Create Beautiful Memories

Bella é uma garota normal, aspirante a atriz que sofre um acidente de carro. Quando acorda, se depara com a realidade de que perdeu a memória e não se lembra de nada dos últimos 2 anos. Nada mais faz sentido em sua vida. Ela não faz ideia de como foi parar em L.A. e nem de como conheceu Justin e ficou tão próxima dele.

Acordando em uma vida completamente diferente, Bella fará o possível para descobrir o que aconteceu nós últimos anos. O único problema é que, a fim de estimula-la a lembrar por si só dos ocorridos, ninguém parece querer lhe dar as informações que mais deseja.

Fan Fiction do Justin.

12Likes
3Comentários
1043Views
AA

3. Insane, everybody is just insane!

Justin passava as mão pelo cabelo enquanto olhava do médico para mim, e depois para o médico, para mim... Até que num movimento brusco, se virou, saiu do quarto e bateu a porta com força.

Eu fiquei paralisada olhando para o Dr. Phill. E a única pergunta que veio na minha cabeça foi:

- What day is today?

-June 21st of 2015.

Dois anos!!!!!!!! Um buraco vazio de dois anos. Puta merda! Esse cara tá de sacanagem com a minha cara. Isso deve ser uma pegadinha! Só pode!

Eu fico encarando o nada por um bom tempo até que Dr. Phill fala:

- You hit your head really hard last night. I can't say how serious it is until you've done some tests. Everything indicates that you have a post-traumatic retrograde amnesia. In this case recent memories are less likely to be recovered, but older memories will be easier to recall. It's usually temporary and can be treated by exposing you to memories from the loss. Another way of making this memories become stable in the brain occurs over much longer periods of time.

- So? Will I have my memory back? - eu perguntei, porque a explicação dele era muito vaga. Será que ele está falando a verdade? Porque eu não consigo ligar a vida que eu me lembro até agora com estar num carro com Justin Bieber.

- I can't say it for sure. There's a lot of studies, but the brain is something really complex and every body has a different way of reacting and recovering. But I can tell you're gonna have to put a lot of work on it. In this case time is the best medicine.

Eu ainda não sei se confio nele. Eu queria que tivesse alguém conhecido aqui, alguém que eu pudesse confiar.

- Where are my parents?

- I believe they are in Brazil. But you can contact them at any time. It will be good for you.

- Where am I by the way?

- LA. California. - ele sorri para mim. - After a few exams you will be free to leave the hospital and enjoy the beautiful beaches we have around here. Although it may not be a big deal for someone that is from Rio de Janeiro.

- How do you know I am from Rio? - eu pergunto. Essa desconfiança que não me deixa.

- Justin told me.

- How do I even know him? - pergunto confusa.

- Well that's something you'll have to ask him. - Dr. Phill olhou para a enfermeira e depois para mim - Angela will check this needles in your arm. If you excuse me. - disse o médico antes de se retirar.

Enquanto Angela tirava uma das agulhas do meu braço, deixando apenas a de soro, eu olhava através da janela que dava para o corredor que Dr. Phill estava falando com Justin.

O cantor parecia preocupado, mas apenas ouvia com atenção e mexia a cabeça em sinal concordância e entendimento.

- Would you like to go to the toilet, Isabella? - quando ela falou, percebi que estava apertada.

- Yes. - eu disse enquanto tentava levantar - You can call me Bella, by the way.

Enquanto tentava me levantar senti uma dor muito forte nas costas e na cabeça, voltei a me sentar.

- Let me help you. - Angela me ajudou a levantar - I'll brig you a pain medication. - Ela foi em direção á porta.

Entrei no banheiro, acendi a luz e fechei a porta atrás de mim. A primeira coisa que eu vi foi o meu reflexo no espelho.

Eu tinha um hematoma gigante na testa e alguns arranhões. Mas o que mais me chamou a atenção foi que eu estava diferente, mais velha. Meu cabelo estava mais curto, a sobrancelha mais fina e desenhada. Eu parecia doente, mas mesmo assim mais cuidada. Olhei para minhas mãos. As unhas estavam feitas. As pernas depiladas...

Quando sai do banheiro Angela já tinha voltado carregando uma pequena bandeja com um comprimido e um copo d'água. Ela colocou a bandeja na mesinha ao lado da minha cama.

- You can take it now or just when the pain gets worse. Just let me know the time do.

- Yes. Sure. - eu digo.

Angela sai do quarto. Eu não ia tomar nada que eles me dessem. Não confio em ninguém daqui.

Olho para a janela, e vejo que Dr. Phill ainda está falando com Justin.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...