu não quero nem olhar na cara daquela merdinha, eu quero fugir viver minha vida ser livra Cheed... você me entende?

Te entendo sim... Mas por que tanta raiva do seu irmão?

Já disse que ele não é meu irmão!

Claro que é ele tem seu sangue, seu DNA veio do mesmo ventre que você.

Você tá parecendo meu pai a algumas horas atrás.

Tá foi mal não te pergunto mais sobre ele.

 

Cheed jogou seu corpo um pouco para trás se deitando na calçada gelada e ele estava apenas com uma camisa de manga rasgada e um samba canção sem cueca e logo Anne pergunta:

 

Alguma diversão para esta noite? -Cheed demora um pouca para responder-

Bom... Um amigo meu me chamou para uma festa em Jackson mas como você sabe né, somos de Memphis e sem dinheiro é foda.

Eu acho que posso ajudar mas antes preciso passar em casa para trocar de roupa.

E como você vai fazer isso?

Você sabe dirigir?

Sei claro, aqui é piloto de fuga baby.

Ok então é melhor irmos enquanto antes.

 

Os dois se levantaram e foram em direção ao carro de Frank quebrando o vidro do mesmo já que o carro não tinha alarme, Cheed abre a parte que se conecta a chave e faz uns bagulhos com os fios que faz o carro ligar logo partem para a casa de Annebelle...

 

Assim que adentram dentro da casa da mesma Annebelle pega o máximo de roupas e sapatos e bota tudo dentro de duas mochilas, logo ela estava se só apenas de sutiã e calcinha procurando umas roupas para a ida e Cheed estava na entrada da casa e achou a que Anne estava demorando demais subiu até o quarto e viu a porta um pouco aberta olhou pela mesma e viu Anne totalmente nua de costas e assim que a mesma se virou para a porta ele botou sua mão dentro de sua samba canção sentindo seu pênis endurecer, e quando olhou novamente ele foi flagrado por Anne o olhando e logo a mais nova sorriu e fez um aceno com o dedo para que ele entrasse e sem hesitar o mesmo fez fechando e trancando a porta o quarto estava claro mas logo ficou escuro assim que Anne apagou as luzes e foi andando em direção a Cheed o empurrando na cama e ficando por cima do mesmo e logo ela disse:

 

Sabia que ficar de butuca é muito feio né?

Eu sei e até que valeu apena

Você é muito engraçadinho né?

Olha quem fala, a menina que deixa um homem vim com ela em casa numa madrugada sem ninguém, e deixa a porta do próprio quarto entreaberta e nua ainda por cima. -Cheed sorri-

Eu fiz de proposito, eu te queria aqui já tem muito tempo. -diz Anne mordendo os lábios-

Hm... então agora você tem a chance agora.

E eu não vou desperdiçar.

 

* Detalhes de Cheed*

Seu nome verdadeiro não é Cheed e sim Samuel Ashanti um garoto de 19 anos de orgiem africana do país de Gana, um garoto negro de cerca de 1,70 de altura corpo malhado, nascido no Brooklyn indo morar em Memphis, Tennessee aos 4 anos de idade com seus pais, melhor “amigo” de Annebelle isso é o que diz, o apelido Cheed surgiu quando um de seus amigos o zoou porque era fã da seria da Disney, Sunny Entre Estrelas e seu personagem favorito era o Chad Dylan Cooper, mas para diferenciar o colocaram de Cheed com 2 Es.

 

Enquanto isso Selena já tinha parido o irmão de Annebelle que agora passou a se chamar Teddy, Frank pega o pequeno e frágil garotinho no colo e leva até a recepção para mostrar o pequeno para sua filha e quando chega lá a procura com os olhos e não a acha só vê a bolsa com as coisas do bebê dentro, e logo uma mulher com cerca de 50 anos pergunta:

 

Esta procurando uma menina branca de cabelo escuro?

Sim, com cerca e 15 anos.

Ela saiu já tem mais ou menos 1 hora.

Obrigado senhora, -ele disse pegando a bolsa com o pequeno no colo- licença.

Toda. -diz a senhora-

 

O grande homem de cabelos negros com alguns fios grisalhos foi para o quarto e entrega o bebê a sua esposa e se senta em uma poltrona ao lado da sala e bota os braços sobre o joelho e abaixa a cabeça, e logo sua mulher quebra o silencio perguntando:

 

O que ela achou do Teddy?

Se ela visse pelo menos ele.

Como assim? Ela não quis vê-lo?

Pior... Ela fugiu, ela simplesmente passou por aquela porta do hospital e foi rua a fora.

Não acredito, por que ela faz isso com a gente, como ela pode ter tanta coragem?

