O Acampamento

Férias escolares. Ah, nada mais perfeito do que um descanso merecido após um longo semestre de aulas e matérias cansativas. Mas as férias de Kelsey não serão assim. Seus pais a mandaram para um acampamento de verão, onde ela passará um mês inteiro. Ela já espera o pior: gente chata, crianças de 7 anos... Porém o inesperado pode acontecer.

10Likes
29Comentários
509Views
AA

3. O olhar

Assim que ergui os olhos, eu o vi. Nossa, eu realmente nunca havia visto ninguém mais bonito. Seus olhos eram claros, vivos e me encantavam mais do qualquer um ousara encantar. Eram, de certa forma, penetrantes, como se pudessem ler sua alma. O cabelo loiro estava meio desgrenhado, talvez por causa da queda ou talvez porque fosse assim naturalmente.

- Me desculpe. - Falei, me levantando e oferecendo a mão para ele pegar e se levantar. É normal que o garoto faça isso, porém ele estava ocupado em apenas me olhar e ficar paralisado.

Para minha surpresa, ele se levantou sozinho e arrumou o casaco. Seus lábios estavam retraídos em uma linha séria, embora seus olhos mostrassem-se bem divertidos. Ele inclinou levemente a cabeça, como se assentisse e saiu sem olhar para trás.

O grupo dele nos olhava, o que me deixou corada. Quando o garoto loiro juntou-se ao grupo, quieto, o "rebanho" voltou a conversar e rir alto, apenas o loiro ficou quieto. Olhava ocasionalmente para trás, sempre me fitando com aqueles olhos. Senti uma mão em meu ombro, e olhei para trás. Era meu pai.

-Kelsey? Está tudo bem? - só então percebi que estava paralisada. Respirei fundo e assenti. Meu pai falou que pegaria minha comida e eu agradeci, indo sentar em uma mesa afastada, perto das janelas.

Aquele garoto havia sido extremamente rude. Bem, ele se vestia bem, tinha um relógio caro e um celular de última geração. Se ele não fosse rico, então eu não sabia mais de nada. Olhei para minhas roupas. Totalmente roupas de classe média, enquanto as roupas dele eram de marca. Talvez ele tivesse me julgado pelas roupas e decidido nem olhar na minha cara. Mas, bem, ele olhou... Aqueles olhos. Toda vez que fechava meus olhos eu via aquele olhar. Eu sentia esse olhar em minhas costas, era como se eu estivesse sendo vigiada.

Talvez eu não devesse julgar apenas pela aparência dele, mas não havia como justificar sua atitude grosseira. Seus amigos se vestiam de igual modo e pareciam bem apessoados e legais. Sempre sorrindo, rindo e brincando. Mas o loiro... Era misterioso.

De repente, ouvi gritos femininos vindo de toda parte. Levantei o olhar e os garotos estavam cercados de meninas com celulares, cds, folhas e canetas na mão. Elas gritavam os nomes deles, diziam que os amavam loucamente, e eles tiravam fotos com todas, davam autógrafos e atenção a todas. Em meio a confusão, consegui distinguir alguns nomes: Harry (ou Larry, eu não conseguia saber qual o certo), Liam, Niall, Louis e Zayn...

Nomes incomuns por aqui. Acho que o de cachinhos se chamava Harry/ Larry, o outro de topete se chamava Zayn, outros dois Louis e Liam e o loiro... Niall. Eles eram famosos. Vi uma garoto estender um cd autografado. "One direction" estava escrito. Espere, eu já ouvira esse nome antes. Uma boyband famosa... Eu tinha algumas músicas deles em meu celular, mas eu não havia decorado a aparência deles.

Meu pai finalmente chegou com a comida. Olhei discretamente para os garotos e Niall olhava para mim. Suspirei, arrumando minha cadeira de modo que fiquei de costas para eles e coloquei meus fones, comendo enquanto me concentrava em tentar resistir à tentação de olhar para trás.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...