E eu queria saber... Porque a gente ainda tenta?

Porque nós amamos a nossa princesinha, mesmo ela fazendo as merdas delas nós já tentamos mais de muitas vezes ajudá-la, mas ela se recusava e nos enfrentava.

E eu aqui pensando onde ela possa estar nesse momento, nessa madrugada fria no escuro e sozinha.

Ela esta bem, a Anne é problemática, idiota etc... Mas não é boba querido.

Estou preocupado com ela.

Eu também Frank, eu também...

 

O que eles não sabem é que não só Annebelle fugiu mas fugiu com o carro dos mesmo, e esta na cama nesse momento transando com um dos “amigos” dela

 

Annebelle já estava em seu quarto quase pronto só faltando colocar um brinco, um novo piercing no umbigo e algumas maquiagens já Cheed estava vestindo uma camisa de Frank para irem a festa, depois de uns minutos de puro sexo ele estavam pronto, logo desceram e entraram no Dodge Journey do pai de Annebelle e foram em direção a Jackson e Cheed decidiu falar:

 

Liga esse radio aí.

Ok

 

Assim que Anne ligou estava tocando “Burning Desire” da Lana Del Rey, e claro como Annebelle ama musicas dos estilo da Lana não deixou de acompanhar o radio:

 

I drive fast, wind in my hair
I push you to the limits 'cause I just don't care
You ask me where I've been
I've been everywhere
But I don't wanna be anywhere but here
(Come on tell me, boy) -cantou Anne-

Vai me acompanha Cheed. -diz Anne-

I've got a burning desire for you, baby
(I've got a burning desire)
(Come on tell me, boy)

I've got a burning desire for you, baby
(I've got a burning desire)

(Come on tell me, boy) -continua Anne a cantar-

- I drive fast, wind in my hair
I push you to the limits 'cause I just don't care

I've got a burning desire for you, baby
(I've got a burning desire)
(Come on tell me, boy)

Every Saturday night I seem to come alive for you, baby
Santa Monica I'm racing in the lights for you, baby

I drive fast, radio blast
Have to touch myself to pretend you're there
Your hands are on my hips
Your name is on my lips
Over, over again like my only prayer
(Come on tell me, boy)

I've got a burning desire for you, baby
(I've got a burning desire)
(Come on tell me, boy)

I've got a burning desire for you, baby
(I've got a burning desire)
(Come on tell me, boy)... -continua Cheed-

- I drive fast, wind in my hair
I push you to the limits 'cause I just don't care

I've got a burning desire for you, baby
(I've got a burning desire)
(Come on tell me, boy) -os dois cantam juntos-

 

E o resto da musica foi cantada por Anne, uns minutos de divertimento foi até bom para os dois, mas ainda faltava muito para os dois chegaram a festa em Jackson e já estava amanhecendo e eles ainda não tinham chegado no local da festa e Anne já estava ficando cansada de ficar sentada


 

Cheed já esta amanhecendo, e estamos nessa rodovia a horas estou cansada liga pro seu amigo aí e pergunta se a festa ainda esta de pé. -reclama Anne-

Não vou fazer isso.

Como?! Porque não quer que eu fique aqui sentada até essa porra dessa viagem acabar?!

Não já estamos chegando no seu destino.

Pera no meu destino? Como assim Cheed? O que você esta insinuando? -diz Anne meio assustada-

Ah, garota como você é chata em... E também burra você acha mesmo que eu seria seu amigo? Você é uma trouxa cara.

Não estou te entendo Cheed, pensei que você gostava de mim?

Eu um garoto drogado que bebê todas, ia gostar de uma garota como você, tem certeza? Acho que não.

Cheed você tá me assustando. -disse Annebelle com medo-

A quer saber, não chegamos no seu destino mas estamos perto depois eu ligo pra aqueles idiotas, minha parte tá feita já, que se foda, -disse Cheed tirando seu sinto de segurança e destravando as portas e abrindo a porta do lado da Anne- apesar você é otima de cama pena que me pagaram para te largarem aqui, se não você seria minha, -disse com um sorriso maniaco nos lábios- tchau Annebelle McCry e empurrou a garota do carro.


 

Annebelle não teve nem tempo de se segurar em nada a força que Cheed tinha não era nada comparável a dela, e assim que ela caiu do carro saiu rolando na pista até parar já toda ralada na mesma a pista estava deserta e ela reparou que não estava mas na interestadual e sim em uma pista de asfalto toda desgastada em frente um lugar abandonado, ela se levantou com dificuldade e andou até uma casa que tinha perto um homem com cerca de 30 anos a pegou no colo e depois a menina fechou os olhos e desmaiou na hora

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...